Espanto

User avatar
zé.chove
Encadernado a Couro
Posts: 410
Joined: 29 Oct 2007 16:39
Location: Lisboa
Contact:

Espanto

Postby zé.chove » 19 Mar 2010 18:22

Se o coração estremece ao vento sul
A vitalidade do deserto faz vibrar as pálpebras
No ar estrelejam os fogos e os estoiros no ar
Ribombam no coração
E embargam-nos a fala
Tudo se passa no ar
Resplandece a calda de nuvens imemoriais
Descende nas nossas nucas
Desnudas o arrepio sideral
E trota no espaço o trovão
Num segundo o dia rasga a noite
No paladar um travo a azul petróleo
Impressões digitais indeléveis na súbita
memória sequiosa de mudanças arrebatadoras
uohoooooohaaa
enche me de paixão

Return to “Zé Chove”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest