O Inspector da ASAE

O lugar onde são arquivados os textos mais antigos de membros ainda sem espaço próprio.
LexPython
Brochura
Posts: 35
Joined: 10 Apr 2008 16:31
Contact:

O Inspector da ASAE

Postby LexPython » 19 Apr 2008 19:30

Este é um dos meus últimos sketches. É a continuação do "OMO SEXUAL", que terminava com um drogado a preencher o livro de reclamações dum traficante.

LIGAÇÃO: Após ter preenchido o livro, o drogado decide apresentar queixa à própria ASAE, fazendo uma chamada pelo telemóvel. Uma mulher atende, dizendo que irá informar o inspector o quanto antes, mas avisando que ele hoje não poderá fiscalizar o traficante, pois tem já outro estabelecimento para visitar...


<div align="center"><!--sizeo:5-->[size=150]<!--/sizeo-->UM DIA NA VIDA DUM INSPECTOR DA ASAE<!--sizec-->[/color]<!--/sizec-->
</div>
<div align="center">Ideia and Script © Lex Ferreira AKA LexPython</div>


Um pequeno escritório. Um homem está sentado na secretária a tratar da papelada.



Voz: À primeira vista, José Marques parece ser um homem normal. Mas o que a maioria das pessoas não sabe é que, por detrás deste ar de parvo está um inspector da Autoridade para a Segurança Alimentar e Económica. Hoje vamos acompanhá-lo nas suas actividades enquanto fiscal da ASAE.



A cena muda para a entrada dum restaurante chinês. O fiscal entra. A cena muda agora para o interior desse restaurante. O fiscal, vestido à civil aproxima-se dum empregado chinês.



Fiscal: Será que eu poderia visitar a cozinha deste restaurante?



Chinês: Hã… isso não sel possível… cliente vil pala comel, não pala visital cozinha de lestaulante.



As luzes apagam-se, deixando tudo negro durante umas milésimas de segundo, após as quais a luz regressa. O fiscal está agora vestido com um longo casaco de pele preto e com um chapéu de aba larga, também preto. O chinês fica bastante surpreendido.



Fiscal: (mostra um distintivo) Sou um inspector da Autoridade para a Segurança Alimentar e Económica. (o chinês fica bastante assustado) Onde é a cozinha?



Chinês: (muito nervoso) Cozinha estal mui limpa, senhol fiscal não plecisal de peldel tempo a inspecional.



Fiscal: Eu não pergunto mais vez nenhuma. Onde é que é a cozinha?



O chinês, borrado com medo, aponta para uma porta. A cena muda para o interior da cozinha do restaurante chinês, onde trabalha um cozinheiro chinês, e que se encontra bastante suja. Há uma despensa, uma arca frigorífica, móveis, um fogão velho e uma mesa com uma toalha tão grande que chega ao chão.



Fiscal: Posso ver onde armazenam a comida?



Cozinheiro: (abre a despensa) Aqui, senhol. Nossa comida estal em boas condições, clientes não se queixal.



Fiscal: (dá uma vista de olhos pela despensa) Muito bem, está melhor do que eu pensava… (pega numa embalagem de manteiga) oiça lá, mas isto… (observa melhor a caixa) isto está fora de validade!



Cozinheiro: Senhol fiscal estal enganado… chinês tel mui higiene… chinês sel asseado… restaulante limpinho…



Fiscal: Diz aqui: "válido até seis de Agosto"…



Cozinheiro: Então estal na validade, hoje sel quatlo de Janeilo…



Fiscal: Pois, mas era seis de Agosto de 1994!



Cozinheiro: (pensa um bocado) Ah, mas sel 1994 do calendálio chinês. Chinês tel calendálio difelente de poltugues. Chinês tel anos difelentes…



Fiscal: Hum… é verdade… mas eu pensava que vocês estavam mais adiantados que nós… pensava que vocês já estavam no ano quatro mil e tal…



Cozinheiro: Hã… não, nós antigamente estal mai adiantado, mas depois acabalam-se os númelos e tivemos de começal a contal do início outla vez.



Fiscal: …E já chegaram ao ano 1994?



Cozinheiro: Chinês tlabalhal muito, chinês esfolçado…



Fiscal: (após olhar em redor) Então e o que é aquilo? (aponta para um calendário chinês pendurado na parede que diz "Feliz 4705 Ano do Porco")



Cozinheiro: Hã… (muda de conversa) chinês sel limpinho, chinês ganha pouco…



Fiscal: Ano do porco… uns bons porcos vocês me saíram… onde é que é o vosso frigorífico?



O cozinheiro chinês aponta para uma espécie de arca frigorífica.



Fiscal: (abre a arca) Ora vejamos… (pega num saco de plástico com duas postas de peixe lá dentro) isto está fresco, ao menos?



Cozinheiro: Peixe de restaulante chinês sel semple flesco. Esse sel peixe mui saboloso, vindo dilectamente de China…



Fiscal: Ah veio da China? (abre o saco e tira uma posta) Deve estar num bom estado!



