Cidade Aberta - Teju Cole

User avatar
Cerridwen
Edição Única
Posts: 7357
Joined: 01 Jan 2005 13:17
Location: Torres Vedras
Contact:

Cidade Aberta - Teju Cole

Postby Cerridwen » 21 Jun 2013 18:23

Cidade Aberta
Teju Cole


Editora: Quetzal
Título original: Open City
Tradução: Helder Moura Pereira
ISBN: 9789897221095
Classificação: Romance
Páginas: 288

Sinopse: «Através das ruas de Manhattan, um jovem médico nigeriano deambula sem destino. Andar liberta Julius do ambiente tenso da sua profissão e dá-lhe o espaço necessário para processar o relacionamento com os outros, a recente separação da namorada, o presente e o passado. Nesta deriva, os milhares de rostos por que passa não atenuam o seu sentimento de solidão, pelo contrário. Mas não se trata apenas de uma paisagem física a que ele atravessa: Julius cruza também um território social, no encontro com pessoas de diferentes culturas e estratos. Tendo merecido os maiores elogios (que o comparam a Sebald, Coetzee e Henry James), este assombroso romance investiga a identidade, a liberdade, a perda, a deslocação e a entrega. Cidade Aberta é uma obra profundamente original, cativante e encantatória.»

Prémio Pen/Hemingway.

Leitura de um excerto: http://recursos.wook.pt/recurso?&id=9274159

«O romance de Teju Cole - belo, subtil e original – está tão próximo do diário quanto um romance o pode estar, com grandes espaços de reflexão, autobiografia, estase e repetição. É preciso uma mão muito segura para fazer com que este trabalho de escrita pareça o simples seguir de um fio.» - James Wood, New Yorker

Teju Cole nasceu nos Estados Unidos da América. Para além da escrita, é historiador e fotógrafo. Colabora com publicações como o jornal New York Times e as revistas New Yorker e Granta.

User avatar
Cerridwen
Edição Única
Posts: 7357
Joined: 01 Jan 2005 13:17
Location: Torres Vedras
Contact:

Re: Cidade Aberta - Teju Cole

Postby Cerridwen » 16 Sep 2013 17:46

Cidade Aberta, de Teju Cole (n. 1975), um escritor americano de ascendência nigeriana. Cole nasceu nos Estados Unidos mas viveu na Nigéria entre os 3 e os 20 anos de idade. Foi lá que publicou o primeiro livro, Every Day is for the Thief (2007). Toda a gente faz de conta que esse livro não existe. Quando Cidade Aberta saiu, James Wood dedicou-lhe um ensaio de várias páginas na New Yorker, tornando Cole um autor da moda. O livro foi distinguido com três prémios de prestígio: o PEN/Hemingway, o New York City Book e o Rosenthal da Academia Americana de Artes e Letras. Além de escritor, Cole é professor da Universidade de Nova Iorque, historiador de arte flamenga e fotógrafo de cidades. Ponto a reter: Cole escreve muito bem. Muito bem, mesmo. O livro centra-se na figura de Julius, um psiquiatra negro que exerce medicina num hospital de Manhattan, onde a maioria dos seus pacientes são afro-americanos. Tudo se passa alguns anos após o 11 de Setembro. A narrativa é uma sucessão de meditações sobre a paisagem urbana (Nova Iorque e Bruxelas), arte, literatura, música e o devir histórico, sem perder de vista a memória africana, em particular os anos vividos em Lagos. Como o fio romanesco é muito ténue, o livro lê-se como um monólogo. O título remete para a condição multicultural de Nova Iorque, bem como para o estatuto de “cidade aberta” que Bruxelas assumiu ao ser ocupada pelo exército de Hitler. A tradução de Helder Moura Pereira é irrepreensível.
- Eduardo Pitta, no seu blogue Da Literatura


Return to “Autores A - E”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 6 guests

cron