Desafio: Loucura

Aberto a todos, quer para colocação de propostas, quer para participação nas mesmas. Atenção: ler regulamento antes de participar.
gajomailindo
Brochura
Posts: 42
Joined: 18 Dec 2008 20:13
Location: uma cidade pimba
Contact:

Re: Desafio: Loucura

Postby gajomailindo » 19 Dec 2008 18:27

credo!
:blush:
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Sed nulla purus, ultrices at, imperdiet in, faucibus eget, lacus. Cum sociis natoque penatibus et magnis dis parturient montes, nascetur ridiculus mus. Nunc egestas ullamcorper diam. Nulla est nisi, placerat ut, accumsan non, varius eu, pede.

gajomailindo
Brochura
Posts: 42
Joined: 18 Dec 2008 20:13
Location: uma cidade pimba
Contact:

Re: Desafio: Loucura

Postby gajomailindo » 19 Dec 2008 18:30

Obrigado. :smile:
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Sed nulla purus, ultrices at, imperdiet in, faucibus eget, lacus. Cum sociis natoque penatibus et magnis dis parturient montes, nascetur ridiculus mus. Nunc egestas ullamcorper diam. Nulla est nisi, placerat ut, accumsan non, varius eu, pede.

gajomailindo
Brochura
Posts: 42
Joined: 18 Dec 2008 20:13
Location: uma cidade pimba
Contact:

Re: Desafio: Loucura

Postby gajomailindo » 19 Dec 2008 18:31

Obrigado :smile:
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Sed nulla purus, ultrices at, imperdiet in, faucibus eget, lacus. Cum sociis natoque penatibus et magnis dis parturient montes, nascetur ridiculus mus. Nunc egestas ullamcorper diam. Nulla est nisi, placerat ut, accumsan non, varius eu, pede.

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Desafio: Loucura

Postby Samwise » 19 Dec 2008 18:45

Querido Eu,

Recebi a tua carta do porque sim. Não porque sim, mas porque estava no correio - porque estava.
Esperei, esperei, e a carta não me deu nada. E a ti, o que te deu? Dobrei-a por sobre o alimentador de papel da velha impressora matricial - aquela de onde tiravas longas odes de amor para papel contínuo de três cópias em Times New Roman tamanho 42 - e agora rego-a todos os dias com água e carinho. Pode ser que nasçam limões da água e parafusos do carinho.
Lembras-te? Lembro-me. E um zumbido nos tímpanos, um vrum-vrum embebido em Skip, uma sensação vertiginosa toma conta dos meus centros de equilíbrio. É como quando me esqueço das muletas em casa. E das vezes que gentilmente entalávamos robalos nos aros livres da máquina da loiça? Nunca conseguimos reanimar nenhum, pois não? Nem mesmo depois das terapias cárdio a 750W no micro-ondas.
Recolho com surpresa que ainda te insuflo volumes na membrana do miocárdio.
Quando me deixaste foi tudo tão rápido, tão vigoroso. Fechares o bico de Bunsen à nossa relação foi como fechares a porta do frigorífico depois de uma substituição das borrachas por exemplares novos da Bosch. Sucção de lábios, vácuo total.
Passou tempo. Os ponteiros do relógio deram voltas tão rápidas quanto as lâminas da 1-2-3. Num ápice tudo mudou. Deixei de comer tostas. A torradeira avariou com os resíduos de Dentagard que pingaram lá para dentro. Não me pus a arranjá-la. Esqueci.
Eu também não sei.

