acrisalves - 2010

User avatar
acrisalves
Edição Única
Posts: 3490
Joined: 29 Dec 2004 13:53
Location: In a florest mist
Contact:

acrisalves - 2010

Postby acrisalves » 17 Feb 2010 03:04

e aqui fica mais uma :)

Lidos 2010
Adiga, Aravind - Entre os Assassinatos - 3
Ajvaz, Michal - The Golden Age
Bacigalupi, Paolo - The Windup Girl - 5
Barreiros, João - Se Acordar Antes de Morrer - 5
Bradbury, Ray - The Illustrated Man - 4
Brown, Eric - The Extraordinary Voyage of Jules Verne - 3
Brooks, Max - Guerra Mundial Z - 4
Bulgakov, Mickhail - The Master and Margarita - 5
Buzzati, Dino - O Grande Retrato -5
Cruz, Afonso - Enciclopédia da Estória Universal - 5
Cruz, Afonso - Os Livros que devoraram o meu pai - 4
Dick, Philip K. - Do Androids dream of electric sheep? - 4
Feist, Raymond - O Mago - Aprendiz - 4
Fernandes, Fábio - Os Dias da Peste - 4
Gardner, John - Grendel - 4
Gregory, Daryl - The Devil’s Alphabet - 4
Guin, Ursula le - Lavinia - 3
Jackson, Shirley - Sempre vivemos no castelo - 5
Lanagan, Margo - Tender Morsels - 5
Lanagan, Margo - Red Spikes - 2
Maurier, Daphne du - A Pousada da Jamaica - 3
McDonald, Ian - Brasyl - 5
Miéville, China - Perdido Street Station - 5
Moore, Christopher - Cordeiro, o evangelho segundo Biff - 4
Morgan, Richard - Market Forces - 4
Newton, Mark Charan - Nights of Villjamur - 4
Ogawa, Issui - The Lord of the Sands of Time - 4
Priest, Cherie - Boneshaker - 5
Rosenblum, Mary - Os Golfinhos de Júpiter - 3
Sawyer, Robert J. - Flashforward - 4
Scalzi, John - The Android’s Dream - 4
Schweitzer, Darrell - Living with the dead - 3
Silverberg, Robert - Dying Inside - 4
Sullivan, Michael J. - The Crown Conspiray - 3
Vonnegut, Kurt - The Sirens of Titan - 4
Yalom, Irvin D. - Quando Nietzsche Chorou -3
Yalom, Irvin D. - Mentiras no divã - 4
Yalom, Irvin D. - Chamem a Polícia ! - 3
Zambujal, Mário - Uma noite não são dias - 3
Zivkovic, Zoran - The Last Book - 5
Zivkovic, Zoran - The Bridge - 3

Colectâneas

Steampunk – Histórias de um Passado Extraordinário - 5
Distante Early Warnings – Canada’s Best Science Fiction - 3
Almanaque do Dr. Thackery T. Lambshead de Doenças Excêntricas e Desacreditadas - 5

Comics
- Fables: Wolves
- Fables: Sons of Empire
- Fables: The Good Prince
- Fables: War and Pieces
- The Black Orchid – Neil Gaiman

A Ler num futuro próximo (espero)
- O Mago - Raymond Feist
- The Terror - Dan Simmons
- Nights of Villjamur - Charan Newton
- Little Big - Crowley
- Surrogates
- Ars memoriae - Beth Bernoboch
- The Painted Man - Peter V. Brett
- American Fantastic Tales
- The Windup Girl - Paolo Bacigalupi
- The Brief Wondrous Life of Oscar Wao - Junot Diaz
- Soulless - Gail Carriger
- Drood - Dan Simmons

Lido

Wishlist (ficam aqui os principais... :S)
- Yukikaze - Chohei Kambayashi
- The Boys - Volume III (hardcover special edition)
- Soulless (Parasol Protectorate) - Gail Carriger (não parecia nada o meu género, mas depois de várias críticas, estou tentada)
- Boneshaker - Cherie Priest
- The Windup Girl - Paolo Bacigalupi - já chegou
- Britten and Brulightly - Hannah Berr
- Drood - Dan Simmons
- King Rat - China Mieville
- Infoquake - David Louis Edelman
- Jailbird - Kurt Vonnegut

