os meus dois pés são agora esquerdos

User avatar
azert
Edição Única
Posts: 2705
Joined: 14 Sep 2007 12:30
Location: Braga
Contact:

os meus dois pés são agora esquerdos

Postby azert » 14 Oct 2008 00:23

<!--fonto:Arial--><span style="font-family:Arial"><!--/fonto--><!--coloro:#000000--><!--/coloro--><!--fonto:Arial sans-serif--><span style="font-family:Arial sans-serif"><!--/fonto-->costas com costas
à medida que nos afastávamos
iniciava-se ante nós um chão de incógnitas
e de pele macia quem mais sentia
as asperezas do caminho
era o mais pequeno dos três
o mais indefeso, o mais confuso
doeu-me que tropeçasse nos nossos passos
tão desprotegido caminhante
mas era impossível continuarmos
eu dizendo esquerdo quando dizias direito
tinha de separar as moradas pois
há muito que as vistas eram diferentes
peço-te apenas que deixes intactos
os trilhos que percorremos juntos
o pequeno território que fundámos
e que recebeu os nossos nomes<!--fontc-->
<!--/fontc--><!--colorc-->[/color]<!--/colorc-->

<!--fontc-->[/color]<!--/fontc-->
Image Image

User avatar
zé.chove
Encadernado a Couro
Posts: 410
Joined: 29 Oct 2007 16:39
Location: Lisboa
Contact:

Re: os meus dois pés são agora esquerdos

Postby zé.chove » 14 Oct 2008 11:47

Aqui penso que o sentido é bastante claro! (ainda que se possam conceber leituras alternativas...)
<!--fonto:Arial--><span style="font-family:Arial"><!--/fonto-->
costas com costas
à medida que nos afasvamos
iniciava-se ante nós um chão de incógnitas
e de pele macia quem mais sentia

reparei que existem algumas rimas internas não sei se propositadas

o mais indefeso, o mais confuso
doeu-me que tropeçasse nos nossos passos

e jogos fonéticos subtis muito explorados por exemplo pelo Ruy Belo.
Gosto desses jogos, desses ritmos marotos.

O tema (como o leio) é triste. Contado na primeira pessoa torna-se mais pungente.
Se o tema fosse exposto de uma forma exterior a ti, como algo que observas de fora, talvez tivesse outro impacto...

Força!
<!--fontc-->[/color]<!--/fontc-->

User avatar
azert
Edição Única
Posts: 2705
Joined: 14 Sep 2007 12:30
Location: Braga
Contact:

Re: os meus dois pés são agora esquerdos

Postby azert » 14 Oct 2008 16:14

zé chove wrote:<!--fonto:Arial--><span style="font-family:Arial"><!--/fonto-->reparei que existem algumas rimas internas não sei se propositadas

e jogos fonéticos subtis muito explorados por exemplo pelo Ruy Belo.
Gosto desses jogos, desses ritmos marotos.

Força!<!--fontc-->[/color]<!--/fontc-->


Propositadas? Quem me dera! :blush:
Como já disse aqui, não sei escrever poesia - daí chamar-lhe pusia. Escrevo "coisas" com leve sabor poético.

EDIT: De qualquer forma, zé chove, obrigada pelo encorajamento. :smile:
Image Image

User avatar
Jorge dos Santos
Encadernado a Couro
Posts: 402
Joined: 14 Aug 2008 10:33
Contact:

Re: os meus dois pés são agora esquerdos

Postby Jorge dos Santos » 14 Oct 2008 21:53

azert wrote:Propositadas? Quem me dera! :blush:
Como já disse aqui, não sei escrever poesia - daí chamar-lhe pusia. Escrevo "coisas" com leve sabor poético.


Propositado, ou pusia, adorei...

Tira-lhe os parágrafos e tens aí uma linda prosa... Poesia? Não, claro. Mas uma LINDA prosa. Obrigado!

