Desafio - The Process of Thinking

Aberto a todos, quer para colocação de propostas, quer para participação nas mesmas. Atenção: ler regulamento antes de participar.
User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Desafio - The Process of Thinking

Postby Samwise » 07 Jun 2010 10:28

Imagine que está no gabinete de um psicólogo e que este lhe pede para "descrever como lhe chegam os pensamentos à mente". O que origina determinada cadeia de pensamento? Como surge? Quando é que é espontâneo, quando é que é controlado, quando é que é uma mistura das duas... etc., etc.

Este desafio/proposta surge de uma conversa com uma prima minha e da inabilidade que senti, na altura, para lhe explicar convincentemente, e para lá de um certo nível de simplismo, como funciona o meu cérebro em termos de "processo de pensamento".

Parece-me um desafio bem interessante (e bem weird) e gostava que evitassem procurar dados explicativos "profissionais" sobre o assunto - utilizem apenas a vossa experiência pessoal e falem sobre a maneira como pressentem que os pensamentos fluem na vossa memória.

Sem limite de palavras e sem prazo de tempo. Como é habitual, podem colocar textos e comentários nesta mesma thread.
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Ripley
Edição Limitada
Posts: 1219
Joined: 30 Jan 2009 02:10
Location: Under some mossy rock
Contact:

Re: Desafio - The Process of Thinking

Postby Ripley » 29 Jun 2010 14:45

Sam, para responder a isto, pela minha parte, tenho que separar os tipos de ideias: criativas ou dedutivas, de lazer ou profissionais. A abordagem tende a ser diferente, no meu caso pelo menos.

Na maior parte das vezes, as ideias surgem-me por associação - a uma palavra, uma cor, um cheiro, um cenário, uma canção. Algo que despolete uma memória, que sirva como que de faísca ignitora da recombinação de pequenas coisas que tenho armazenadas no cérebro. Viram-se, realinham-se, escondem-se ou emergem como peças num caleidoscópio. Normalmente é o que se passa com as "criativas"/espontâneas.

Há ocasiões em que essa associação é lenta; uma coisa associa a outra e essa a outra a seguir, como contas de um rosário ou ligações em série do género das que se estudavam em Fisico-Química ou Matemática. Principalmente quando procuro uma solução ou resposta, penso como que num fluxograma: "já me deparei com isto antes? S/N; se(S) o que fiz na altura?; ou; se(N) já me deparei com algo semelhante? S/N" etc etc

Em termos profissionais, este fluxo acontece de forma bastante rápida devido à experiência acumulada, salvo em situações tão fora do normal que me fazem consultar algum calhamaço (mesmo que online). Aí o raciocínio é dedutivo e mais pausado pelo facto de ter que o justificar a terceiros; tomo notas, imprimo/fotocopio folhas e sublinho referências/datas/artigos. Verifico duas e três vezes a validade do raciocínio pela lógica que segui antes de o submeter a validação por outra pessoa - com mais experiência ou poder decisório. Até porque no meu trabalho há alguém que tem a palavra final nestes casos - e não sou eu :mrgreen:

Também já me aconteceu andar às voltas com um assunto de trabalho e não conseguir chegar a qualquer conclusão; depois, no dia seguinte ao tomar um duche ou passados dois dias ao tratar do jantar, vem-me à ideia qualquer coisa que faz com que surja uma luzinha no cérebro. Sim, às vezes em casos destes, sinto-me mesmo como os bonecos dos cartoons, só que a lampadazinha acende-se lá dentro da cabeça...

É engraçado como ao ver séries ou filmes na TV dou por mim a dizer "acho que foi aquele quem a matou" e calculo que isso também aconteça com muita gente; não sendo um processo "criativo", existe igualmente numa actividade de lazer. Creio que se trata de "dedução acelerada" ao qual muitas vezes se pode chamar "intuição". Na hora, não consigo justificar de imediato o que me levou àquela resposta - mas depois, analisando a frio e com todos os passos "dedutivos" acabo por conseguir explicar mais ou menos as razões.

