Lady Entropy - 2010

User avatar
Lady Entropy
Papa-livros
Posts: 1094
Joined: 03 Oct 2009 12:09
Location: Porto, Portugal
Contact:

Re: Lady Entropy - 2010

Postby Lady Entropy » 29 Sep 2010 18:55

Image


A Ler: Tudo o Resto (que não cabe nas categorias acima)

Artur Perez-Reverte

El Oro del Rey
El Sol de Breda
El Caballero del Jubón Amarillo
Consarios de Levante
El Maestro de Esgrima

Outros:
Crimson Skies, Vários autores
New Adventures of Sherlock Holmes, Vários autores
A Princesa: Maquiavel para Mulheres, Harriet Robin
O Príncipe, Niccolo Maquiavel
Zorro, Isabella Allende
Wintersmith, Terry Pratchett
Platão e um Ornitorrinco Entram Num Bar, Thomas Catchcart e Daniel Kleen
Kick the Bucket and Swing the Cat: The Complete "Balderdash & Piffle" Collection of English Words, and Their Curious Origins, Alex Games
Neverending Story, Michael Ende
Triàngulo Jota: O Morto Contente, Álvaro Magalhães


TOTAL: 14
Last edited by Lady Entropy on 13 Oct 2010 19:28, edited 2 times in total.
"I believe in pink. I believe that laughing is the best calorie burner. I believe in kissing, kissing a lot. I believe in being strong when everything seems to be going wrong. I believe that happy girls are the prettiest girls. I believe that tomorrow is another day and I believe in miracles."

— Audrey Hepburn

User avatar
Lady Entropy
Papa-livros
Posts: 1094
Joined: 03 Oct 2009 12:09
Location: Porto, Portugal
Contact:

Re: Lady Entropy - 2010

Postby Lady Entropy » 30 Sep 2010 02:56

Depois de muitos cálculos, tenho os números finais dos totais de livros na minha lista ToRead. É assustador!

Cultura Oriental 22
World of Darkness 55
Fantasia Medieval 47
Fantasia Urbana 54
Moderna e Futurista 29
Mamoth Book of... 8
Outros 14

O que dá um grande total de.... 229 livros em atraso!

Tenho MESMO que passar menos tempo no computador e mais a ler (se bem que só hoje, acabei 3 dos livros que andava a ler....)
Last edited by Lady Entropy on 12 Dec 2010 03:57, edited 18 times in total.
"I believe in pink. I believe that laughing is the best calorie burner. I believe in kissing, kissing a lot. I believe in being strong when everything seems to be going wrong. I believe that happy girls are the prettiest girls. I believe that tomorrow is another day and I believe in miracles."

— Audrey Hepburn

User avatar
Anibunny
Edição Única
Posts: 2814
Joined: 10 Jun 2009 23:11
Location: Porto
Contact:

Re: Lady Entropy - 2010

Postby Anibunny » 30 Sep 2010 11:00

Isso quer dizer que tens 248 livros COMPRADOS ou na wishlist?

User avatar
Lady Entropy
Papa-livros
Posts: 1094
Joined: 03 Oct 2009 12:09
Location: Porto, Portugal
Contact:

Re: Lady Entropy - 2010

Postby Lady Entropy » 30 Sep 2010 11:07

Listagem actualizada, quando num só dia acabei três dos livros que andava a ler.



Image Image

My Big Fat Supernatural Honeymoon (antologia de contos, volume 2)

My Big Fat Supernatural Honeymoon é o segundo volume de uma série que começou com My Big Fat Supernatural Wedding (que eu descobri durante um dos meses temáticos na FNAC). MBFSW era tudo o que fantasia urbana tinha de bom: romance, loucura, conceitos inovadores (um deles pôs-me à procura da autora online, a ver se ela tinha usado o conceito num livro. Não tinha). Havia alguns "gajos estabelecidos" como o Jim Butcher a procurar novos leitores, metendo contos baseados nas suas séries mais conhecidas, mas nenhum dos contos deles me convenceram, porque não procure nada deles para ler. Fiquei agradavelmente surpreendida pelo conto "Tacky" de Charlene Harris (um dos meus preferidos), mas, não sei porquê, acabei por não procurar mais nada dela.

