Não é Meia-Noite Quem Quer - António Lobo Antunes

User avatar
Cerridwen
Edição Única
Posts: 7357
Joined: 01 Jan 2005 13:17
Location: Torres Vedras
Contact:

Não é Meia-Noite Quem Quer - António Lobo Antunes

Postby Cerridwen » 05 Oct 2012 10:51

Não é Meia-Noite Quem Quer - Edição ne varietur
António Lobo Antunes


Editor: Dom Quixote
ISBN: 9789722050944
Revisão filológica: António Bettencourt
Classificação: Romance
Páginas: 456

Sinopse: «O enredo do livro desenvolve-se em três dias, sexta-feira, sábado e domingo.

Uma mulher com perto de cinquenta anos vai passar um fim de semana na casa de férias da família, numa praia não identificada. A casa, modesta, foi vendida e ela quer despedir-se da casa, mas também relembrar tudo o que se passou ali - a sua infância com os pais e os irmãos, o suicídio do irmão mais velho, o irmão surdo-mudo, o complexo e dramático relacionamento dos pais, a menina da casa em frente, sua amiga do tempo de férias.

Vem depois a sua vida actual, mal casada, sem filhos, professora numa escola como tantas outras, com uma relação frustrante e sem entusiasmo com uma colega mais velha…

O falhanço que é a sua vida reflecte-se na casa há muito desabitada e nos sonhos de todos eles, ali irremediavelmente enterrados.

A despedida da casa pode levá-la a imitar o irmão mais velho e, no domingo, atirar-se das arribas e encerrar ali uma vida sem futuro.»

Leitura de um excerto: http://recursos.wook.pt/recurso?&id=3996127

(...) Não é meia noite quem quer, o 24.º romance de António Lobo Antunes (n. 1942). Desde 1996, Lobo Antunes publica um livro novo por ano. Aparentemente, uma tal banalização não belisca o índice de vendas, um verdadeiro case study num país com tão elevados níveis de iliteracia. Deve ser o efeito ne varietur. O livro faz jus à desconstrução da narrativa clássica: um patchwork de micro-relatos (sem narrador definido) dá carácter orgânico ao fluxo da consciência. A narração simultânea oblitera o fio da intriga (se é que, neste caso, faz sentido falar de intriga em sentido canónico), dando ênfase ao estranhamento. A focalização omnisciente é o cimento da “história”, residindo aí o melhor do livro.
- Eduardo Pitta no seu blogue Da Literatura

User avatar
Sharky
Edição Única
Posts: 4587
Joined: 19 Jun 2008 00:04
Location: Margem Sul
Contact:

Re: Não é Meia-Noite Quem Quer - António Lobo Antunes

Postby Sharky » 05 Oct 2012 23:56

Este vai ser a última compra do ano, pá semana B)

User avatar
Cerridwen
Edição Única
Posts: 7357
Joined: 01 Jan 2005 13:17
Location: Torres Vedras
Contact:

Re: Não é Meia-Noite Quem Quer - António Lobo Antunes

Postby Cerridwen » 16 Sep 2013 17:32



Return to “Autores A - E”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 4 guests

cron