vago lugar

User avatar
azert
Edição Única
Posts: 2705
Joined: 14 Sep 2007 12:30
Location: Braga
Contact:

vago lugar

Postby azert » 22 Apr 2009 19:45

também a mim apetece dizer que és tu
o dono da minha anatomia
não há nenhum compasso
cardíaco
ao qual seja estranha a tua tonalidade
cada poro como amanhecedora flor
se abre ao calor do teu corpo
que ainda uso na memória
assoberba-me
a certeza inequívoca do meu amor
perdido algures
entre os passos do último passeio
e como ferreamente me agarro ao sentimento
que em mim é tudo quanto ficou de ti
Image Image

Pedro Farinha
Edição Única
Posts: 3298
Joined: 03 Apr 2005 00:07
Contact:

Re: vago lugar

Postby Pedro Farinha » 22 Apr 2009 21:42

Muito bonito azert, ainda que tenha ficado com a dúvida quanto ao começares com um "também" se bem que quem escreve tenha razões que os demais desconhecem (ou possa ter).

Isto:

cada poro como amanhecedora flor
se abre ao calor do teu corpo


gostava de ter sido eu a ter escrito.

User avatar
azert
Edição Única
Posts: 2705
Joined: 14 Sep 2007 12:30
Location: Braga
Contact:

Re: vago lugar

Postby azert » 23 Apr 2009 00:16

Obrigada, Pedro. :blush: :smile:

O "também" é porque tinha acabado de ler os textos do J.T.Parreira (O tricô de Penélope) e da Ripley (Post-It's). :rolleyes:
Image Image

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: vago lugar

Postby Samwise » 23 Apr 2009 10:16

Partilho as palavras do Pedro.

Em relação ao "Também", fiquei curioso pela observação do Pedro e achei engraçada a tua explicação. Afinal de contas é uma palavra que acaba por ser estranha ao material posterior do texto, uma vez que parece continuar, como se de uma conversa se tratasse, uma troca de ideias com outros forenses.

Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Ripley
Edição Limitada
Posts: 1219
Joined: 30 Jan 2009 02:10
Location: Under some mossy rock
Contact:

Re: vago lugar

Postby Ripley » 23 Apr 2009 10:39

Gostei, azert.
Depois de ter visto o teu comentário aos meus Post-It's não estranhei o "Também", pareceu-me como que uma conversa de que estivéssemos a fazer parte. Ou um post-it teu colado no mesmo muro ...

azert wrote:não há nenhum compasso
cardíaco
ao qual seja estranha a tua tonalidade


Os ECG são tramados, mostram sempre o que bate cá dentro mesmo quando não deviam :wink:
"És a metade que me é tudo." [Pedro Chagas Freitas]
---§§§---
"O amor não se percebe. Não é para perceber. O amor é um estado de quem se sente. O amor é a nossa alma. É a nossa alma a desatar. A desatar a correr atrás do que não sabe, não apanha, não larga, não compreende." [Miguel Esteves Cardoso]


Return to “azert”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 3 guests

cron