MBFSW baseia-se na loucura que é um casamento prestes a acontecer... quando multiplicado pelo facto que um (ou mais) dos conjugues são bichos sobrenaturais, ou têm familiares sobrenaturais; enquanto MBFSH vai mais longe e trabalha com o conceito da Lua-de-Mel de duas criaturas estranhas. Ambos foram editados pela poderosa P N Elrod que ganhou o meu respeito quando descobri que era mulher e tinha escrito I, Strahd: Memoirs of a Vampir e I, Strahd: the War with Azalin, que ainda considero dos melhores livros baseados num mundo de jogo (Dungeons & Dragons).

Enquanto MBFSW é tudo o que de melhor Fantasia Urbana tem para oferecer... MBFSH... não é. Não é que seja o pior que a Fantasia Urbana tem para oferecer, mas os contos são simplesmente... desinteressantes. Comparado com a voracidade que li o volume 1, o 2 foi morno, forçando-me a virar as páginas. É possível que o próprio tema não seja o melhor, visto que o Casamento em si envolve muita gente e muita possibilidade de desgraça, logo diversão e loucura. A Honeymoon só envolve o casalinho e beijinhos e fazer muito amor de manhã, ao almoço e ao jantar. E à sesta. Portanto, a maioria dos contos começava da mesma maneira, e tinha o mesmo desenvolvimento - ao contrário do vol. 1.

O único conto que se destaca é o Where The Heart Lives da Marjorie Liu, que acabou por pecar por ser muito apressado para poder ser concluído, mas que gostei muito e conseguia ver como novela: passando-se (aparentemente) no século passado, uma rapariga é enviada para a casa de uma mulher estranha para trabalhar e descobre que na floresta existe uma noiva aprisionada, roubada no dia do seu casamento pelos Sidhe. A história é um pouco melancólica e agridoce, o que resulta maravilhosamente bem.

No entanto, todas as outras histórias me deixaram ou "meh" ou irritada,e estou cada vez mais convencida que:

- O Jim Butcher devia ser levado lá para fora e abatido, porque o Harry Dresden é uma SECA e já não aguento mais as auto projecções do autor para o personagem principal.

- A Lillith St. Croix tem uma obsessão por mulheres pequenas e que dão porrada. JÁ PERCEBEMOS QUE GOSTAS DE HEROÍNAS BAIXINHAS! Irra. Todas as personagens dela são o mesmo: baixinhas, arrogantes\cabras (e por algum motivo os homens adoram-nas), e dão porrada sempre mesmo que (no caso desde livro) sejam uma analista de sistemas.

Em suma, não vale o dinheiro. A evitar.
E até a PN Elrod é aborrecida no seu conto de vampiro detective nos anos 20, apesar do divertidissimo "All Shook Up" do primeiro volume.
"I believe in pink. I believe that laughing is the best calorie burner. I believe in kissing, kissing a lot. I believe in being strong when everything seems to be going wrong. I believe that happy girls are the prettiest girls. I believe that tomorrow is another day and I believe in miracles."

— Audrey Hepburn

User avatar
Lady Entropy
Papa-livros
Posts: 1094
Joined: 03 Oct 2009 12:09
Location: Porto, Portugal
Contact:

Re: Lady Entropy - 2010

Postby Lady Entropy » 30 Sep 2010 11:08

Anibunny wrote:Isso quer dizer que tens 248 livros COMPRADOS ou na wishlist?


Comprados (ie em minha casa) tenho mais cerca de 3000. 248 estão na lista do "para ler".

Ainda não meti aí a Wish List. Vai ser lindo quando o fizer :blink:
"I believe in pink. I believe that laughing is the best calorie burner. I believe in kissing, kissing a lot. I believe in being strong when everything seems to be going wrong. I believe that happy girls are the prettiest girls. I believe that tomorrow is another day and I believe in miracles."

— Audrey Hepburn

User avatar
Lady Entropy
Papa-livros
Posts: 1094
Joined: 03 Oct 2009 12:09
Location: Porto, Portugal
Contact:

Re: Lady Entropy - 2010

Postby Lady Entropy » 30 Sep 2010 11:24

Image

Soulless, de Gail Carriger (Book 1 of the Parasol Protectorate)

"Alexia Tarabotti is laboring under a great many social tribulations. First, she has no soul. Second, she's a spinster whose father is both Italian and dead. Third, she was rudely attacked by a vampire, breaking all standards of social etiquette.