Adquirido

User avatar
acrisalves
Edição Única
Posts: 3490
Joined: 29 Dec 2004 13:53
Location: In a florest mist
Contact:

Re: acrisalves - 2010

Postby acrisalves » 19 Feb 2010 16:16

Actualizado
- Comecei a ler o Nights of Villjamur
- Adquiri o Boneshaker :D

User avatar
acrisalves
Edição Única
Posts: 3490
Joined: 29 Dec 2004 13:53
Location: In a florest mist
Contact:

Re: acrisalves - 2010

Postby acrisalves » 27 Feb 2010 21:24

Terminado Nights of VIllajamur, comecei Mentiras no Divã de Irvin D. Yalom e adquiri The Windup Girl - Paolo Bacigalupi.

User avatar
acrisalves
Edição Única
Posts: 3490
Joined: 29 Dec 2004 13:53
Location: In a florest mist
Contact:

Re: acrisalves - 2010

Postby acrisalves » 07 Mar 2010 19:32

Actualizo :
- Li A Pousada da Jamaica, Flashforward
- Estou a ler Boneshaker de Cherie Priest
- Adquiri Soulless (Parasol Protectorate) - Gail Carriger
- Acrescentei umas coisitas à lista de prioridades a adquirir

User avatar
acrisalves
Edição Única
Posts: 3490
Joined: 29 Dec 2004 13:53
Location: In a florest mist
Contact:

Re: acrisalves - 2010

Postby acrisalves » 21 Mar 2010 16:45

Portanto, terminei o livro do Christopher Moore (Cordeiro, ou o Evangelho segundo Biff), e Dias da Peste de Fábio Fernandes, li Chamem a Polícia de Irvin D. Yalom, e Os Livros que devoraram o meu pai de Afonso Cruz. Estou quase a meio do Devil's Alphabet de Daryl Gregory.

Acrescentei à lista de próximas leituras The Brief Wondrous life of Oscar Wao de Junot Diaz e Soulless de Gail Carriger.

User avatar
acrisalves
Edição Única
Posts: 3490
Joined: 29 Dec 2004 13:53
Location: In a florest mist
Contact:

Re: acrisalves - 2010

Postby acrisalves » 27 Mar 2010 16:39

Actualizado :D

User avatar
acrisalves
Edição Única
Posts: 3490
Joined: 29 Dec 2004 13:53
Location: In a florest mist
Contact:

Re: acrisalves - 2010

Postby acrisalves » 04 Jun 2010 14:30

Última leva de leituras !

User avatar
acrisalves
Edição Única
Posts: 3490
Joined: 29 Dec 2004 13:53
Location: In a florest mist
Contact:

Re: acrisalves - 2010

Postby acrisalves » 23 Aug 2010 22:44

Acho que isto é mais fácil de fazer por meses

_________________________________________________

Leituras de Junho

O Mago – Aprendiz – Raymond E. Feist – Do autor conhecia apenas Talon of the Silver Hawk, uma história engraçada mas medíocre. Felizmente não deixei que a opinião do livro anterior me afastasse daquele que é considerado um dos melhores livros de Feist. Ainda que a história se centre num jovem que se torna aprendiz de mago, afasta-se da personagem quando começam a aparecer, no ducado, estranhos guerreiros provenientes de um mundo paralelo. Conseguindo ultrapassar os clichés que o compõem, tornou-se uma leitura viciante.

- O Mago – Mestre – Raymond E. Feist – Este é o segundo volume de O Mago, em que assistimos à entrada, na vida adulta das duas crianças que acompanhámos em Aprendiz: Tomas e Pug. Talvez para acompanhar as personagens, a história torna-se mais sombria e introspectiva, com uma visão menos inocente do mundo, existindo lugar para a traição, a injustiça e a morte: Feist não poupa as personagens que criou. Com o afastamento das personagens e a mudança no tom, achei que a leitura em Mestre não é tão compulsiva quanto em Aprendiz.