Cozinheiro: Peixe estal mui flesquinho…



A posta que o fiscal agarra começa a desfazer-se, tornando-se líquida.



Fiscal: Mas que porcaria vem a ser esta! Você chama a isto fresco?



Cozinheiro: Mas estal flesquinho! Há dois meses que estal em fligolifico, estal flio, flesquinho! Fligolifico sel flesquinho!



Fiscal: É assim, eu na China não sei como é, mas cá em Portugal, peixe fresco significa que foi pescado há pouco tempo… e não que está frio! É fresco, mas não nesse sentido!



Cozinheiro: Mas assim não sel tão saboloso! Peixe chinês sel como vinho poltugues: fica melhol com o tempo!



Fiscal: Vamos ver mais coisas… (mexe no interior da arca frigorífica) mas… (pega num saco de plástico que tem aquilo que parece ser a carne dum coelho muito grande) isto… isto é…



Cozinheiro: (muito assustado) Isso sel… calne de coelho…



Fiscal: É um coelho muito grande!



Cozinheiro: Sel uma laça chinesa, coelho gigante de Xiao Ping.



Fiscal: (observa melhor a carne) Desde quando é que os coelhos têm dentes caninos!?



Cozinheiro: Hã… coelho gigante de Xiao Ping sel especial… mui saboloso, clientes nunca se queixal… chinês ganha pouco…



Fiscal: Isto é um cão, não é? Confesse lá! (o chinês olha para o chão) Olhe, eu sei que na China vocês comem cães… mas cá isso é proibido!



Cozinheiro: E gatos?



Fiscal: Gatos também não. (olha para a mobília) Onde é que vocês têm a louça?



O cozinheiro chinês mostra uma prateleira onde se encontram vários tachos e panelas. O fiscal pega num deles e destapa-o.



Fiscal: (surpreendido) Mas… mas que badalhoquice vem a ser esta!? Este tacho está mal lavado! Melhor dizendo, ele nem sequer foi lavado!



Cozinheiro: Pala quê laval tacho?



Fiscal: "Para quê"? Em Portugal é costume lavarem-se os tachos, ou você não sabe? Aliás, não é só em Portugal, em todo o mundo desenvolvido se lavam os tachos! É de lei lavarem-se os tachos! É falta de higiene não se lavarem os tachos! É estúpido não se lavarem os tachos!



Cozinheiro: Ma… mas assi comida peldel sabol extla!



Fiscal: "Sabor extra"? Olhe, sabe que mais? Não tenha outra opção senão encerrar este estabelecimento!



O cozinheiro chinês olha o fiscal de lado e começa a dizer palavras em chinês, enquanto tira um maço de tabaco do bolso. Quando se preparava para pôr o cigarro na boca, o fiscal tira-lho da mão.



Cozinheiro: (muito zangado) Fiscal tilal cigalo de chinês! Fiscal sel ladlão! Fiscal sel malcliado!



Fiscal: Não sou malcriado. O que acontece é que é proibido fumar dentro de estabelecimentos comerciais! Ou você não sabia?



Subitamente, ouve-se aquilo que parece ser um cacarejo duma galinha.



Fiscal: (olhando de um lado para o outro) Mas… que raio foi isto?



Cozinheiro: O quê?



Fiscal: Você não ouviu?



Cozinheiro: Chinês não ouvil nada…



O som do cacarejo torna-se a ouvir.



Fiscal: Mas que raio…



O fiscal aproxima-se da mesa que tem uma toalha tão grande que a cobre completamente, tocando o chão. Ele pega na dita toalha e retira-a, revelando que debaixo da mesa estavam cinco galinhas.



Fiscal: (surpreendido) Desta não estava a espera. (a gritar) Mas que palhaçada vem a ser esta? Isto é um restaurante ou é uma capoeira?



Cozinheiro: Isso… isso sel calne flesquinha! Já que chinês não tel peixe flesco…





Fim (mas continua...)



SKETCH © Alexandre "Lex" Ferreira





PS: APESAR DE ESTE SKETCH CONTER CHINESES DE COMPORTAMENTO DUVIDOSO, NÃO QUERO COM ISSO DEFENDER QUALQUER IDEAL RACISTA OU XENÓFOBO, NEM TÃO POUCO INSINUAR QUE O POVO CHINÊS É MAL-EDUCADO.

Maloveci
Livro de Bolso
Posts: 239
Joined: 16 Mar 2005 23:27
Location: Jamaica man !!
Contact:

Re: O Inspector da ASAE

Postby Maloveci » 17 Aug 2008 00:01

Hilariante :rofl2: :rofl: :rofl2: :rofl: ...mas...

Na secção Prosa ? :ohmy:
<!--coloro:#0000FF--><span style="color:#0000FF"><!--/coloro-->Desabafas??? Eu também... Estou aqui: <!--colorc--></span><!--/colorc--> <!--coloro:#9932CC--><span style="color:#9932CC"><!--/coloro-->maloveci@jamaicans.com<!--colorc--></span><!--/colorc-->


Return to “Arquivo”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 4 guests