Where to go from there? From bad to worse apparently, for Alexia accidentally kills the vampire -- and then the appalling Lord Maccon (loud, messy, gorgeous, and werewolf) is sent by Queen Victoria to investigate.

With unexpected vampires appearing and expected vampires disappearing, everyone seems to believe Alexia responsible. Can she figure out what is actually happening to London's high society? Will her soulless ability to negate supernatural powers prove useful or just plain embarrassing? Finally, who is the real enemy, and do they have treacle tart?

SOULLESS is a comedy of manners set in Victorian London: full of werewolves, vampires, dirigibles, and tea-drinking. "


Existem muitas coisas que eu gosto em livros, entre elas: fantasia urbana, heroínas não perfeitas, época victoriana. Quando descobri que uma autora combinou as três num só livro, soube que tinha que ler IMEDIATAMENTE!

Ao contrário de My Big Fat Supernatural Honeymoon, Soulless, é tudo o que a fantasia urbana tem de melhor: descrições temáticas espetaculares, pesquisa bem feita, ideias engraçadas e originais e aproveitamento\reescrita de conceitos já utilizados. Adorei quase todas as personagens intervenientes, desde a heroína ao herói, aos melhores amigos. O vilão foi um certo desapontamento porque apenas foi introduzido à última da hora e é um pouco 2D visto que não tem tempo para ser desenvolvido devidamente. A plotline, ainda que não brilhantemente genial, estava bem cuidada e mantinha as coisas acessíveis e interessantes. Houve uma ou duas cenas que eu achei metidas à pressão apenas para forçar a história a decorrer, mas não prejudicou em nada o meu apreço pelo livro.

Destaque especial vai para a cena do ouriço cacheiro (se querem saber, vão ler).

Os dois livros seguintes, Changeless e Blameless entram directamente para a minha Wishlist.
"I believe in pink. I believe that laughing is the best calorie burner. I believe in kissing, kissing a lot. I believe in being strong when everything seems to be going wrong. I believe that happy girls are the prettiest girls. I believe that tomorrow is another day and I believe in miracles."

— Audrey Hepburn

User avatar
Lady Entropy
Papa-livros
Posts: 1094
Joined: 03 Oct 2009 12:09
Location: Porto, Portugal
Contact:

Re: Lady Entropy - 2010

Postby Lady Entropy » 30 Sep 2010 11:54

Image

Casino Royale, de Ian Flemming (007)

Diga-se de passagem que nunca gostei do James Bond dos filmes, tendo sempre preferido os vilões (tive uma estranha infatuação com o Scaramanga e a sua pistola dourada quando era miúda). Sempre achei o personagem sensaborão, azeiteiro e aborrecido. Até o Casino Royale com o Daniel Craig: sim, eu se que muitos fãs hardcore do 007 detestaram a "brutalidade" e falta de sofisticação... mas eu pela primeira vez consegui ver o James Bond como um agente do governo, não como o primo rico do Zézé Camarinha, que sabia tanto lutar como eu sabia tocar fagote.

... admito que isto

Image

também ajudou, mas prontos, não vamos por aí.... :angel:

Depois de ter lido Quantum of Solace (a colectânea de contos, não a adaptação do horrível filme), apercebi-me que gostava da escrita do Ian Flemming, e decidi comprar o Casino Royale. A história conta-nos a aventura do agente 007, enviado para tentar parar um obeso Le Chriffre, conhecido pelo seu amor pelo dinheiro e que precisava de ganhar algum rapidamente, pelo que criou um jogo privado de Baccarat -- Bond é enviado para tentar evitar que este ganhe alguma coisa, e, a maior parte da história passa-se à volta do jogo. Bond, como herói não é particularmente inspirado ou grandioso, mas funciona bem: é bom ver um herói que em muitos aspectos é um crápula - suspeito que não era esse o desejo do Ian Fleming, que se projectava grandemente para o seu herói, como todos sabiam. Mas, curiosamente, Bond não é um herói perfeito apesar de ser louvado constantemente pelos personagens secundários. Acho que acabei por gostar mais da história por causa disso. Acabei por eleger Mathias como personagem preferida. Engraçado, refinado, com grande sentido de humor, e dá nas orelhas do James Bond quando este se começa a passar e ter ataques de consciência e a debitar filosofia barata.