- The Golden Age – Michal Ajvaz – Bastante diferente do anterior livro do autor (The Other City), apresenta-nos uma sociedade desconfortável que se baseia no momento, e onde o imaginado se torna tão palpável quanto o real: os rumores são tão credíveis quanto os factos, as regras dos jogos mudam constantemente, e os livros sofrem alterações a cada leitura. Uma das melhores leituras deste ano, que tem como única falha, talvez devido à sua extensão, parecer, por vezes ser pouco coeso.

- Amarcord – Zoran Zivkovic – Este volume reúne histórias num mundo em que a memória é algo que se pode comprar, vender ou perder facilmente. Vírus podem provocar perda de memória, ou esta pode ser retirada a um criminoso, como forma de o reintegrar na sociedade. Na última história, todas as anteriores se interligam de forma fascinante. De realçar que existem inúmeras referências a outros livros, e cada história tem como título o de uma obra conhecida.

- O Verdadeiro Dr. Fausto – Michael Swanwick – entre a ficção científica e o fantástico, a história debruça-se sobre um Fausto que tem acesso a todo o conhecimento através de um contacto extra-terrestre. Este contacto tem como objectivo acelerar o desenvolvimento científico de forma a que a espécie humana se extinga mais rapidamente com o acesso a armas de destruição massiva. Depositando fé na espécie humana, Fausto aplica os conhecimentos a que tem acesso para seu próprio proveito, manipulando os que o rodeiam e enriquecendo com as invenções.

- City of Ruin – Mark Charan Newton – Depois de ler Nights of Villjamur fiquei em expectativa para ler o continuar da história: o primeiro volume apresentou um mundo fantástico peculiar através de diversas linhas narrativas com personagens bastante fortes. City of Ruin ainda não terminei, mas até agora continua com os pontos fortes do primeiro volume, não se resumindo a ser uma continuação da história, tendo sido introduzidas algumas novidades.

User avatar
acrisalves
Edição Única
Posts: 3490
Joined: 29 Dec 2004 13:53
Location: In a florest mist
Contact:

Re: acrisalves - 2010

Postby acrisalves » 23 Aug 2010 22:45

Leituras de Julho

53 – City of Ruin – Mark Charan Newton – Apesar de ser a continuação de Nights of Villjamur, a história melhorou com a adição de personagens e linhas narrativas. Mais pausado e introspectivo, ou mesmo, mais negro, revela um mundo em declínio tecnológico, ameaçado pela invasão de seres de um outro Universo. Aguardo, agora, ansiosamente pelo terceiro volume.

54 – A Floresta de Mãos e Dentes – Carrie Ryan – O Mundo foi invadido por zombies, e os poucos seres humanos não contaminados habitam aldeias isoladas por cercas. Na aldeia de Mary a Irmandade controla toda a informação, mas a rapariga é uma pessoa pouco usual que, rejeitando as ideias impostas pela Irmandade, sonha com um mundo lá fora e a existência de outros seres humanos.

55 – I have waited, and you have come – Martine McDonagh – No futuro, com a degradação ecológica, as doenças provocarão a regressão tecnológica da humanidade, que se vê obrigada a viver em comunidade para sobreviver. Rachel é das poucas que vive isolada, uma anti-social que apenas se desloca ao mercado para obtenção de alimentos. Um dia fornece o seu contacto a Noah, um rapaz do mercado, mas quando combina encontrar-se com ele, quem comparece é Jez White, um homem sombrio.

56 – Os Devoradores de Livros – António Victorino d’Almeida – Este é um pequeno conjunto de histórias, sendo a mais longa a que dá nome do livro, de ambiente típico rural português, de pessoas pouco letradas, para quem os livros são algo para enfeitar as estantes, e quem não segue a mesma ideologia pouca utilidade tem. Maioria das histórias são cómicas, até irónicas. Engraçadas, mas não excepcionais, não comparáveis a autores como Zoran Zivkovic ou Bruce Holland Rogers.

57 – All you need is Kill – Hiroshi Sakurazaka – Enquadrada no género da ficção científica, a história decorre durante uma batalha contra alienígenas, centrando-se num jovem recruta que morre no final da batalha. Para acordar no dia seguinte na sua cama e viver o mesmo dia, outra vez… e outra vez. Quebrando a rotina no momento certo, torna-se uma história original e movimentada, de leitura agradável ainda que não espectacular.

