Digital VS Analógico

User avatar
pco69
Cópia & Cola
Posts: 5488
Joined: 29 Apr 2005 23:13
Location: Fernão Ferro
Contact:

Digital VS Analógico

Postby pco69 » 11 Jun 2014 16:09

Já aconteceu à industria de música. Já aconteceu e está a contecer à industria jornalística. Poderá vir a acontecer à industria livreira.

O Digital está a sobrepor-se ao analógico. :P

Agora não previa que isso pudesse vir a acontecer à industria taxista :o :pipoca:

http://www.publico.pt/mundo/noticia/tax ... 1639480#/0


.Taxistas europeus em guerra contra aplicação para telemóvel
Por Cláudia Bancaleiro
11/06/2014 - 13:04

App da Uber está a provocar greves e protestos em cidades europeias. Empresa acusada de "concorrência desleal".


Nos aeroportos nos arredores de Paris não há táxis nas praçasFRED DUFOUR/AFP1 / 7Showing image 1 of 7 8 Multimédia
TópicosTransportes
Greve
AplicaçõesMaisServiços como os da Uber não são bem-vindos em PortugalLondres, Paris, Madrid, Barcelona, Roma, Milão, Berlim são as cidades europeias onde esta quarta-feira os taxistas pararam, provocaram perturbações no trânsito e protestaram contra uma aplicação norte-americana que está na origem da fúria das empresas de táxi licenciadas e que já recebeu críticas de alguns governos. O serviço polémico pretende facilitar o contacto de um cliente com uma viatura, através do telemóvel, de forma personalizada e sem notas e moedas à mistura.

A Uber exige aos seus motoristas uma série de requisitos para trabalharem na empresa para garantir um serviço personalizado, onde o cliente tem um tratamento personalizado durante a viagem. A aplicação faz o resto. A localização do telemóvel do cliente é detectada por GPS e é-lhe indicado o motorista que se encontra mais próximo. Feito o pedido do serviço, a Uber contacta o taxista, cuja identificação e detalhes da viatura ficam disponíveis no telemóvel do cliente. A tarifa que é aplicada em cada uma das 128 cidades dos 37 países onde a app está activa, pode ser consultada, bem como uma estimativa de quanto custará a viagem. Está prevista ainda a partilha da viatura. No destino, a tarifa é automaticamente cobrada no cartão de crédito do utilizador, ficando pouco espaço para gorjetas.

As primeiras críticas ao serviço de viaturas particulares de transporte, com sede em São Francisco, feitas pelos motoristas afectos a empresas licenciadas europeias é que veio quebrar as regras estabelecidas por Bruxelas para o transporte de passageiros e afectar o seu sustento. Os resultados financeiros que a Uber tem alcançado são mais um ponto que alimenta o protesto dos taxistas. Segundo uma avaliação recente, a empresa vale cerca de 17 mil milhões de dólares (12,5 mil milhões de euros), muito devido ao investimento de grupos como a Goldman Sachs ou o Google.

Esta quarta-feira, dezenas de milhares de taxistas protestaram contra o crescente monopólio que esta e outras aplicações estão a ter no sector e a concorrência das viaturas de turismo com motorista. Em Londres, mais de 12 mil táxis vão parar o trânsito na zona central de Trafalgar Square, esta tarde. Em França, os protestos estão concentrados junto aos aeroportos de Orly e de Roissy, perto de Paris, mas as federações de táxis têm previstas manifestações em Lyon, Marselha e Nice.

Em Itália, o dia é de greve a viagens com um custo superior a dez euros em Roma, para se aproximarem do valor cobrado pela concorrência feita pelas novas tecnologias. Em Milão, paragem total também entre as 8h e as 22h de Lisboa. O Ministério dos Transportes italiano considerou mesmo “ilegal e de prática imprópria” a app da Uber e exigiu que esta cumpra as regras de transporte em Itália.

Espanha está a registar paralisações de 24 horas em várias cidades desde as 6h. As duas maiores federações de táxis em Madrid e empresas em Barcelona (única cidade espanhola com acesso à Uber) conseguiram que as praças estivessem vazias junto a aeroportos, estações de comboios e nas zonas centrais. Os táxis brancos vão apenas aceder ao transporte de doentes, deficientes e mulheres com crianças. Na capital espanhola, a manhã está a ser marcada por paragens no trânsito devido aos protestos que os taxistas estão a fazer com as suas viaturas. O ministério espanhol do Fomento alertou, na terça-feira, que as companhias ou motoristas que ofereçam serviços semelhantes ao da Uber podem incorrer no pagamento de multas até 6000 euros, enquanto os utilizadores arriscam-se a pagar 600 euros.

