Page 1 of 1

A Regra de Quatro - Concordata

Posted: 02 Mar 2005 16:49
by Samwise
Em primeiro lugar, e como é óbvio:

- Hypnerotomachia Poliphili, de Francesco Colonna

Na Introdução:

Apenas uma menção a Dante, sem nenhuma obra mencionada

Capítulos 1, 2 e 3

- "O Grande Gatsby" de F. Scott Fitzgerald
- "Frankestein" de Mary W. Shelley
- "As Aventuras de Roderick Random" de Tobias Smollett
- "Moby Dick" de Herman Mellvile
- "A Divína Comédia" de Dante
- "O Hobbit" e outros de J.R.R. Tolkien

Capítulos 4, 5 e 6

- "O que é o Iluminismo?" de Emanuel Kant
- "A Bíblia" de vários autores - edição impressa por Guttemberg
- "A Tempestade" de William Shakespeare
- "A Montanha dos Sete Patamares" de Thomas Merton
- "O Conde de Monte-Cristo" de Alexandre Dumas
- "Grandes Esperanças" de Charles Dickens
- "Oliver Twist" de Charles Dickens
- "Elementos de Estilo" de Strunk & White
- "The Recuyell of the Historyes of Troye" de William Caxton
- "Cartas de Santa Catarina de Siena" - própria (?)
- "Fausto" de Goethe
- "Leviathan" de Thomas Hobbes
- "Hamlet" de William Shakespeare
- "O Tigre" de William Blake

São ainda mencionados os seguintes autores, sem fazer referência a uma ou outra obra:

- (Percy Bysshe) Shelley e (William) Blake
- Ernest Hemingway
- Marcel Proust
- Victor Hugo

Sam

P.S. Tentarei maner esta lista actualizada, à medida que for lendo o livro.
Por favor acrescentem as obras que possam faltam aqui, uma vez que eu sou um distraído nato (deve haver umas quantas...).
Podem também comentar as entradas (por exemplo, não me escapou aqui o "all time favourite" do Thanatos...).

Re: A Regra de Quatro - Concordata

Posted: 02 Mar 2005 17:23
by Thanatos
Samwise wrote: Apenas uma menção a Dante, sem nenhuma obra mencionada

:unsure: É a Divina Comédia...

E ainda no prólogo falam da Lenda do Velo de Ouro ao referirem Cadmo.

E no segundo capítulo pág 31 voltam a referir a mesma obra de Dante (a inscrição na entrada dos túneis).

Re: A Regra de Quatro - Concordata

Posted: 03 Mar 2005 09:10
by Thanatos
Samwise wrote: São ainda mencionados os seguintes autores, sem fazer referência a uma ou outra obra:

- Marcel Proust

Mas no caso do Proust a obra de que falam é sem sombra de dúvidas Em Busca do Tempo Perdido.

Logo no início do cap. 4 escapou-te a referência a Plotino de Alexandria, que fundou uma escola filosófica em Roma no ano de 244. Os seus textos foram compilados por um discípulo, Porfírio, que compõem seis secções com nove ensaios cada, daí o nome de Eneiadas.

Re: A Regra de Quatro - Concordata

Posted: 03 Mar 2005 12:34
by Samwise
Thanatos wrote: Logo no início do cap. 4 escapou-te a referência a Plotino de Alexandria, que fundou uma escola filosófica em Roma no ano de 244. Os seus textos foram compilados por um discípulo, Porfírio, que compõem seis secções com nove ensaios cada, daí o nome de Eneiadas.

Escapar-me-ia de qualquer maneira...

Acho que nunca ia apanhar essa deixa! LOL
A minha bagajeira não comporta tanta carga!!!!

Sam

Re: A Regra de Quatro - Concordata

Posted: 03 Mar 2005 13:05
by Thanatos
Samwise wrote: A minha bagajeira não comporta tanta carga!!!!

Sam

Eu bem te disse para não comprares um Smart! :P

Devias ter ficado com o Plymouth Fury de 56, aquele vermelho que se chamava Christine. Esse tinha cá uma bagageira! :D

Re: A Regra de Quatro - Concordata

Posted: 03 Mar 2005 13:23
by Samwise
Hahaha...

Olh'ó Off-Topic...!!!!

Sam

P.S. Pois ando ando.... com vontade de o ler ando!