PS: Desaparecido, mas não morto... ainda! :wink:
Saudações sinceras,
Jorge dos Santos

User avatar
azert
Edição Única
Posts: 2705
Joined: 14 Sep 2007 12:30
Location: Braga
Contact:

Re: os meus dois pés são agora esquerdos

Postby azert » 14 Oct 2008 22:16

Jorge dos Santos wrote:PS: Desaparecido, mas não morto... ainda! :wink:


Glad to see you back! :smile:

Quote: "Tira-lhe os parágrafos e tens aí uma linda prosa... " Unquote.
És bem capaz de ter razão, vou experimentar.
Image Image

User avatar
azert
Edição Única
Posts: 2705
Joined: 14 Sep 2007 12:30
Location: Braga
Contact:

Re: os meus dois pés são agora esquerdos

Postby azert » 14 Oct 2008 22:23

<!--fonto:Arial--><span style="font-family:Arial"><!--/fonto--><!--coloro:#000000--><!--/coloro--><!--fonto:Arial sans-serif--><span style="font-family:Arial sans-serif"><!--/fonto-->Costas com costas, à medida que nos afastávamos, iniciava-se ante nós um chão de incógnitas. De pele macia, quem mais sentia as asperezas do caminho, era o mais pequeno dos três, o mais indefeso, o mais confuso. Doeu-me que tropeçasse nos nossos passos tão desprotegido caminhante, mas era impossível continuarmos, eu dizendo esquerdo quando dizias direito. Tinha de separar as moradas, já que há muito que as vistas eram diferentes. Peço-te apenas que deixes intactos os trilhos que percorremos juntos e o pequeno território que fundámos e que recebeu os nossos nomes.

Muito melhor! :thumbsup: <!--fontc-->
<!--/fontc--><!--colorc-->[/color]<!--/colorc--><!--fontc-->[/color]<!--/fontc-->
Image Image

User avatar
Aignes
Enciclopédia
Posts: 858
Joined: 05 Jan 2006 23:59
Contact:

Re: os meus dois pés são agora esquerdos

Postby Aignes » 17 Nov 2008 14:04

Ainda não tinha lido este. Prefiro a versão poesia (ou 'pusia', seja :tongue: ), os cortes nas frases dão-lhes mais sentido e significado por si só. Passado a prosa perde-se um bocado do impacto.

o pequeno território que fundámos
e que recebeu os nossos nomes


Bonito. :smile:
«The force that through the green fuse drives the flower
Drives my green age; that blasts the roots of trees
Is my destroyer.
And I am dumb to tell the crooked rose
My youth is bent by the same wintry fever.»

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: os meus dois pés são agora esquerdos

Postby Thanatos » 17 Nov 2008 14:36

Cheio de sentimento. E há aquelas alturas na vida em que certos trechos dizem-nos muito mais.
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
pco69
Cópia & Cola
Posts: 5488
Joined: 29 Apr 2005 23:13
Location: Fernão Ferro
Contact:

Re: os meus dois pés são agora esquerdos

Postby pco69 » 17 Nov 2008 16:51

Não tem nada a ver com o texto, mas eu e a dança, é uma relação de "dois pés esquerdos" :lol2:

Em relação ao texto, prefiro a versão prosa.
Consigo perceber à primeira, sem ter que ler novamente com todo o cuidado
Mas isso é de mim, e não da qualidade do texto :mrgreen4nw:
Fenómenos desencadeantes de enfarte do miocárdio

Esforços físicos, stress psíquico, digestão de alimentos, coito, tempo frio, vento de frente e esforços a princípio da manhã.

Ou seja, é extremamente perigoso fazer sexo ao ar livre com vento de frente, após ter tomado o pequeno almoço numa manhã de inverno...

User avatar
azert
Edição Única
Posts: 2705
Joined: 14 Sep 2007 12:30
Location: Braga
Contact:

Re: os meus dois pés são agora esquerdos

Postby azert » 17 Nov 2008 17:05

Thanks! :smile:
Image Image

Pedro Farinha
Edição Única
Posts: 3298
Joined: 03 Apr 2005 00:07
Contact:

Re: os meus dois pés são agora esquerdos

Postby Pedro Farinha » 17 Nov 2008 17:29

Que estranho :see_stars: eu que tenho a mania de comentar tudo deixei passar este ainda que o tenha lido e tenha, desde logo, gostado dele nessa altura.

Pois... não preciso de ter experiência pessoal ou sensibilidade momentânea para a questão para sentir tudo aquilo que ele transmite. E a força com que o transmite (e digo isto sem papas na língua :wink: )

User avatar
azert
Edição Única
Posts: 2705
Joined: 14 Sep 2007 12:30
Location: Braga
Contact:

Re: os meus dois pés são agora esquerdos

Postby azert » 18 Nov 2008 01:50

Pedro Farinha wrote:(e digo isto sem papas na língua :wink: )


As línguas querem-se sem papas, tanto para críticas favoráveis, como desfavoráveis. :mrgreen4nw:
Image Image


Return to “azert”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 2 guests