Este foi o país e o mundo

User avatar
Arsénio Mata
Livro Raro
Posts: 1773
Joined: 01 Oct 2009 20:41
Location: Portimão
Contact:

Este foi o país e o mundo

Postby Arsénio Mata » 26 Jun 2015 00:53

Como é que nunca alguém pensou nisto, pensou ele. A verdade é que não era assim tão difícil. Pegar numa faca e enterra-la bem fundo na jugular do pivot das notícias. Estava decidido. Ia fazê-lo. Matar-se-ia a seguir. Não demorou mais do que 3 segundos a medir os prós e os contras. Abençoado o dia em que foi convidado a comentar a violência neste país. Enquanto psiquiatra, enquanto professor catedrático, a sua opinião era válida e tinha fundamento. Tiros aqui e pancadaria ali e ele explicaria porquê. E depois, na altura certa, quando a régie sussurra-se ao ouvido do jornalista o número da câmara para a qual olhar, retiraria a faca de dentro da bota e - zás - num golpe seco e rápido degolaria o pescoço engravatado do seu interlocutor e, logo de seguida, com o sangue ainda quente na lâmina, despojaria o interior do seu próprio ventre na bancada do Telejornal.

Morreria em agonia. A sua cara durante dias, durante anos, exposta em todo o lado. O seu nome amaldiçoado. A sua vida e a vida da sua família regurgitada na imprensa mundial. Era isso, tinha que ser feito. Massacres em escolas e transportes públicos eram brincadeira de crianças.

E porquê? Foda-se, porque não?
Only in the bloodline is this terror exposed
A knife to the eye of modern day times
Exactly what you've worked for.

A price for the pride
I can feel the distance coming
The holes in my lungs
Won't let me take this anymore.

http://umhomemsimpatico.tumblr.com/

Return to “Arsénio Mata”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 3 guests

cron