Pessoalmente, acho que utilizo com muita frequência este processo. Um clique no cérebro, um encadeamento de ideias. Só que umas vezes surge espontaneamente um padrão com que não me tinha deparado antes e daí a "ideia criativa"; outras, aparece uma cena familiar vista de outro ângulo. Será a parte "dedutiva", que tanto pode ser espontânea e acelerada como voluntária e pausada.


(Era mais ou menos isto que pretendias, Sammy?)
"És a metade que me é tudo." [Pedro Chagas Freitas]
---§§§---
"O amor não se percebe. Não é para perceber. O amor é um estado de quem se sente. O amor é a nossa alma. É a nossa alma a desatar. A desatar a correr atrás do que não sabe, não apanha, não larga, não compreende." [Miguel Esteves Cardoso]

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Desafio - The Process of Thinking

Postby Samwise » 30 Jun 2010 11:04

Ripley wrote:Sam, para responder a isto, pela minha parte, tenho que separar os tipos de ideias: criativas ou dedutivas, de lazer ou profissionais. A abordagem tende a ser diferente, no meu caso pelo menos.
iar vista de outro ângulo. Será a parte "dedutiva", que tanto pode ser espontânea e acelerada como voluntária e pausada.

(...)

(Era mais ou menos isto que pretendias, Sammy?)


Sim. A minha abordagem vai ser relativamente diferente, mas é uma questão que fica um pouco ao critério do participante.

Isto faz-me lembrar que estou em falta com qualquer coisa.. :blush:
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

croquete
Edição Limitada
Posts: 1038
Joined: 11 Feb 2009 16:29
Contact:

Re: Desafio - The Process of Thinking

Postby croquete » 06 Jul 2010 18:33

mmmmm

Desafio interessante. ^_^

User avatar
Arsénio Mata
Livro Raro
Posts: 1773
Joined: 01 Oct 2009 20:41
Location: Portimão
Contact:

Re: Desafio - The Process of Thinking

Postby Arsénio Mata » 08 Jul 2010 16:11

"Sabes bébe, estou para aqui a pensar

...corto logo a frase no meu pensamento e abstraio-me das palavras que saem da minha boca, na verdade eu não as estou a pensar. Como podes ver pelos meus olhos vidrados, vazios

deviamos comprar uma casa nova

o que eu digo agora é resultado de um pensamento anterior a este que estou a ter e portanto o que eu digo nunca será na verdade o que eu penso

o João está a crescer e já não gosta de partilhar o quarto com o mais novo.

mas antes o que eu já pensei. E o que me levou a pensá-lo? Imagens, ideias, palavras? Posso eu pensar o que não existe? Argumentos... Haverá sempre uma palavra para tudo, nem que seja uma palavra nova. Quando assim for essa palavra nova será consequentemente uma ideia nova

Além disso preciso de um novo escritório, este está a ficar pequeno para tantos livros

e, acto contínuo, aparecerá no meu cérebro como algo novo. Acto contínuo, expressão curiosa. Agora enquanto falo contigo e penso nisto tudo

e assim poderíamos comprar uma com um escritório bem grande.

reparo como o meu pensamento é um acto contínuo, infinito. Um fluxo de eternas coisas, novas e velhas e até recicladas que vão despertando, animadas por lembranças,sensações e conversas. Mas estou a divagar...

E tu, o que achas?"
Only in the bloodline is this terror exposed
A knife to the eye of modern day times
Exactly what you've worked for.