58 – O Físico Prodigioso – Jorge de Sena – Semelhante a uma história da Idade Média, centra-se num jovem perfeito que terá um pacto com o diabo, pacto esse que lhe permite conquistar a rainha doente de um castelo. Esta não será, no entanto, a inocente e pia senhora que aparenta.

59 – The Painted Man - Peter V. Brett – Fantástico em ambiente medieval, decorre num mundo em que os demónios atacam todas as noites os seres humanos, protegidos apenas por guardas (símbolos). Viciante, com ritmo e de rápida leitura apesar da extensão, é sem dúvida uma leitura a recomendar a quem deseje um livro do género para descontrair.

60 – Reflexões do Diabo - João Cerqueira – Curta exposição de argumentos pelo próprio Diabo, que se justifica e afasta dos actos efectuados em seu nome. Irónico e inteligente, apresenta uma perspectiva diferente de uma entidade referida comummente noutro tom.

61 – Ship Breaker – Paolo Bacigalupi – Segundo livro de Paolo Bacigalupi, é uma história direccionada para um público mais jovem, onde, nas zonas mais pobres, as crianças se vêm obrigadas a trabalhar em locais degradados e perigosos para obter material valioso de uma era industrial bastante mais rica mas de esbanjamento – a nossa.

62 – A lança do deserto – Peter V. Brett – Continuação de The Painted Man, segue as mesmas personagens, agora adultas. Mais negro, continua a ser uma história de rápida e viciante leitura. Esta é outra trilogia em que terei que esperar pacientemente pelo último volume.

63 – Mucha – David Soares – Banda-desenhada curta onde os habitantes de uma vila se transformam em moscas. Todos excepto uma mulher grávida, que tenta fugir destes seres que matam e digerem os restantes seres vivos.

64 – Adventures in unhistory – Avram Davidson – aproveitando factos históricos e mitos com vários séculos, Avram cria interessantes dissertações em torno de vários temas, desde a fénix à mandrágora. De leitura pausada, tem sido, até agora uma leitura excelente.

User avatar
acrisalves
Edição Única
Posts: 3490
Joined: 29 Dec 2004 13:53
Location: In a florest mist
Contact:

Re: acrisalves - 2010

Postby acrisalves » 01 Sep 2010 01:18

Leituras de Agosto

65 – Eon – Greg Bear – durante a guerra fria um enorme asteróide aproxima-se da Terra, revelando-se oco e alterado por seres humanos para servir de meio de transporte. No interior não se encontram humanos, mas toda uma cultura de um futuro paralelo. Com passagens bastante promissoras, explora algumas teorias interessantes do ramo da física, mas ao se centrar em demasia na guerra fria e ao alongar-se demasiado, perde algum potencial.

66 – As Fogueiras de Deus – Patricia Anthony – sem dúvida um dos livros mais dementes e melancólicos que li nos últimos tempos: um rei doido, visões de Nossa Senhora e anjos de grandes vergas, numa vila visitada por uma nave espacial, onde se instala a Inquisição.

67 – The Chrysalids – John Wyndham – num mundo devastado os sobreviventes constroem uma sociedade obcecada pela pureza das formas, qualquer forma animal ou vegetal que mostre sinais de mutação é aniquilado, e os seres humanos com deformações são expostos ou esterilizados e abandonados. É neste mundo que um rapaz com capacidades telepáticas cresce, apercebendo-se que poderá ser considerado uma aberração. Uma história excelente e envolvente, que consegue surpreender várias vezes.

68 – Homenzinhos Livres – Terry Pratchett – História juvenil, decorre no mundo criado por Terry Pratchett, Discworld. Sem ser nenhuma obra prima, é uma leitura rápida, leve e divertida que, apesar de direccionada para os mais jovens, também entretém os adultos, mas sem cair nos absurdo exagerado que podemos encontrar noutros livros da mesma série.