Lê-se com facilidade, e o livro é pequeno, ainda que sofra de alguns problemas de pacing -- suponho que se o livro fosse maior, conseguir não ser tão... apressado. O romance que existe é forçado e pouco convincente, mas não estava a contar que fosse de outra maneira: o próprio Bond admite que ele gosta e de caçar, consumar, e depois quer é livrar-se da rapariga o mais depressa possível.

Preferi a colectânea de contos, francamente, e, entre livro e filme (e isto é MUITO raro de acontecer), o meu voto vai para o filme. E não é só pelo Daniel Craig de tanga.

No entanto, recomendo a quem quer um livro de espionagem leve e descomplicado.
"I believe in pink. I believe that laughing is the best calorie burner. I believe in kissing, kissing a lot. I believe in being strong when everything seems to be going wrong. I believe that happy girls are the prettiest girls. I believe that tomorrow is another day and I believe in miracles."

— Audrey Hepburn

User avatar
Sharky
Edição Única
Posts: 4587
Joined: 19 Jun 2008 00:04
Location: Margem Sul
Contact:

Re: Lady Entropy - 2010

Postby Sharky » 30 Sep 2010 12:14

Lady Entropy wrote:
... admito que isto

Image

também ajudou, mas prontos, não vamos por aí.... :angel:




Não são admitidas imagens dessas aqui no forum, consulta o Código de Conduta ---» viewtopic.php?f=21&t=7498
É para todos. :mrgreen:

User avatar
Lady Entropy
Papa-livros
Posts: 1094
Joined: 03 Oct 2009 12:09
Location: Porto, Portugal
Contact:

Re: Lady Entropy - 2010

Postby Lady Entropy » 30 Sep 2010 13:46

:o Mas mas mas.... isto é ARTE! Não estou a ver a pornografia\Eroticismo inerente a isto (cough)... o cavalheiro tem calções vestidos.
"I believe in pink. I believe that laughing is the best calorie burner. I believe in kissing, kissing a lot. I believe in being strong when everything seems to be going wrong. I believe that happy girls are the prettiest girls. I believe that tomorrow is another day and I believe in miracles."

— Audrey Hepburn

User avatar
Sharky
Edição Única
Posts: 4587
Joined: 19 Jun 2008 00:04
Location: Margem Sul
Contact:

Re: Lady Entropy - 2010

Postby Sharky » 30 Sep 2010 14:09

Lady Entropy wrote:(cough)...


Bebe um leitinho quente com mel que isso passa :mrgreen:

User avatar
Arsénio Mata
Livro Raro
Posts: 1773
Joined: 01 Oct 2009 20:41
Location: Portimão
Contact:

Re: Lady Entropy - 2010

Postby Arsénio Mata » 30 Sep 2010 14:14

248 livros em atraso... E eu a pensar que tinha de parar de comprar livros... :mrgreen:
Boa sorte! :P
Only in the bloodline is this terror exposed
A knife to the eye of modern day times
Exactly what you've worked for.

A price for the pride
I can feel the distance coming
The holes in my lungs
Won't let me take this anymore.

http://umhomemsimpatico.tumblr.com/

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Lady Entropy - 2010

Postby Samwise » 30 Sep 2010 16:11

Não me parece que o "objecto" em exposição ofenda a moral conforme explicitada no "regulamento".

(e a mesma coisa para o trecho do True Lies)
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Lady Entropy
Papa-livros
Posts: 1094
Joined: 03 Oct 2009 12:09
Location: Porto, Portugal
Contact:

Re: Lady Entropy - 2010

Postby Lady Entropy » 01 Oct 2010 13:48

Image

PLATÃO E UM ORNITORRINCO entram num bar…

Thomas Cathcart e Daniel Klein
Edições Dom Quixote

A perfeita aliança entre o humor e a filosofia

Finalmente, uma hilariante e irreverente viagem pelas grandes escolas, tradições e pensadores filosóficos.

Platão e Um Ornitorrinco Entram Num Bar… é um livro para todos aqueles que não querem levar demasiado a sério as coisas sérias. Não precisa de saber muito de filosofia para desfrutar em pleno deste livro, pois está escrito ao estilo de Marx (Groucho, não Karl). Os autores, ambos licenciados em Filosofia por Harvard, tiveram o cuidado de não deixar nada de fora e, como tal, através deste divertido livro qualquer leitor compreenderá as grandes ideias da filosofia ocidental e fará uso delas da melhor forma possível: com humor. O livro provoca o riso, mas também deixa o leitor a pensar. É um autêntico curso intensivo em que se explica a filosofia através de uma série de anedotas e histórias cómicas.