A price for the pride
I can feel the distance coming
The holes in my lungs
Won't let me take this anymore.

http://umhomemsimpatico.tumblr.com/

User avatar
Arsénio Mata
Livro Raro
Posts: 1773
Joined: 01 Oct 2009 20:41
Location: Portimão
Contact:

Re: Desafio - The Process of Thinking

Postby Arsénio Mata » 08 Jul 2010 16:14

Não sei bem se era isto que pretendias Sam, mas esta ideia surgiu-me na cabeça... :mrgreen:
Only in the bloodline is this terror exposed
A knife to the eye of modern day times
Exactly what you've worked for.

A price for the pride
I can feel the distance coming
The holes in my lungs
Won't let me take this anymore.

http://umhomemsimpatico.tumblr.com/

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Desafio - The Process of Thinking

Postby Samwise » 09 Jul 2010 10:56

Arsénio Mata wrote:Não sei bem se era isto que pretendias Sam, mas esta ideia surgiu-me na cabeça... :mrgreen:


Não é bem mas está close enough. Estejam à vontade.
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Desafio - The Process of Thinking

Postby Samwise » 11 Jul 2010 15:27

Working on it...
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Desafio - The Process of Thinking

Postby Thanatos » 13 Jul 2010 07:57

Não entendo. Porquê 'The Process of Thinking' e não 'O Procedimento do Pensamento' ou 'O Procedimento da Imaginação'? Ou então é o 'Desafio' que destoa, seria mais tipo 'Challenge'. Digo eu.

Já quanto à forma como os pensamentos me vêm à cabeça é bastante simples. Volta e meia um raio de luz cor de rosa desce dos céus e alumia-me o crânio e é assim que as ideias me surgem. Acredito que sejam metidas cá dentro por uma raça de alienígenas extinta que deixou uma máquina de propagação de ideias a funcionar e até hoje ela tem estado direccionada especialmente para mim neste planeta sem precisar de manutenção. E daí, como algumas ideias me saem furadas talvez esteja a precisar dum upgrade. Mas que sei eu?
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Desafio - The Process of Thinking

Postby Samwise » 13 Jul 2010 10:58

Thanatos wrote:Não entendo. Porquê 'The Process of Thinking' e não 'O Procedimento do Pensamento' ou 'O Procedimento da Imaginação'? Ou então é o 'Desafio' que destoa, seria mais tipo 'Challenge'. Digo eu.


Digamos que "enfiar" palavras e expressões inglesas pelo meio do discurso faz parte do fluir natural do meu pensamento. :mrgreen:

Não sou nada peneirento acerca do puri(tani)smo no uso da linguagem portuguesa no seu sentido mais restrito. Já vi muita gente a insurgir-se contra estes supostos abusos no uso de palavras estrangeiras, mas não ligo nenhuma. Não considero que seja um problema ou que seja sequer importante (não é a mesma coisa que desrespeitar as regras de semântica, "bem escrever", por exemplo). Às vezes até me ocorrem mais depressa palavras inglesas que encaixam melhor naquilo que pretendo transmitir - e são essas que digo ou escrevo no momento.

É possível que destoe, mas não é coisa que me preocupe por aí a além.
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
zé.chove
Encadernado a Couro
Posts: 410
Joined: 29 Oct 2007 16:39
Location: Lisboa
Contact:

Re: Desafio - The Process of Thinking

Postby zé.chove » 13 Jul 2010 17:52

Se ela não se sente excitada, excito-a eu. Começo com uns jogos de palavras parvos, deixo que ela me vença. Sei bem como é gulosa e rapidamente se entretem deixando-me assistir às suas cabriolices. Gravo todos os seus gestos.
Por vezes presenteio-a com brinquedos novos, um estilete rombo, umas tintas antigas, tecidos novos para cobrir a sua nudez.
Quem nos visse diria que somos porcos vomitando na boca um do outro, partilhando a nossa intimidade na praça pública. Ela sabe da minha fome e da brutalidade dos meus apetites.
Agarro-lhe os braços atrás das costas e violento a sua letargia.
Perante suas infidelidades coro de vergonha mas só perante os estranhos quando nos encontramos na intimidade volto a acariciá-la como um patrão atencioso e dou-lhe de jantar.
Existe tal cumplicidade entre nós que nos rimos das mesmas coisas, choramos com as mesmas lamechices e até nos gabamos de nunca fazermos lista das compras.
Os nossos filhos renascem eternamente jovens basta memorá-los. Se algum dos nossos filhos nos envergonha será mais protegido num castelo teimoso e inexpugnável.
Ajoelho-me perante o seu vulto se ameaça abandonar-me e nunca lhe exijo pressa.
Osculo o seu ventre e louvo a confiança do seu pai nas mãos deste servo em que depositou a sua filha.