69 – Flatland: Uma aventura em muitas dimensões - Edwin A. Abbott – Este livro retrata as aventuras de um quadrado pelo mundo das duas dimensões, onde as mulheres são linhas, agulhas que, não tendo cuidado se podem espetar, e os homens são polígonos, sendo o número de lados que determina a inteligência e o estatuto social. Depois de sonhar com um mundo de uma dimensão, é transportado para o mundo das três. Este é um exercício interessante de ideias e teorias que se torna divertido e interessante, ainda que não seja envolvente.

70 – The Crying of Lot 49 – Thomas Pynchon – Tendo como fio condutor o desenrolar de uma teoria da conspiração envolvendo um serviço de correios e a Segunda Guerra Mundial, foi com alguma expectativa que peguei no meu primeiro livro de Thomas Phynchon. E desiludiu-me. A personagem principal não me cativou, a sucessão de acontecimentos quase pareceu forçado. No final, I could not care less.

71 – A Torre dos Anjos – Philip Pullman – Segundo volume de uma trilogia, A Torre dos Anjos centra-se menos na personagem principal, Lyra, e apresenta-nos um outro rapaz que também terá um papel importante na história, um rapaz proveniente de um mundo semelhante ao nosso, que em busca de um refúgio encontra uma janela para um mundo de espectros que se alimentam das almas dos adultos. Mais engraçado que o segundo volume, contém uma série de acontecimentos que são preparatórios para o final da história, com algumas revelações interessantes.

72 - Marvel 1602 Spiderman - No seguimento de 1602 de Neil Gaiman, foram publicados dois volumes, 1602 Fantastic Four e 1602 Spider-man. Em 1602 conhecemos uma realidade alternativa, onde a primeira colónia na América terá sobrevivido e a viagem ao passado de um herói da Marvel terá originado o aparecimento dos restantes heróis, como o Homem Aranha ou os Fantastic Four, considerados como abominações a destruir pela Inquisição. Em 1602 Spiderman acompanhamos o Homem Aranha neste Universo. É uma história engraçada, mas que pouco traz de novo às ocorrências de 1602 e 1602 Fantastic Four.

73 – Fome – Elise Blackwell – Relato impressionante dos habitantes de Leninegrado durante um extenso cerco pelo exército alemão. Sem poderem abastecer a cidade, os alimentos começam a escassear e a vida dos habitantes sofre rudes alterações. Um livro forte mas realista, onde não se escondem as cobardias dos protagonistas.

74 – The System of Vienna – Gert Jonke – Decorrendo na cidade de Viena, Gert Jonke apresenta-nos vários episódios surreais, não tanto pelos factos, mas pela forma como as pessoas reagem: na sua maioria de forma autista e egoísta, apresentando mentes fechadas.

75 – O Telescópio de Âmbar – Philip Pullman – Este é último volume da trilogia, a finalização da história, onde as personagens que acompanhamos se vão tornando mais adultas e responsáveis. Tal como no volume anterior, as buscas onde se lançam as personagens apresentam-nos diferentes mundos, todos diferentes, mas relacionados entre si, com diferentes espécies sapientes.

User avatar
acrisalves
Edição Única
Posts: 3490
Joined: 29 Dec 2004 13:53
Location: In a florest mist
Contact:

Re: acrisalves - 2010

Postby acrisalves » 03 Oct 2010 12:45

Leituras de Setembro

76 – Uma Espécie de Sentido – João Pedro Duarte - cómico, agradável, uma sátira portuguesa à sociedade moderna, que peca pela apresentação e pelo desenvolvimento da história. Ainda que engraçado, é uma história atabalhoada que poderia ser melhorada.

77 /78 – A Teoria do Grão de Areia – Schuiten-Peester – Dividido em dois tomos apresenta-nos uma história estranha, em que um amuleto deixado na cidade errada causará vários fenómenos: numa casa continuam a aparecer montes de areia, noutra pedras que desestabilizam o prédio pelo seu peso, um cozinheiro perde cada vez mais peso mas não em volume, chegando a voar.

79 – The Left Hand of Darkness – Ursula K. Le Guin - Considerado um clássico da ficção científica, este é um volume de uma série enorme que pode ser lido isoladamente. Excelente, ainda que se alongue demasiado a meu ver nalguns episódios, centra-se no desenrolar de uma amizade entre duas pessoas de culturas distintas, que nem sempre se compreendem.

80 – Anjos Pistoleiros – Paul McAuley – Na realidade alternativa descrita por Paul McAuley foram descobertos portais que possibilitam viajar entre universos paralelos. Esta tecnologia encontra-se na pose do Governo Americano, que a aproveita para invadir outros mundos, de forma a obrigar que as outras Américas prossigam um desenvolvimento semelhante ao seu.

81 – Everland and Other Stories – Paul Witcover – Vários histórias enquadradas no género horror, de onde se destaca uma distorção de Peter Pan que transforma um conto infantil numa história adulta, e um retorno trágico às amizades da adolescência.

82 – A Noite e o Sobressalto – Pedro Medina Ribeiro - Pequeno conjunto de histórias de um autor português, traz-nos algumas agradáveis surpresas, sem os defeitos comuns para um primeiro livro, como uso excessivo de figuras de estilo ou diálogos ridículos. Não chegando ao patamar do excelente, apresenta histórias muito boas.

83 – The Discworld Graphic Novels (The Colour of Magic & The Light Fantastic) – Terry Pratchett - Apesar de ter lido alguns livros da série, ainda não tinha pegado nos dois primeiros. Esta é uma adaptação para Graphic Novel dos dois primeiros volumes, que carrega todo o espírito absurdo do mundo diferente imaginado por Terry Prachett, uma aventura com episódios satíricos e irónicos, que goza com alguns dos estereótipos existentes na maioria das histórias fantásticas.

84 – The Magician’s Guild – Trudi Canavan - Primeiro volume de uma história juvenil, possui alguns contornos engraçados mas sem cair no facilitismo da maioria das obras fantásticas para jovens: existem momentos de tensão mas todos os conflitos são resolvidos da melhor forma, mesmo que quebre o fio condutor da história.

85 – Duna – Frank Herbert - Clássico da ficção científica, tinha já lido a primeira parte disponível numa edição da Livros do Brasil. Finalmente leio a história completa, e fiquei com uma impressão bastante melhor do que a inicial. Apresenta-nos um universo extenso, de clãs nobres que lutam entre si por poder e influência. Senti que alguns pormenores poderiam ter sido menos excessivos, o que me teria facilitado o envolvimento na história.

86 – Trouble With Lichen – John Wyndham - Qual seria a reacção do cientista que descobrisse o segredo para uma vida quase eterna? Diana é uma rapariga que partilha pouco com as restantes jovens da sua idade, esperando seguir uma carreira científica como bioquímica, apesar dos avisos dos pais para casar e constituir família. É com sucesso que prossegue e se emprega num instituto onde descobre os estranhos poderes metabólicos que poderão existir em líquenes. É uma boa história, mas gostei mais de Crysalids, talvez por se desenvolver tão devagar, ou por não conseguir simpatizar com as personagens.

87 – Criaturas Maravilhosas – Kami Garcia, Margaret Stohl - História fantástica, segue um rapaz que se apaixona por uma rapariga que vê nos seus sonhos, mesmo antes de a conhecer. Esta rapariga é uma Natural, um ser capaz de manipular a magia que rodeia os fenómenos naturais e cujo futuro será decidido no 16º aniversário – seguirá o caminho da luz ou das trevas ? Com alguns pontos engraçados, mas outros bastante fracos é a história de um romance juvenil tempestuoso.

User avatar
acrisalves
Edição Única
Posts: 3490
Joined: 29 Dec 2004 13:53
Location: In a florest mist
Contact:

Re: acrisalves - 2010

Postby acrisalves » 02 Nov 2010 01:30

88 – Baggage – Vários autores - Antologia organizada por Gillian Polack com histórias de ficção científica, fantasia e horror de autores australianos cujo cenário principal é o continente australiano. Entre as histórias podemos encontrar um futuro tecnologicamente avançado que retrata uma nova era de colonização, onde, como seria de esperar, os colonos anseiam por regressar a casa; o aparecimento de uma nova ditadura australiana com tentativa de separar os habitantes por raças; ou um mundo imaginário onde os recrutados durante esta vida, lutam até tombar numa batalha interminável. Como seria de esperar, existem histórias para todos os gostos, algumas memoráveis, outras banais.

