Algo bastante incomum (em Portugal)

User avatar
pco69
Cópia & Cola
Posts: 5488
Joined: 29 Apr 2005 23:13
Location: Fernão Ferro
Contact:

Algo bastante incomum (em Portugal)

Postby pco69 » 02 Dec 2014 15:37

http://p3.publico.pt/actualidade/educac ... sconhecido

As propinas de Vinícius foram pagas por um desconhecido
Estudante de engenharia da Universidade do Porto recebeu um e-mail anónimo a oferecer o pagamento das propinas do presente ano lectivo. Vinícius Ginja foi o primeiro — e tanto quanto se sabe, o único — a responder

Texto de Ana Maria Henriques • 02/12/2014 - 11:07
Distribuir
Share on facebookShare on emailMore Sharing ServicesImprimir //
A A

Vinícius Ginja não foi o único estudante da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) a receber um e-mail, anónimo, de um antigo aluno da instituição que se oferecia para pagar as propinas do presente ano lectivo. Foi, isso sim, o primeiro a responder e, no espaço de 20 minutos, as suas propinas foram pagas.

O estudante do quinto ano do mestrado integrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores estava, na altura (início de Setembro último), a estagiar numa empresa da Maia, junto com outros colegas de curso que também receberam o e-mail anónimo — mas que decidiram ignorar. Aliás, o e-mail “deve ter sido enviado para centenas de alunos”.

“Como ex-aluno desta faculdade sei como é difícil estudar nos tempos que correm, portanto, agora que tenho uma vida estabilizada monetariamente, decidi pagar as propinas totais de um dos alunos do meu antigo curso em gesto solidariedade.” Assim começava o e-mail, enviado a partir de um endereço “provavelmente criado para o efeito”, disse ao P3 o jovem de Vila Nova de Gaia.

Vinícius, de 21 anos, respondeu “em três ou quatro minutos”, com a referência de pagamento Multibanco gerada pela plataforma da FEUP, tal como o alegado ex-aluno pediu. “Não há nada nestes códigos que vos identifique, portanto penso que não tem ‘mal’ absolutamente nenhum”, frisava o desconhecido. Depois de lhe agradecer os 1000 euros, Vinícius ainda tentou combinar um encontro pessoalmente, mas sem sucesso.

“Não faço a mínima ideia de quem seja, mas tenho uma grande convicção que seja um professor da FEUP”, adiantou o jovem, uma vez que o próprio anónimo deu a entender tal ligação. “Decidi não enviar este e-mail com a minha entidade da FEUP pois preferia manter o anonimato, peço-vos a vossa compreensão nesse aspecto”, pode ler-se na troca de correspondência entre ambos que o P3 pôde confirmar.

O finalista não sabe ao certo se foi o único a responder, mas desconfia que sim. “Acho que as pessoas são muito incrédulas. Eu não vi nada, nas palavras do senhor, que não me parecesse verdade. Como é que isto podia ser SPAM? Não era sequer incomodativo ou inconveniente, não havia qualquer problema nem risco, em termos de segurança”, justifica Vinícius, que ficou com a sensação de se tratar de um homem. “Eu não tive nenhumas dúvidas, daí ter respondido tão rápido. Nem consegui trabalhar mais nesse dia.”

Em 2015, o estudante bolseiro vai fazer um estágio na Intel, na Holanda, país onde também fez um semestre de Erasmus durante o curso. O dinheiro vai ser utilizado em despesas durante esse período. No futuro gostava de um dia fazer algo do género, “numa espécie de solidariedade em cadeia”. “Tenho mais do que obrigação, nunca mais me vou esquecer do que fizeram por mim”, admitiu.

Da parte da FEUP não houve qualquer envolvimento, garantiu ao P3 fonte do gabinete de comunicação da faculdade. A instituição soube do caso através da notícia avançada pelo Canal Superior.
Fenómenos desencadeantes de enfarte do miocárdio

Esforços físicos, stress psíquico, digestão de alimentos, coito, tempo frio, vento de frente e esforços a princípio da manhã.

Ou seja, é extremamente perigoso fazer sexo ao ar livre com vento de frente, após ter tomado o pequeno almoço numa manhã de inverno...

Return to “Geral”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 6 guests