A tua,
Lua
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

gajomailindo
Brochura
Posts: 42
Joined: 18 Dec 2008 20:13
Location: uma cidade pimba
Contact:

Re: Desafio: Loucura

Postby gajomailindo » 19 Dec 2008 18:46

Aqui te deixo mais um litrinho de transpiração perfumada a óleo de batata frita nas letrinhas que se querem sinceramente palpitantes de um obrigadinho digital. :smile:
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Sed nulla purus, ultrices at, imperdiet in, faucibus eget, lacus. Cum sociis natoque penatibus et magnis dis parturient montes, nascetur ridiculus mus. Nunc egestas ullamcorper diam. Nulla est nisi, placerat ut, accumsan non, varius eu, pede.

gajomailindo
Brochura
Posts: 42
Joined: 18 Dec 2008 20:13
Location: uma cidade pimba
Contact:

Re: Desafio: Loucura

Postby gajomailindo » 19 Dec 2008 19:11

Cara Querida,

Nunca cheguei a receber a carta a que respondo agora. Não espero.
Foi há tanto tempo que te escrevi. Esqueci-me.
A tua avó morreu. Nem sei porque quis fugir com ela.
Os meus dedos estão frios e o nariz dela está demasiado longe.
Ainda estou cansado, mas não tenho fome.
Tenho o electrodoméstico desligado, mas ainda gosto de molho tártaro.
Desapareço. Sem as tuas marcas.

Meu,
Eu
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Sed nulla purus, ultrices at, imperdiet in, faucibus eget, lacus. Cum sociis natoque penatibus et magnis dis parturient montes, nascetur ridiculus mus. Nunc egestas ullamcorper diam. Nulla est nisi, placerat ut, accumsan non, varius eu, pede.

User avatar
azert
Edição Única
Posts: 2705
Joined: 14 Sep 2007 12:30
Location: Braga
Contact:

Re: Desafio: Loucura

Postby azert » 19 Dec 2008 20:13

Uou!! Isto por aqui anda deveras animado! :pcorn:
Image Image

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Desafio: Loucura

Postby Samwise » 19 Dec 2008 20:20

(... o malandro não recebeu a carta... ou assim o diz...espera aí que já acertamos contas...)


Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Desafio: Loucura

Postby Samwise » 19 Dec 2008 21:06

Querido Caro,

Quando partiste tive uma relação intempestiva com a máquina panificadora da cafetaria à esquina da rua. Ela fazia pãezinhos de leite. Eu comia-os uns atrás dos outros, com manteiga de alho. Durou seis meses. Depois acabou. O padeiro trocou-a por um modelo mais recente, com temporizador digital. Só então senti a tua perda. Partiu-se-me o coração.
Guardarei para sempre a noite em que fomos ao cemitério de automóveis, à sucata, à socapa, e nos entregámos um ao outro sobre aquele chassis de mercedes 200. A lua brilhava intensamente, refulgia nas dobras contorcidas dos para choques empilhados. No outro dia recebi no correio uma brochura promocional da Worten. Nos nossos dias não enviavam pornografia ao domicílio. Era tudo mais simples, mais intenso. Agora prensam os carros até ficarem cubos de meio metro de aresta.
Não recebeste nenhuma carta porque rasguei todas as que te escrevi. Menos a última, que mandei para a morada errada.

Beijos intenssssamente, por algo que já não existe,
Tua
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
pco69
Cópia & Cola
Posts: 5487
Joined: 29 Apr 2005 23:13
Location: Fernão Ferro
Contact:

Re: Desafio: Loucura

Postby pco69 » 08 Jan 2009 14:47

Primeiro amor
Um AT 286 com um disco de 40MB e 1M de memória
FDISK para cá
FDISK para lá
MS.DOS 3.3, ultima versão
Foi amor à primeira vista
Após dois anos de de namoro, decidimos por comum acordo a separação

Alguns anos sem amor...
Esta vida é dificil!

O amor reacende-se com um Pentium 60hz
Disco 400MB, 1G de memória
Windows 95 para amar loucamente
Foi a loucura
Noites e noites de amor louco
Placa de som encomendada do estrangeiro
Made in Taiwan, com desvio pelos USA
Configuração de ratos, impressoras até à espantosa aquisição de modem
56K !!!!
Uma maravilha da natureza
Mas o amor não é eterno

Pentium II a 550mhz
Disco de 1.700G
Gravador de CD, que maravilha
Paixão assolapada por longos anos
Windows 98, second edition
Sentimo-nos nas nuvems
Acrescentar disco de 4G
Upgrade de amor
Configuração de Windows XP
O amor não resiste à violencia
Separação de comum acordo
Novamente