89 – Cornos – Joe Hill – Último livro do autor, publicado recentemente em português, conta a história de um rapaz suspeito de assassinar a própria namorada. Numa manhã, descobre que tem cornos… mas estes não são apenas duas protuberâncias na sua cabeça, concedendo-lhe o poder de influenciar os que o rodeiam, que assim que o vêem, lhe confessam os maiores pecados. Uma história coesa e bem construída, com algumas partes irónicas e outras ingenuamente divertidas.

90 – Mister Pip – Lloyd Jones - Mr. Watts é a única pessoa branca na ilha, o homem que fica ao lado da mulher quando todos os outros homens brancos fugiram, e o caos se instala na população consecutivamente explorados ora pelo exército, ora pelas milícias. Mr. Watts dedica-se então a ser o professor, mas dado o seu limitado conhecimento nalgumas áreas, recorre à leitura da história de Great Expectations de Charles Dickens. Esta é uma história excelente, simultaneamente bonita e trágica, que conta como uma tribo vai sobrevivendo às investidas alternadas de grupos armados.

91 – Sonho Febril – George R. R. Martin – Esta é uma história de vampiros, mas não esperem um romance juvenil. Antes uma história de homens e seres sobrenaturais, movidos pelos seus sonhos. Abner Marsh sonha construir o melhor e mais rápido navio do Mississipi, Joshua York é um vampiro, mestre de sangue que aspira conseguir acabar com a sede vermelha.

92 – Ars Memoriae – Beth Bernobich - Publicada pela PS Publishing, esta é uma novela curta de espionagem que ocorre num mundo alternativo onde a Irlanda é o centro de um império fabuloso. Aventura, crime e traição – nesta história de 80 páginas temos tudo isto. Com alguns bons momentos, não foi uma história que me tenha cativado, apesar da premissa interessante.

93 – As Serviçais – Kathryn Stockett - As Serviçais foge imenso à literatura de género que costumo consumir, não se enquadrando nem em ficção científica, fantasia ou horror. Centrando-se nas criadas negras dos anos 60, conta como eram marginalizadas, tratadas como seres humanos de segunda categoria, mas nem por isso se insurgiam por medo de ficarem sem trabalho. Uma obra excelente que consegue ser divertida apesar da temática série que a move.

94 – The Dream of Perpetual Motion – Dexter Palmer - Este deverá ser um dos mais conhecidos livros de Steampunk do ano, a par com Souless de Gail Carriger, ou The Gaslight Dogs de Karin Lowachee (desconsiderando Dreadnought de Cherie Priest que sai este mês). Em The Dream of Perpetual Motion writer Harold Winslow viaja sozinho num dirigível acompanhado apenas pela voz da namorada. Harold terá sido, na infância, um dos poucos a ser convidado para uma festa onde o inventor prometeu, a cada um dos presentes, cumprir o seu maior desejo. Num mundo paralelo onde se constroem robots e outras máquinas fabulosas, desvaneceu-se a humanidade e alguns tentam recuperá-la através de actos hediondos. Uma história engraçada, com bons momentos, ainda que, por vezes, demasiado introspectiva.

95 – O Abutre – Franz Kafka – Pequena colectânea de contos de Kafka onde podemos encontrar histórias sarcásticas ou irónicas, algumas excelentes pela sua crueza ou frontalidade, outras bem escritas mas de pouco conteúdo. Ainda que as histórias sejam bastante diferentes em estilo e qualidade, é um livro que vale a pena adquirir, mais que não seja por Um Artista da Fome, O Abutre ou Exposição para Uma Academia.

96 – Hatter M – The Looking Glass Wars (Vol. 1) – Frank Beddor – De excelente aspecto gráfico, é o volume introdutório da série que se dedica mais a apresentar as personagens e a enquadrá-las, do que a desenvolver a história. Carregado de violência e elementos fantásticos, é um Spin-off da série de livros de Frank Beddor, uma alternativa à história de Lewis Carroll onde se relatam acontecimentos semelhantes de uma forma bastante diferente, onde não existem lugar para inocência. Frank Beddor terá aproveitado o melhor da história de Carroll (o País das Maravilhas), corrompendo algumas das personagens.