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Desafio - The Process of Thinking

Postby Samwise » 14 Jul 2010 10:22

De certeza que é este o título que queres dar à tua ficção (pensa antes de responderes - afinal de contas é um título em inglês :mrgreen: )?

Existe tal cumplicidade entre nós que nos rimos das mesmas coisas, choramos com as mesmas lamechices e até nos gabamos de nunca fazermos lista das compras.
:rotfl:
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Desafio - The Process of Thinking

Postby Samwise » 14 Jul 2010 10:54

monicaleal wrote:Já repararam como parece que há duas pessoas dentro da nossa cabeça? Ou seja, conseguimos ter mais que um pensamento diferente em simultâneo?


Não acontece comigo - pelo menos dessa forma. Não acontece em "simultâneo" e não são só duas "pessoas" (ou "vozes", talvez seja um termo mais apropriado)

Aproveito a tua "intromissão" para te pedir que desenvolvas a ideia. Escreve mais sobre o assunto.., ;)
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
pco69
Cópia & Cola
Posts: 5488
Joined: 29 Apr 2005 23:13
Location: Fernão Ferro
Contact:

Re: Desafio - The Process of Thinking

Postby pco69 » 14 Jul 2010 11:41

Parecendo um bocado bruto ou mesmo obsceno, eu diria que para nós homens, não são duas pessoas dentro da mesma cabeça mas sim duas cabeças dentro da mesma pessoa.... :whistle:
Fenómenos desencadeantes de enfarte do miocárdio

Esforços físicos, stress psíquico, digestão de alimentos, coito, tempo frio, vento de frente e esforços a princípio da manhã.

Ou seja, é extremamente perigoso fazer sexo ao ar livre com vento de frente, após ter tomado o pequeno almoço numa manhã de inverno...

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Desafio - The Process of Thinking

Postby Samwise » 14 Jul 2010 12:32

monicaleal wrote:Bom, eu li o Sentimento de Si, do Damásio. Aborda exactamente este tema. A origem do pensamento, o que nos faz ter o sentimento de nós mesmos.

Mas sem querer entrar por um lado mais tecnicista, até porque já li o livro faz uns anos, a verdade é que se tomarem atenção há dois processos de pensamento a decorrer em simultâneo. Tentem reparar nisso, porque há!

A não ser que de facto os homens sejam diferentes, aquela historia de não conseguirem fazer mais que uma coisa ao mesmo tempo :whistle: Mas não me parece que isso esteja provado cientificamente e concordo com o pco69, sem querer ser reducionista, há de facto duas cabeças num mesmo homem ;)


Por acaso também li esse livro, mas não me recordo de praticamente nada... :rolleyes:

Se há dois processos de pensamento a decorrer em simultâneo, eu não os consigo detectar em mim. Quanto aos homens não conseguirem fazer mais do que uma coisa ao mesmo tempo, não sei - parece-me uma expressão generalista de mais para poder ser "dogmatizada", quer no que respeita ao termo "homens", quer no que respeita ao termo "coisas".

Não concordes tão depressa com o Pco e muito em particular neste caso - digamos que ele está a ser muita literal naquilo que diz... :mrgreen: (nada que não estivesse à espera, mas pronto...)
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -


Return to “Desafios BBdE”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest

cron