Cerridwen - 2010

User avatar
Cerridwen
Edição Única
Posts: 7357
Joined: 01 Jan 2005 13:17
Location: Torres Vedras
Contact:

Re: Cerridwen - 2010

Postby Cerridwen » 10 Jun 2010 20:02

O Décimo Terceiro Poder, de Madalena Santos
Editora: Gailivro

Da sinopse: «Nerferloen, a protagonista deste romance é uma jovem donzela que, por ordem do rei seu pai, assume a difícil tarefa de lutar contra os inimigos de forma a estabelecer a paz entre os povos das Terras de Corza. Liderando a luta contra os cavaleiros Intrusos de Negro, atinge os seus objectivos.»

O Décimo Terceiro Poder é o primeiro volume da saga Terras de Corza. E Nerferlöen a filha adoptiva da rainha e do rei de Levionda, um dos reinos das Terras de Corza.

Antes do nascimento de Nerferlöen, algum do território do reino de Tombul foi transformado no reino de Estaíle, o Décimo Terceiro Poder. No entanto, o reino não foi reconhecido pelos Doze Poderes de Corza. A jovem protagonista espera um casamento de conveniência em harmonia com a sua posição e útil ao reino onde reside, mas é enviada para uma guerra e mais tarde é envolvida nas negociações relativas ao Décimo Terceiro Poder.

Poderia ter lido apenas as primeiras doze páginas que constituem o Prólogo. A acção começa com um jantar onde estão presentes várias personalidades das Terras de Corza, que são apresentadas de forma sumária. Perdi-me no meio de tantas personagens desconhecidas e dos seus diálogos. Felizmente, experimentei ler os primeiros capítulos.

Através da escrita simples e competente de Madalena Santos, fui conhecendo as Terras de Corza, os seus habitantes e as suas relações. A autora arriscou criar um mundo imaginário com ambiente medieval e foi bem sucedida, embora o desafio maior de explicar a sua história e as suas religiões tenha ficado por realizar, a excepção são alguns detalhes necessários para a compreensão da história do livro. Decepcionou a acção, com pormenores por explicar e acções de personagens incompreensíveis ou pouco compreensíveis.

User avatar
Cerridwen
Edição Única
Posts: 7357
Joined: 01 Jan 2005 13:17
Location: Torres Vedras
Contact:

Re: Cerridwen - 2010

Postby Cerridwen » 11 Jul 2010 11:45

Livros que comecei a ler e não terminei, nem tenciono terminar:

A Voz do Fogo, de Alan Moore
Li um texto, não gostei. Comecei a ler o texto seguinte, não gostei.

A Filha dos Mundos, Inês Botelho
Quando adquiri o livro, julgava destinar-se a um público juvenil. Assim que comecei a ler, achei-o infantil. E como não chega próximo do nível dos livros do Ciclo de Terramar, de Ursula K. Le Guin, não me despertou interesse suficiente para ler mais do que algumas páginas.

A Sociedade do Sangue, Susan Hubbard
Maçador.

Amante de Sonho, Sherrilyn Kenyon
Deite-se um pouco de estereótipos numas folhas de papel, junte-se uma história vulgar e pouco original e polvilhe-se com um pouco de mitologia. O resultado do preparado é Amante de Sonho.

Dança com o Diabo, Sherrilyn Kenyon
A receita é semelhante à de Amante de Sonho, a grande diferença é o acréscimo de complexidade na acção de Dança com o Diabo.

User avatar
Cerridwen
Edição Única
Posts: 7357
Joined: 01 Jan 2005 13:17
Location: Torres Vedras
Contact:

Re: Cerridwen - 2010

Postby Cerridwen » 19 Aug 2010 15:55

Elric - Os Mares do Destino, Michael Moorcock (Edições Saída de Emergência)

Da sinopse: «Elric de Melniboné é o último imperador de uma terra outrora poderosa, portador auto-exilado da espada Tormentífera. Um dia, depara-se com um navio que o espera nas brumas de uma praia estranha. Ao embarcar no navio misterioso, descobre pelo capitão que irá participar numa estranha demanda, lado a lado com heróis de outros tempos. Pois o navio não navega águas mortais.»

"Primeiro estranha-se, depois entranha-se". Inicialmente a sensação de estranheza, pela redescoberta do complexo mundo em que Elric habita. Á medida que a leitura avança, o crescente interesse pelas personagens e deslumbramento pelos locais onde se movimentam. Um livro com aventuras bem descritas que li com agrado.

O Remédio, Michelle Lovric (Edições Chá das Cinco)

«Numa noite inesquecível de 1785, num famoso teatro londrino, a alquimia do amor e da morte funde subitamente as vidas de uma actriz veneziana e de um aristocrata inglês. Mas nenhum deles é quem aparenta ser. Ela é uma espia ao serviço de Veneza, ele, o maior charlatão de Londres. Segredos perigosos e mentiras elaboradas cedo empurram os dois amantes em direcções opostas, desesperados em saber a verdade um sobre o outro, mas também sobre si próprios.»