Mas um homem já não pode viver sem amor
Athlon 64Bits
Gravador de DVD, parece um colchão de penas para explanar o nosso amor
Windows XP para a noite de núpcias
Scanner de ligação USB
Ligação Internet ADSL de alto débito
Mas como todos os casais, temos as nossas divergencias

Queimaste a tua fonte de alimentação!
De propósito!
Só para me irritar!
Eu vingo-me
Comprei um router sem fios
Mas tu continuas irritada
Não me deixas configurar o router
Estou quase a ficar louco.......
Fenómenos desencadeantes de enfarte do miocárdio

Esforços físicos, stress psíquico, digestão de alimentos, coito, tempo frio, vento de frente e esforços a princípio da manhã.

Ou seja, é extremamente perigoso fazer sexo ao ar livre com vento de frente, após ter tomado o pequeno almoço numa manhã de inverno...

User avatar
azert
Edição Única
Posts: 2705
Joined: 14 Sep 2007 12:30
Location: Braga
Contact:

Re: Desafio: Loucura

Postby azert » 08 Jan 2009 15:37

Todo este delírio em volta de electrodomésticos faz-me lembrar, com as devidas diferenças, o "Crash" do Cronenberg. :mrgreen4nw:

pco, a tua ideia está com piada, acho só que merecia ser um nadinha mais desenvolvida no que diz respeito ao envolvimento máquina-homem*. Reduziste-te, praticamente, a uma questão de aquisição/troca.



* (Pelo que tens escrito aqui, já estou mesmo a ver como seria um desenvolvimento deste texto. Mas claro, podes sempre surpreender... :rolleyes: )
Image Image

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Desafio: Loucura

Postby Samwise » 08 Jan 2009 17:01

Ligando um desafio ao outro...

Obsessão Digital

Entrei na sala e fui surpreendido pela velha motherboard do portátil, aquele que abandonei à porta de casa, encostado ao contentor do lixo, depois de um pico de corrente ter estoirado com a fonte de alimentação. Oito meses depois regressava ao lar, talvez para reviver a saudade, talvez para curar feridas que haviam ficado por sarar.
Sentei-me à sua frente e cruzei a perna. Encontrava de novo a companheira de loucuras partilhadas a dois, devaneios até altas horas da noite, a responsável por uma intermitente relação de electricidade estática em limite de tensão. Olhar para ela, observar aquela figura esguia, recortada de origem numa linha de montagem em série, à força de maquinaria industrial calibrada ao nível da precisão infinitésimal, ao fim deste tempo todo, foi como carregar num botão de reset a frio.
Os circuitos integrados ligados por veiazinhas brancas bem delineadas contra o fundo verde, de vértices a 90º, a cablagem colorida despenteada - apêndices erógenos arrancados como que à bruta das respectivas fontes sensoriais -, os slots de barramento PCI alinhados ao alto, vagos, à laia de vulvas por satisfazer, sedentos cada um deles de um encaixe bem apertado, e o vale geométrico de conexão do processador, centro de toda a actividade lógica binária, amas-me, não me amas, uma planície abandonada, metalicamente nua, expectando um novo coração para voltar a debitar mega-ciclos de herts a cada batimento de vida, a cada pressão no teclado, a cada deslizar de epiderme no touchpad.

Como estás, minha querida? Vai um DIMM de 4 Gigas?

Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
azert
Edição Única
Posts: 2705
Joined: 14 Sep 2007 12:30
Location: Braga
Contact:

Re: Desafio: Loucura

Postby azert » 08 Jan 2009 17:44

Uau! :notworthy:
<!--sizeo:1-->[size=50]<!--/sizeo-->
<!--sizeo:1-->[size=50]<!--/sizeo-->Os circuitos integrados ligados por veiazinhas brancas bem delineadas, de vértices a 90º, a cablagem colorida despenteada - apêndices erógenos arrancados como que à bruta das respectivas fontes sensoriais -, os slots de barramento PCI alinhados ao alto, vagos, sedentos cada um deles de um encaixe bem apertado, e o vale geométrico de conexão do processador, centro de toda a actividade, um buraco abandonado, nu, expectante, aguardando um novo inquilino para voltar a debitar mega-ciclos de herts a cada batimento de vida. <!--sizec-->[/color]<!--/sizec-->


A tua veia Geek em todo o seu esplendor! :mrgreen4nw: <!--sizec-->[/color]<!--/sizec-->
Image Image

Pedro Farinha
Edição Única
Posts: 3298
Joined: 03 Apr 2005 00:07
Contact:

Re: Desafio: Loucura

Postby Pedro Farinha » 08 Jan 2009 21:53

Eles espiam-me.

Mal entro em casa dou com eles, os seus pequenos olhos brilhantes luminosos. Quase todos vermelhos para verem melhor no escuro. Dirijo-me à sala e são mais que as mães, escondem-se nos interstícios da televisão, do vídeo, da aparelhagem ou do DVD. Os seus minúsculos olhos registam o que eu faço. De cada vez que pego no comando piscando em conformidade enquanto enviam os dados para o PC que me aguarda no escritório. Sei que é o quartel general deles. Aí não há olhos vermelhos, mas uma fileira de luzes verdes faz a continência à luz laranja sempre a piscar enquanto envia os dados para o ciberespaço. Os meus dados. A minha vida.

Viro a cabeça para o lado para disfarçar, sei que se descobrirem que dei por eles estou feito. Sairão dos seus esconderijos electrónicos e percorrerão as tábuas alinhadas no soalho para me treparem pelas pernas a cima e alojarem-se no meu corpo. Já vi outros humanos transformados em ciborgues. A minha mulher por exemplo. Lembro-me bem como era dantes, os seus olhos cor de mel, a forma como olhava para mim.... mas agora, eles transformaram-na, fica vidrada no seu portátil ou na televisão. apaixonou-se pela bimby e pela nespresso. A electrónica converteu-lhe o cérebro.

Podem pensar que estou a ficar louco, mas eu tenho provas. Até o PC069 conhecido por.. enfim por..., vocês sabem. Perdeu a cabeça por um computador.

Já não há saída. Vou enviar esta mensagem de socorro e correr para a cave. Lá eles não entram, e em último caso há uma trave forte que atravessa a cave de lés a lés. E corda. Desço as escadas mas o telemóvel vibra. está a avisá-los pela certa. Atiro-o para o chão e corro baixando o alçapão atrás de mim. Está escuro como breu, mas no meio da escuridão espessa vejo uma luz vermelha a espreitar-me ao fundo. Deve ter-se escondido por detrás do acumulador. Eles estão em toda a parte, já chegaram à cave.

Abro a porta que dá acesso à rua e fujo para o meu carro. Mal tento pegar na chave abre-se um olho vermelho na mesma. Quatro olhos laranja acendem-se no carro e voltam a apagar-se. Fujo a berrar pela rua fora e desmaio.

Quando acordo estou na psiquiatria. O médico sorri-me e sinto-me mais aliviado, até que percebo que me vai levar para os electrochoques.

User avatar
pco69
Cópia & Cola
Posts: 5487
Joined: 29 Apr 2005 23:13
Location: Fernão Ferro
Contact:

Re: Desafio: Loucura

Postby pco69 » 08 Jan 2009 22:06

Pedro Farinha wrote:(...)
Podem pensar que estou a ficar louco, mas eu tenho provas. Até o PC069 conhecido por.. enfim por..., vocês sabem. Perdeu a cabeça por um computador.
(...)

:lol2: :lol2: :lol2:
Fenómenos desencadeantes de enfarte do miocárdio

Esforços físicos, stress psíquico, digestão de alimentos, coito, tempo frio, vento de frente e esforços a princípio da manhã.

Ou seja, é extremamente perigoso fazer sexo ao ar livre com vento de frente, após ter tomado o pequeno almoço numa manhã de inverno...


Return to “Desafios BBdE”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest