Page 1 of 1

Estás distante há demasiado tempo!

Posted: 27 Aug 2008 22:06
by Cat Skywalker
Estás distante há demasiado tempo!

Há tanto tempo que, quando me tento lembrar de ti, mal consigo desenhar as linhas do teu rosto na minha mente, Só me vem à memória a tua voz… Sim, essa voz é inolvidável por mais tempo que passe. Não sei porquê… Só sei que ressoa permanentemente nos meus ouvidos, permanece comigo, sempre.

Também não esqueço o teu cheiro. Carolina Herrera 212. Há algo nesse perfume. É forte e penetrante e viril e reconfortante. Como a tua voz. Como tu.

Dantes chegava a ir ver as fotografias tuas que tenho guardadas, mas deixei-me disso. Não têm o teu cheiro, a tua voz, o teu toque. Não és tu, só uma reprodução barata de algo maravilhoso que eu possuo. Não gosto das tuas fotografias porque não quero meras reproduções, só aceito e só adoro aquilo que és na íntegra, o pacote completo, com todos os defeitos perfeitos.

Nada disto faz sentido, eu sei. E, ao fim de tanto tempo a reflectir, descobri que nunca fará sentido. Considero seriamente a hipótese de não querer que alguma vez venha a fazer sentido.

Estar contigo, conversar contigo, rir-me contigo, isso faz sentido. E, de tudo aquilo que temos, o que mais sentido faz é reconfortar-te, ouvir-te desabafar e perceber que não contaste aquilo que me estás a dizer a mais ninguém.

Querer-te é apenas algo com que aprendi a viver e a que já me habituei a gostar, de vez em quando. É algo que já consigo ligar e desligar quando é preciso, mas que não quero abandonar. Tem um toque de comodidade, algo a que não estou acostumada e que geralmente não aprecio.

As coisas estão óptimas do modo como são actualmente, quero mantê-las assim e sei que tu também.

Mas tenho saudades e sinto a falta de estar contigo, só contigo. Porque mudas, nunca perceberei porquê, mas mudas tremendamente quando estamos só nós dois e é essa parte de ti que adoro, aquela que é minha. Única e exclusivamente minha.

Vem, estás distante há demasiado tempo!