Page 1 of 1

Sombra

Posted: 05 Dec 2009 00:45
by João Arctico
Carrego em mim uma sombra que escondo envergonhado. Não a conheço. Nunca a conheci. É uma companhia de anos da qual tento em vão fugir. Uma fuga em frente, com ela sempre atrás e cujo peso me atrasa nesta minha fuga, fugindo da sombra que carrego que não conheço nem nunca conheci. Tenho vaga memória dela pois acompanha-me há anos. O seu peso sobrecarrega-me de sobremaneira de maneira que dela não consigo jamais fugir. Nem um milímetro só, vejam só. Teimosa!... Arre!.. Mas que sombra esta… Toda ela colorida, tridimensional, orgânica… o que fará ela aqui comigo neste meu mundo chato, achatado, a preto e branco? Quero lá saber. Eu queria mesmo era fugir desta sombra que não conheço, que nunca conheci.
Talvez um dia, seja ela própria que me queira então conhecer.

Re: Sombra

Posted: 05 Dec 2009 11:58
by Pedro Farinha
Gostei do teu texto até esbarrar na última frase. Porque toda a leitura que eu estava a fazer do mesmo e da relação do narrador com a sombra de repente deixou de fazer sentido. Ou melhor, deixou de fazer sentido para mim face à leitura que eu estava a fazer.

Mas, mesmo assim, gostei e já consegui fazer outras leituras onde a frase final encaixe, não tem é metade do impacte da primeira versão :wink:

Re: Sombra

Posted: 06 Dec 2009 18:04
by João Arctico
Escrevi o texto. Publiquei o texto. O texto já não é meu.
Eu tenho uma interpretação (entre muitas que possam existir...) onde o texto faz sentido. Todo o sentido. Pelo menos sentido para mim. Mas não é justo (será batota, quase direi...) porque eu conheço o autor :wink:

Re: Sombra

Posted: 07 Dec 2009 11:15
by Pedro Farinha
Mas não é justo (será batota, quase direi...) porque eu conheço o autor


E daí ? Eu também :smile: