As larvas e os ratos

User avatar
Arsénio Mata
Livro Raro
Posts: 1773
Joined: 01 Oct 2009 20:41
Location: Portimão
Contact:

As larvas e os ratos

Postby Arsénio Mata » 20 Mar 2010 00:31

No meio de larvas e ratos
o homem sentia-se prisioneiro
na sua própria alma
sentia as larvas e os ratos
presos dentro de si
e chorava...

O seu corpo uma mera
transparência projectava
sombras na parede,
sombras de uma estória
inacabada
sombras que ele tentava
apagar, desligando a luz.

As larvas e os ratos
banqueteando-se no seu corpo
um festim de podridão
feridas abertas e pustulentas
e os olhos do homem postos
no céu num último acto de fé.

"Perdoa-me senhor"
berrou ele ao céu brilhante
e azul e cinzento e num reflexo
viu a sua face leprosa,
carne virulenta caindo direita ao céu,
num fluxo contínuo de vermelho e roxo.
E a linha recta que se criou,
espaço aberto no tempo que não havia,
que não lhe restava,
proporcionou-lhe um último vislumbre,
antes de os olhos se fecharem.

E ele viu e olhou bem o espelho,
junto ao seu torso já espezinhado,
olhou o espelho e viu um resquício
do que já havia sido um resquício
de quem fora e as lágrimas secaram.

Agora ele era as larvas e os ratos.
Only in the bloodline is this terror exposed
A knife to the eye of modern day times
Exactly what you've worked for.

A price for the pride
I can feel the distance coming
The holes in my lungs
Won't let me take this anymore.

http://umhomemsimpatico.tumblr.com/

Return to “Arsénio Mata”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest

cron