Berlim e Hamburgo terão desfiles de táxis que prometem parar o trânsito contra a “concorrência desleal” da Uber e os seus motoristas sem licença. Na capital alemã, perto de mil táxis protestaram entre 11h e as 13h de Lisboa, provocando o caos no trânsito entre o Estádio Olímpico e o Aeroporto de Tegel, na Estação Central de Berlim e na estação de Südkreuz.

“Estão a matar-nos”
Mick Fitz, taxista há vários anos em Londres, desabafou à Reuters sobre os prejuízos que a Uber está a provocar no sector. “Estão a matar-nos, a deixar-nos esfomeados”. “Com o seu taxímetro, as aplicações que usam, a sua tecnologia, são basicamente taxímetros e não taxistas”, sublinhou o profissional, referindo-se ao facto de os motoristas ao serviço da empresa norte-americana não terem licença.

Ao El Mundo, uma taxista espanhola realçava também a questão das licenças. “Creio que vou morrer sem ter conseguido pagar os 155 mil euros que custou a minha licença”. “É muito injusto que nos exijam controlos, nos imponham uma normativa, paguemos impostos de mil maneiras e que depois haja esta gente”, lamentou.


Fenómenos desencadeantes de enfarte do miocárdio

Esforços físicos, stress psíquico, digestão de alimentos, coito, tempo frio, vento de frente e esforços a princípio da manhã.

Ou seja, é extremamente perigoso fazer sexo ao ar livre com vento de frente, após ter tomado o pequeno almoço numa manhã de inverno...

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13871
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Digital VS Analógico

Postby Thanatos » 11 Jun 2014 19:18

Quanto a isso do digital vs. analógico nunca entendi isso como uma proposição de tudo ou nada. Com a invenção do automóvel não mataram os cavalos e os burros, pois não. Aliás melhor exemplo que o ressurgimento do vinil não deve haver. Irá sempre haver meia dúzia de info-excluídos que se estão nas tintas para o digital.

E neste caso os táxis continuam a existir, os tradicionais é que lhes custa a adaptarem-se, principalmente quando deixam de poder ir do aeroporto da Portela ao Marquês do Pombal via Sintra. :twisted:
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
pco69
Cópia & Cola
Posts: 5488
Joined: 29 Apr 2005 23:13
Location: Fernão Ferro
Contact:

Re: Digital VS Analógico

Postby pco69 » 11 Jun 2015 15:49

Acho que encaixa neste tópico :whistle:

http://www.bloomberg.com/news/articles/ ... -books-tax

Amazon’s European Base Luxembourg Sued by EU on E-Books Tax
by Aoife White

February 21, 2013 — 6:21 PM GMT

Feb. 21 (Bloomberg) -- Amazon.com Inc.’s European base of Luxembourg as well as France face European Union lawsuits over their low value-added tax rates for e-books, which the EU claims hit sales elsewhere in the 27-nation bloc.

The European Commission is suing both countries in the European Court of Justice for breaching rules that ban reduced VAT rates for e-books, the regulator said in a statement today. Luxembourg charges 3 percent VAT on e-books and France 7 percent. The commission said they should charge the standard rate -- 15 percent in Luxembourg and 19.6 percent in France.

The low rates are hurting sales of e-books in other EU countries and creating “serious distortions of competition,” the Brussels-based authority said.

Amazon has its European headquarters in Luxembourg, allowing the world’s largest retailer to charge 3 percent on e-book sales. VAT rates on other items are charged in line with tax rates in customers’ home countries. Finance ministries and publishing industry groups have complained to the commission over “the negative effect on sales on their domestic markets” the low tax rates have, the commission said in the statement.

Luc Frieden, Luxembourg’s finance minister, said his government was pleased the EU’s highest court will rule on the issue.

“We actually welcome the decision to send the case to the EU Court of Justice so the court can tackle the question whether we have a modern Europe that supports e-commerce or whether it wants to punish e-commerce,” Frieden said in a telephone interview today. “This is a very important question for the future of Europe.”

Amazon’s press offices in the U.K. and the U.S. didn’t respond to calls and e-mails seeking comment. France’s finance ministry didn’t immediately respond to a call seeking comment.

As part of a revamp of Europe’s VAT system, the commission plans to make proposals by the end of the year to overhaul the different tax treatment of e-books and printed books. Any new rules would take effect in 2015, it said.

To contact the reporter on this story: Aoife White in Brussels at awhite62@bloomberg.net.

To contact the editor responsible for this story: Christopher Scinta at cscinta@bloomberg.net
Fenómenos desencadeantes de enfarte do miocárdio

Esforços físicos, stress psíquico, digestão de alimentos, coito, tempo frio, vento de frente e esforços a princípio da manhã.

Ou seja, é extremamente perigoso fazer sexo ao ar livre com vento de frente, após ter tomado o pequeno almoço numa manhã de inverno...


Return to “Geral”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 12 guests

cron