Terra e pó

User avatar
Arsénio Mata
Livro Raro
Posts: 1773
Joined: 01 Oct 2009 20:41
Location: Portimão
Contact:

Terra e pó

Postby Arsénio Mata » 13 Apr 2010 02:42

Vim da terra, sou grãos de pó
os meus pelos são erva rala
em ânsias de serem pasto
agarra-me com força
mostra-me quem sou
saboreia o acre do meu corpo
devolve-me à terra e leva-me
para sempre contigo
dentro da tua boca
cospe o chão quente e sujo
e juntos seremos uma infecção
cada corpo corroído para sempre
um novo irmão, alma de todos

As máscaras de aço caídas
e uma enorme nuvem de terra
por cima de todos nós
cada cicatriz arderá com
a força do nosso sopro
cada corte sarado com o sal
das nossas lágrimas
aí saberão como são verdadeiros
os circuitos internos em curto circuito

Somos todos terra e pó
as nossas máscaras
os nossos chips estão a dar de si.
Em nós.
Only in the bloodline is this terror exposed
A knife to the eye of modern day times
Exactly what you've worked for.

A price for the pride
I can feel the distance coming
The holes in my lungs
Won't let me take this anymore.

http://umhomemsimpatico.tumblr.com/

Return to “Arsénio Mata”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 3 guests

cron