Gostei de algumas descrições e pouco mais. A sinopse refere uma espia e ela efectivamente aparece. Mas em vez de espionagem, Michelle Lovric concentra-se no passado dramático de Catarina Venier, uma história de “fazer chorar as pedras da calçada” que não me convenceu. A charlatanice também é um tema interessante, infelizmente o “maior maior charlatão de Londres” ficou muito aquém das minhas expectativas.

A Espada de Átila, Michael Curtis Ford (Edições Saída de Emergência)

«A Espada de Átila é uma recriação suprema do Império Romano em 400 d.C., quando o general Flávio Aécio é forçado a um combate que não deseja mas que também não pode evitar: fazer frente aos hunos. E ninguém conhece tão bem esses bárbaros como Aécio. Afinal, viveu a juventude no meio deles, cavalgou os seus corcéis de guerra e foi como um filho para o seu rei.»

O livro gira em torno da Batalha dos Campos Cataláunicos (conhecida pelo nome de Chalons), iniciando-se a acção quando a peleja já decorre. Adorei a descrição do campo de batalha e esperava que o resto do livro me entusiasmasse quase tanto como o seu início. Infelizmente, um pouco depois a acção muda subitamente para o passado e o conflito fica para trás, enquanto o autor descreve os acontecimentos anteriores. E o meu interesse decresce a grande velocidade, face à interrupção de acontecimentos e à mudança de cenário.

Sangue-do-Coração, Juliet Marillier (Bertrand Editora)

«Whistling Tor é um lugar de segredos, uma colina arborizada e misteriosa que alberga a fortaleza deteriorada de um chefe tribal cujo nome se pronuncia no distrito em tons de repulsa e de amargura. Há uma maldição que paira sobre a família de Anluan e o seu povo; os bosques escondem uma força perigosa que pronuncia desgraças a cada sussurro.
E, no entanto, a fortaleza abandonada é um porto seguro para Caitrin, a jovem escriba inquieta que foge dos seus próprios fantasmas.
»

Apreciei a leitura, mas pouco, foi um dos livros de Juliet Marillier que menos gostei de ler. Quando vi a edição portuguesa já estava à espera disso, em tamanho e aparência recordou-me O Herdeiro de Sevenwaters. A minha opinião sobre Sangue-do-Coração é semelhante à que tenho sobre O Herdeiro de Sevenwaters. Por vezes a acção decorre de forma demasiado acelerada, um pouco mais de tempo entre acontecimentos aumentaria o suspense e mistério, reduzindo a previsibilidade. Whistling Tor é um local estranhamente pouco explorado, apesar das inúmeras possibilidades que a própria autora cria.

User avatar
Cerridwen
Edição Única
Posts: 7357
Joined: 01 Jan 2005 13:17
Location: Torres Vedras
Contact:

Re: Cerridwen - 2010

Postby Cerridwen » 28 Nov 2010 13:37

Entradas na wishlist:
Os Mágicos, de Lev Grossman
O Punhal do Soberano, Robin Hobb
Os Miseráveis, Victor Hugo
As Rainhas de Púrpura I - A Cortesã, Jean-Louis Fetjaine
O Caminho de Merlim, Jean-Louis Fetjaine
Onde os Últimos Pássaros Cantaram, Kate Wilhelm
Danças na Floresta, Juliet Marillier
O Último Unicórnio, Peter Beagle
O Evangelho do Enforcado, David Soares
O Fabuloso Destino de Dagoberto Babilónio, Romana Petri
O Romance da Bíblia, Deana Barroqueiro
O Apogeu de Miss Jean Brodie, Muriel Spark
A Raposa Azul, de Sjón
Tudo o que sobe deve convergir, de Flannery O'Connor
Legends of Australian Fantasy, Vários autores
Songs of Love and Death, Vários autores
Warriors, Vários autores
Flashforward, Robert J. Sawyer
Pedra da Lua, Wilkie Collins
Celtika - Livro Primeiro Código de Merlim, de Robert Holdstock
O Último Desejo, Andrzej Sapkowski
Fundação, Isaac Asimov
Fahrenheit 451, Ray Bradbury
Neuromancer, de William Gibson
O Mundo do Rio, Philip J. Farmer
Crónicas de Amber, Roger Zelazny
Dies Irae, Philip K. Dick e Roger Zelazny
Jogos do Capricórnio, Silverberg
Sonho Febril, George R. R. Martin
Anjos Pistoleiros, Paul J. Mcauley
Duna, Frank Herbert
O Verdadeiro Dr. Fausto, Michael Swanwick
O Homem do Castelo Alto, Philip K. Dick
O Rei que Foi e um Dia Será, T. H. White


Return to “Arquivo - 2010”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 6 guests

cron