Será difícil negar que esta é a melhor forma de abordar uma disciplina vista por muitos como séria, maçuda e inacessível.


Li este livro ontem à noite. Literalmente. Comecei a ler enquanto via TV às 8 da noite, parei para jantar e arrumar a cozinha, peguei outra vez e ia lendo enquanto falava com amigos no MSN, e à uma da manhã estava acabado e estava eu a dormir na minha caminha a sonhar com o Daniel Craig de calções de banho.

É um livro pequeno, com cerca de 250 páginas, e capa dura - termos visuais é muito bonito, mas tem muitas imagens, letras grandes, e espaços brancos -- o livro poderia ter facilmente metade do tamanho com letra mais pequena e menos espaços. O livro é um pequeno tratado de filosofia com piadas pelo meio. Penso que quem souber mais de filosofia acha mais piada, mas lê-se com facilidade. Está escrito de forma acessível e gira, mas... é tão simples que acabei por aprender menos do que esperava sobre as correntes filosóficas (a única coisa que me ocorre sobre o que li foi a historieta sobre como Kant era sempre tão preciso no seu passeio depois de almoço que as pessoas acertavam o relógio por ele -- incluindo o sacristão, que acertava o relógio da torre da igreja quando via a filósofo passar que, por sua vez, começava o passeio baseado nas horas do relógio da igreja). Fiquei com algumas dúvidas que gostaria de explorar sobre filosofia, mas se eu estivesse a estudar filosofia muito me teria divertido com este livro.

De resto, uma leitura leve para me fazer sentir mais inteligente e conhecedora comigo mesmo.
"I believe in pink. I believe that laughing is the best calorie burner. I believe in kissing, kissing a lot. I believe in being strong when everything seems to be going wrong. I believe that happy girls are the prettiest girls. I believe that tomorrow is another day and I believe in miracles."

— Audrey Hepburn

User avatar
Lady Entropy
Papa-livros
Posts: 1094
Joined: 03 Oct 2009 12:09
Location: Porto, Portugal
Contact:

Re: Lady Entropy - 2010

Postby Lady Entropy » 01 Oct 2010 21:56

Image

Emily the Strange: The Lost Days
por Rob Reger, Jessica Gruner
Ilustrado Rob Reger e Buzz Parker
Harper-Collins

13 Elements you will find in the first Emily the Strange novel:

1. Mystery
2. A beautiful golem
3. Souped-up slingshots
4. Four black cats
5. Amnesia
6. Calamity Poker
7. Angry ponies
8. A shady truant officer
9. Top-13 lists
10. A sandstorm generator
11. DoppelgÄngers
12. A secret mission
13. Earwigs

Emily the Strange: 13 years old. Able to leap tall buildings, probably, if she felt like it. More likely to be napping with her four black cats; or cobbling together a particle accelerator out of lint, lentils, and safety pins; or rocking out on drums/ guitar/saxophone/zither; or painting a swirling feral sewer mural; or forcing someone to say "swirling feral sewer mural" 13 times fast . . . and pointing and laughing.

Reger’s gothy cult heroine, who began life as a sticker for skaters and other underground types before moving into comics, now makes the leap into full-fledged YA noveldom. But not to worry: this is anything but a sellout. The book (structured as the girl’s diary) opens with Emily coming to with a fresh case of plot-device-grade amnesia. As she tries to figure out who she is, where she is, and just about everything else (aside from remembering an affinity for cats and the number 13), Emily gets involved in a power struggle among a cast of shady characters in the town of Blackrock. Although the lurching plot perambulations are increasingly difficult to follow, there’s no doubting the lighthearted but darkly hued creativity on display, nearly always sacrificing sense for strangeness. A bevy of lists (all 13 items long) and black-and-red drawings work to break up the narrative. The central mystery of who Emily is eventually gets (sort of) resolved; any number of other unexplained peculiarities will have to wait for further installments. Pure black gold for the right readers.


Hoje, andava meio em baixo, por isso agarrei no primeiro livro que me veio à mão, e zás de ler sem parar.

Este livro é baseado na Emily the Strange, que é uma personagem estilo Pucca ou Hello Kitty, mas versão gótica - é usada para vender roupas, merchandise etc.
No entanto, e para minha surpresa, o livro é MUITO bom. Claro que está escrito para um livro de young adults, mas trata-os como pessoas inteligentes, não como miúdos estúpidos. E isso vê-se no plot, que me colou no livro até ao final, a virar página atrás de página só para ver o que ia acontecer. A heroína é uma miúda com 13 anos, que acorda num banco de jardim numa terreola nos confins dos Estados Unidos sem saber quem é ou como se chama. Acaba por se auto chamar Earwig (primeira palavra que lhe veio à cabeça), e, para sua surpresa, não faz ideia quem é, o que faz ali, e porque é que ninguém a reconhece -- ou porque não tem pais à procura dela.

O livro está escrito em forma de diario (ao qual faltam as 11 primeiras páginas) pela heroína, que vai documentando a sua descoberta e vida na estranha e pequena cidade de Blackrock -- o mistério adensa-se longo de imediato e colou-me ao livro até o ter acabado em menos de 3 horas. Gosto muito do formato pequenino e de capa dura, com ilustrações a preto e vermelho, metidas assim pelo meio, como se de facto o diário de alguém fosse.

A história acaba por ter um final mais "banda desenhada" e mais "whimsical" do que gostei, mas digo-vos que se este livro fosse reescrito para ser mais "sério", era, possivelmente, dos melhores livros de conspiração e amnésia que já li (competindo directamente com as Crónicas de Ambar!). Até mesmo com o final "infantil", é MUITO MUITO inteligente, e muda a forma de verem a heroína. Plot twists, surpresas e revelações a cada esquina.

Recomendado para alguém que não se importe de acreditar em superciência, telepatia, e homens que, por amor, estão dispostos a deslocar TODOS os edifícios de uma aldeola exactamente 2.5 cm para a esquerda.
"I believe in pink. I believe that laughing is the best calorie burner. I believe in kissing, kissing a lot. I believe in being strong when everything seems to be going wrong. I believe that happy girls are the prettiest girls. I believe that tomorrow is another day and I believe in miracles."

— Audrey Hepburn

User avatar
Lady Entropy
Papa-livros
Posts: 1094
Joined: 03 Oct 2009 12:09
Location: Porto, Portugal
Contact:

Re: Lady Entropy - 2010

Postby Lady Entropy » 02 Oct 2010 15:33

Image

WISHLIST

As coisinhas lindas que a Lady Entropy quer, mas ainda não comprou -- só que sonha com elas! Talvez nos meus aninhos...


A COMPRAR JÁ!

As coisas que tenho a certeza que quero.

Sizzling Sixteen HC (livro 16 da Stephanie Plum) - Janet Evanovich
Wicked Apetite HC -Janet Evanovich COMPRADO
Dream Park, Henry Niven COMPRADO
The Mysteries of Dyogenes Club, Kim Newman
Dexter is Delicious, Jeff Lindsay
The Secret Hour, Scott Westerfeld
Blue Noon, Scott Westerfeld
Touching Darkness, Scott Westerfeld
Blameless, Carrie Gail
Changeless,Carrie Gail

É POSSÍVEL
As coisas que me parecem interessantes mas ainda não estou convencida.

The Mammoth Book of Scottish Romance
The Mammoth Book of Paranormal Romance 2
The Fire Kimono, Laura Rowland
The Cloud Pavillion, Laura Rowland
The Secret Circle (1 e 2), L J Smith
The Mage in Black, Jaye Wells
Tooth and Claw, Jo Walton
A Matter of Magic, Patricia Wrede
Shades of Milk and Honey, Mary Kowal
The Summer King, O R Melling
The Light-Bearer's Daughter, O R Melling
The Book of Dreams, O R Melling
Last edited by Lady Entropy on 01 Dec 2010 23:35, edited 3 times in total.
"I believe in pink. I believe that laughing is the best calorie burner. I believe in kissing, kissing a lot. I believe in being strong when everything seems to be going wrong. I believe that happy girls are the prettiest girls. I believe that tomorrow is another day and I believe in miracles."

— Audrey Hepburn


Return to “Arquivo - 2010”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 2 guests

cron