97 – The Boys – Good for the Soul (Vol. 3) – Garth Ennis & Darick Robertson – Este é o terceiro volume de The Boys, onde continuamos a acompanhar um grupo de anti-heróis, até porque o grupo formal de heróis composto por super-homens e mulheres maravilha se comporta de forma bastante díspar da esperada. Com pouco desenvolvimento da história, continua a apresentar os episódios violentos com que Garth Ennis já nos acostumou.

98 – Little, Big – John Crowley – Este é o livro que ainda estou a ler, uma história de várias gerações que vivem na mesma casa, e que se vão cruzando com as fadas que habitam na mesma região, cumprindo os papéis que lhes são destinados. Até agora tem-se revelado uma história lenta mas agradável.


_______________________________

Possíveis próximas leituras
- How to live safely in a science fiction universe
- The Fall
- Drood - Dan Simmons
- Os Leões de Al-Rassan
- A Boneca de Kokoschka - Afonso Cruz
- O Terceiro Deus - Ricardo Pinto
- Xochiquetzal - Gerson Lodi-Ribeiro
-

User avatar
pageHunter
Edição Limitada
Posts: 1220
Joined: 28 May 2009 13:05
Location: Coimbra - Portugal
Contact:

Re: acrisalves - 2010

Postby pageHunter » 02 Nov 2010 23:48

89 – Cornos – Joe Hill – Último livro do autor, publicado recentemente em português, conta a história de um rapaz suspeito de assassinar a própria namorada. Numa manhã, descobre que tem cornos… mas estes não são apenas duas protuberâncias na sua cabeça, concedendo-lhe o poder de influenciar os que o rodeiam, que assim que o vêem, lhe confessam os maiores pecados. Uma história coesa e bem construída, com algumas partes irónicas e outras ingenuamente divertidas.

Tenho este livro na minha Wishlist (à muito que quero analisar se a capacidade de escrever bons livros é hereditário :mrgreen: )

Fiquei um pouco confuso com o teu comentário quando referes ingenuamente divertidas. O que pretendias transmitir? :huh:
Read
Mataram o Sidónio!, Francisco Moita Flores
Different Seasons, Stephen king
The Great Gatsby, F. Scott Fitzgerald

Reading
Sunset Park, Paul Auster



Whatchlist2012@IMDB Watchlist2013@IMDB

User avatar
acrisalves
Edição Única
Posts: 3490
Joined: 29 Dec 2004 13:53
Location: In a florest mist
Contact:

Re: acrisalves - 2010

Postby acrisalves » 03 Nov 2010 00:22

Bem, a história é ingenuamente divertida de duas formas: 1ª - a personagem principal revela-se ingénua, quase que como um corno que é o último a saber de uma traição, ainda que neste caso não se trata necessariamente de uma traição por parte da namorada; 2ª - existem algumas cenas divertidas passadas na infância que possuem também uma grande dose de ingenuidade.

User avatar
pageHunter
Edição Limitada
Posts: 1220
Joined: 28 May 2009 13:05
Location: Coimbra - Portugal
Contact:

Re: acrisalves - 2010

Postby pageHunter » 04 Nov 2010 15:05

acrisalves wrote:Bem, a história é ingenuamente divertida de duas formas: 1ª - a personagem principal revela-se ingénua, quase que como um corno que é o último a saber de uma traição, ainda que neste caso não se trata necessariamente de uma traição por parte da namorada; 2ª - existem algumas cenas divertidas passadas na infância que possuem também uma grande dose de ingenuidade.

Esclarecido :tu:

Cheguei a pensar que estavas-te a referir a uma suposta ingenuidade do autor :blink:
Read
Mataram o Sidónio!, Francisco Moita Flores
Different Seasons, Stephen king
The Great Gatsby, F. Scott Fitzgerald

Reading
Sunset Park, Paul Auster



Whatchlist2012@IMDB Watchlist2013@IMDB


Return to “Arquivo - 2010”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 3 guests

cron