Promessa!

User avatar
João Arctico
Dicionário
Posts: 537
Joined: 23 Oct 2009 23:16
Contact:

Promessa!

Postby João Arctico » 21 Nov 2009 23:46

A aproximação foi feita à bolina cerrada enquanto o vento ameaçava cada vez mais romper as velas sujas e gastas daquele intrépido veleiro. Planando num céu coberto e cinzento, um bando de gaivotas recebeu aquele navegador solitário com um coro ensurdecedor, confirmando o temporal que se adivinhava. Passada a última espia para a terra, John saltou de imediato para o cais, afundou o seu velho boné de marinheiro pela cabeça e de passada larga subiu pela Arwenack Street. Pelo caminho, com destino certo, parou no pub do velho Sam para beber uma Guinness que, logo quando o viu, exclamou: "Amigo John, bons e agrestes ventos te trouxeram de volta! Quanto tempo se passou? Quatro, cinco anos?...". "Quatro anos, sete meses e dezoito dias, para ser mais preciso", respondeu, embora estivesse sem vontade alguma para conversar. Enquanto bebia sofregamente a cerveja, confidenciou que iria até ao castelo Pendennis. "Ninguém deve estar por lá, homem de Deus. Já viste o mau tempo que se está a pôr?". Mas John sabia que ele estava enganado. Alguém estaria lá à sua espera. Saiu do pub, cruzou as ruas de Falmouth, subiu pela Castle Drive e ao chegar lá ao topo, o longo e enorme tapete de relva verde parecia estender-se para o receber. Ao fundo, perto do castelo, vislumbrou as costas de uma delicada figura feminina, sentada numa manta alva, com uns longos cabelos ruivos a esvoaçarem ao vento. Quando se aproximou, ela virou-se e acolheu-o com um largo sorriso desenhado numa face bonita e levemente sardenta: "Eu sabia que voltarias!".
"Claro que sim, Pat. A viagem foi longa mas passei por todos os locais que ilustraram as histórias que te contei quando eras mais pequena: As ilhas de Galápagos, Madagáscar, os mares das Caraíbas…".
"Então essa argola de ouro que estás a usar na orelha esquerda…".
"Sim, Pat, como na história do Edward, o pirata, também eu passei pelo cabo Horn à vela. Atlântico para o Pacífico, obviamente. E vês esta cicatriz aqui? Ganhei-a numa disputa, há dois anos, …". Embora o seu rosto revelasse um forte cansaço, não deixou de contar, animada e pormenorizadamente, todas as suas façanhas destes últimos anos. A tarde, entretanto, ia longa e as primeiras gotas começavam a cair.
"Papá, tu és um homem de palavra. Vem!" Levantaram-se ambos e caminharam serenamente, lado a lado, em silêncio. Chegados à beira da característica encosta alta e escarpada da Cornualha, John abriu os braços e, sem hesitação, mergulhou naqueles aguçados rochedos que violentamente o acolheram.
Finalmente, poderia repousar em paz, junto da sua doce e saudosa princesa.
"É isto o que, de todo em todo, pretendia o autor? Não sei; é a opinião do leitor que eu dou." Jean-Paul Sartre
"Mas mesmo aquilo que a gente não se lembra de ter visto um dia, talvez se possa ver depois de algum viés da lembrança" Chico Buarque in Estorvo

Return to “João Arctico”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest

cron