Botas verde-alface/

User avatar
White Rabbit
Manifesto
Posts: 50
Joined: 02 Apr 2008 09:48
Location: Secção de perdidos e achados
Contact:

Botas verde-alface/

Postby White Rabbit » 03 Apr 2009 19:34

Este fim de semana comprei uma coisa que nunca pensei em comprar: um par de botas verde-alface. Encontrei-as numa loja de chineses mesmo no centro de Portalegre, e confesso que não me passaria pela cabeça comprar calçado dessa cor, o que raio usaria para combinar com umas botas verde-alface, bicudas e de salto alto, mas o preço fez-me decidir comprá-las, uns meros cinco euros, e é claro que sei que não irão durar muito, e que daqui a uns tempos hão-de estar completamente desfeitas, só que ainda assim trouxe-as para casa, e de cada vez que olho para elas ponho-me a pensar em como é possível uma coisa destas, quanto é que pagarão à mão-de-obra que fez aquele par de botas, cortar as peças, cosê-las, meter as gáspeas nas formas, colar as solas e os saltos e depois embalá-las, se os salários já são tão baixos, e recordo-me de em tempos ter trabalhado durante dois meses no Verão para poder comprar os livros da escola porque as coisas estavam más, e lembro-me do que passei na altura, com um fulano mal encarado a cortar as peças com os moldes e o balancé, outro a fresear as bordas, e eu a passar cola de sapateiro nos bocadinhos todos para depois as gaspeadeiras juntarem as peças e cosê-las na máquina de gaspear, e depois de cosidas, queimar as pontas das linhas com uma vela, para depois passar as gáspeas para os sapateiros enfiarem nas formas e meterem os contrafortes para dar corpo ao sapato, e a seguir prendê-los às formas, pregados com preguinhos minúsculos, que eram retirados depois de os sapatos ou botas ou o que fosse ficarem a moldar-se dentro das formas durante vários dias, e a seguir meter os saltos, as viras, as palmilhas, as solas e afins, para a seguir lhes retirarem as formas e passá-los ao acabamento, para tirar os restos de cola, apertar fivelas, fechar fechos, enfiar e apertar os atacadores, e depois enfiar-lhes montinhos de papel para não amassarem e embrulhá-los em papel de seda para por fim serem enfiados nas caixas, e volto a perguntar-me quanto é que pagarão à mão-de-obra que fez aquelas botas verde-alface que custaram cinco euros...
A realidade deveria ser proibida.

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Botas verde-alface/

Postby Thanatos » 03 Apr 2009 20:01

Fogo! Não fazia ideia da trabalheira que era fazer botas! Pensei que já fosse tudo mecanizado.
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
White Rabbit
Manifesto
Posts: 50
Joined: 02 Apr 2008 09:48
Location: Secção de perdidos e achados
Contact:

Re: Botas verde-alface/

Postby White Rabbit » 03 Apr 2009 20:13

Thanatos wrote:Fogo! Não fazia ideia da trabalheira que era fazer botas! Pensei que já fosse tudo mecanizado.



Imagina então se forem botas de criança ou de bebé...
A realidade deveria ser proibida.

croquete
Edição Limitada
Posts: 1038
Joined: 11 Feb 2009 16:29
Contact:

Re: Botas verde-alface/

Postby croquete » 06 Apr 2009 17:43

White Rabbit wrote:Este fim de semana comprei uma coisa que nunca pensei em comprar: um par de botas verde-alface. Encontrei-as numa loja de chineses mesmo no centro de Portalegre, e confesso que não me passaria pela cabeça comprar calçado dessa cor, o que raio usaria para combinar com umas botas verde-alface, bicudas e de salto alto, mas o preço fez-me decidir comprá-las, uns meros cinco euros, e é claro que sei que não irão durar muito, e que daqui a uns tempos hão-de estar completamente desfeitas, só que ainda assim trouxe-as para casa, e de cada vez que olho para elas ponho-me a pensar em como é possível uma coisa destas, quanto é que pagarão à mão-de-obra que fez aquele par de botas, cortar as peças, cosê-las, meter as gáspeas nas formas, colar as solas e os saltos e depois embalá-las, se os salários já são tão baixos, e recordo-me de em tempos ter trabalhado durante dois meses no Verão para poder comprar os livros da escola porque as coisas estavam más, e lembro-me do que passei na altura, com um fulano mal encarado a cortar as peças com os moldes e o balancé, outro a fresear as bordas, e eu a passar cola de sapateiro nos bocadinhos todos para depois as gaspeadeiras juntarem as peças e cosê-las na máquina de gaspear, e depois de cosidas, queimar as pontas das linhas com uma vela, para depois passar as gáspeas para os sapateiros enfiarem nas formas e meterem os contrafortes para dar corpo ao sapato, e a seguir prendê-los às formas, pregados com preguinhos minúsculos, que eram retirados depois de os sapatos ou botas ou o que fosse ficarem a moldar-se dentro das formas durante vários dias, e a seguir meter os saltos, as viras, as palmilhas, as solas e afins, para a seguir lhes retirarem as formas e passá-los ao acabamento, para tirar os restos de cola, apertar fivelas, fechar fechos, enfiar e apertar os atacadores, e depois enfiar-lhes montinhos de papel para não amassarem e embrulhá-los em papel de seda para por fim serem enfiados nas caixas, e volto a perguntar-me quanto é que pagarão à mão-de-obra que fez aquelas botas verde-alface que custaram cinco euros...


Acho que sei onde fica esta loja, por fora parece um edifício antigo fica junto a uns repuchos, até pensei que fosse a Câmara Municipal...por dentro (grande choque) é uma imensa loja chinesa...

User avatar
azert
Edição Única
Posts: 2705
Joined: 14 Sep 2007 12:30
Location: Braga
Contact:

Re: Botas verde-alface/

Postby azert » 06 Apr 2009 18:15

Coelhinho Branco, só para mostrar até onde podem ir os preconceitos, quando li este título não me atrevi a aventurar-me no texto, convencida de que iria encontrar algum parente distante de umas "Sandálias de prata" ou coisa do género. :blush:

Afinal, encontro um recanto que conheço superficialmente (bom, não é o mesmo, mas é semelhante), um atelier de uma loja de Braga - deveria antes preferir o termo português, mais apropriado ao local - nas traseiras de um edifício antigo, cheio de couros e colas e escasso de luz e arejamento.
Image Image

User avatar
pco69
Cópia & Cola
Posts: 5488
Joined: 29 Apr 2005 23:13
Location: Fernão Ferro
Contact:

Re: Botas verde-alface/

Postby pco69 » 07 Apr 2009 10:18

White Rabbit wrote:(...)
volto a perguntar-me quanto é que pagarão à mão-de-obra que fez aquelas botas verde-alface que custaram cinco euros...

Pouco...muito pouco...mas eles estão satisfeitos porque têm trabalho...trabalho escravo, mas trabalho...lá não há nada parecido com a nossa segurança social...quem não tem trabalho, não come...e o membro da familia que trabalha (mesmo sendo criança), alimenta todos os parentes...
Fenómenos desencadeantes de enfarte do miocárdio

Esforços físicos, stress psíquico, digestão de alimentos, coito, tempo frio, vento de frente e esforços a princípio da manhã.

Ou seja, é extremamente perigoso fazer sexo ao ar livre com vento de frente, após ter tomado o pequeno almoço numa manhã de inverno...


Return to “White Rabbit”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 3 guests

cron