Pride and Prejudice / Orgulho e Preconceito - Jane Austen

bella_L
Panfleto
Posts: 20
Joined: 14 Oct 2007 17:10
Location: Gondomar
Contact:

Re: Pride and Prejudice

Postby bella_L » 22 Nov 2007 19:08

LOL, o ar despassarado é do Jude? Mesmo assim, de quem quer que seja, o ar despassarado fica sempre bem. É artístico.

O charme é relativo. Para mim o Firth tem muito mais do que todos os outros que disseste. Mas ok, gostos são gostos... E também não gosto do George Clooney (apesar de esse ter muitas fãs entre pessoas mais velhas :biggrin:) e do Hugh Grant muito menos. Parece que foi confundido e tem cara de outra coisa que mais vale não dizer. :wink:

Mas continuo a achar que comparar o Jude Law com o Firth, sabendo que o Firth está ligado a um dos maiores heróis românticos e o Jude está ligado ao Alfie que só faz estupidez... A minha opinião está dada. :biggrin:
<!--fonto:Century Gothic--><span style="font-family:Century Gothic"><!--/fonto-->"When life offers you a dream so far beyond any of your expectations, it's not reasonable to grieve when it comes to an end" <i>Bella</i><br /><!--fontc--></span><!--/fontc-->

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Pride and Prejudice

Postby Thanatos » 22 Nov 2007 19:17

O despassarado é o Firth.

E eu logo vi que estavas a julgar o tadito do Jude pelo Alfie. Está mal. O rapaz não tem culpa que lhe dêem papéis desses. Calha bem que eu ouço falar do Firth e só me lembro do papel dele no Diário de Bridget Jones. Admite lá que nesse ele tinha cara de tótó. Até usava um pullover feito pela mamã! :biggrin:
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
annawen
Livro Raro
Posts: 1953
Joined: 18 Jan 2006 11:34
Location: Gaia
Contact:

Re: Pride and Prejudice

Postby annawen » 22 Nov 2007 19:28

Thanatos wrote:Sinceramente ainda hoje não percebi o fascínio do sexo feminino pela cara de carneiro mal-morto do Firth. Deve ser algo que me escapa. Ainda se fosse o Jude Law... :rolleyes:


Faço minhas as tuas palavras, Thanatos. Não vi muitos filmes com o Jude Law mas gosto muito dele em "Existenz".

bella_L
Panfleto
Posts: 20
Joined: 14 Oct 2007 17:10
Location: Gondomar
Contact:

Re: Pride and Prejudice

Postby bella_L » 22 Nov 2007 19:39

Thanatos wrote:E eu logo vi que estavas a julgar o tadito do Jude pelo Alfie. Está mal. O rapaz não tem culpa que lhe dêem papéis desses. Calha bem que eu ouço falar do Firth e só me lembro do papel dele no Diário de Bridget Jones. Admite lá que nesse ele tinha cara de tótó. Até usava um pullover feito pela mamã! :biggrin:


LOL, eu não estou a julgá-lo só pelo Alfie (eu até gostei da personagem tona dele :biggrin:), mas por exemplo também pelo Amor em Férias ou lá como se chamava. Eu associo-o logo a comédias românticas.
E sim, também me lembro do pullover das renas :biggrin:. Mas ele também não tem culpa dessa personagem, que por sinal mesmo assim tinha bastante mais charme que o Alfie (coitado, era tão fofo. supostamente a escritora queria que a personagem dele fosse o Darcy dos tempos modernos. só lhe faltava não ser assim tão tótó, porque até era simpático).

E eu posso ter a imagem das renas na cabeça, mas a imagem da camisa molhada ninguém me tira, e só essa vale por tudo!!! :biggrin::biggrin::D
<!--fonto:Century Gothic--><span style="font-family:Century Gothic"><!--/fonto-->"When life offers you a dream so far beyond any of your expectations, it's not reasonable to grieve when it comes to an end" <i>Bella</i><br /><!--fontc--></span><!--/fontc-->

User avatar
Dharma
Enciclopédia
Posts: 782
Joined: 02 Aug 2007 12:13
Location: Vialonga
Contact:

Re: Pride and Prejudice

Postby Dharma » 23 Nov 2007 11:28

Thanatos wrote:O homem anda sempre com ar permanentemente despassarado como se o mundo lhe passasse ao lado.


A piada é exactamente essa. O Jude Law tem ar de menino "perfeitinho", de mulherengo. Não que não seja engraçado (é bem bonito), mas é engraçado porque "charmoso" seria o último adjectivo que usaria para descrever o Jude Law.

Image

Isto para mim é que é charme, não é aquele ar de "não me toques que me estragas o penteado" do Jude Law...

Dharma
"The mind is its own place, and in it self
Can make a heaven of hell, a hell of heaven."

User avatar
Lazy Cat
Livro Raro
Posts: 1619
Joined: 14 Jun 2005 22:37
Location: no cu de judas, atrás do sol posto. or so they say...
Contact:

Re: Pride and Prejudice

Postby Lazy Cat » 23 Nov 2007 19:35

Ena pá! De um livro passamos para o concurso de beleza! Realmente....


E já agora, Thanatos, o Jude Law é FEIO! =P A sério que não percebo a tua pancada por esse sujeito... lol

Eu nunca li o livro, mas ando a ficar curiosa... com a série da BBC! =P
Image
Image When I'm sad, I stop being sad and be awesome instead. True story

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Pride and Prejudice

Postby Samwise » 11 Feb 2009 13:13

E para quem julgava que já tinha visto tudo:

Pride and Prejudice and Zombies

Melhor ainda, parece certo que vai ser adaptado ao cinema, já havendo disputas sobre os direitos de adaptação.

Se a moda pega, ainda vamos ter para aí o "Oliver Jason Twist" e o "Wuthering Slashing Heights".... :biggrin:

Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
grayfox
Edição Única
Posts: 4203
Joined: 01 Jul 2008 16:20
Location: Braga
Contact:

Re: Pride and Prejudice

Postby grayfox » 11 Feb 2009 13:18

Samwise wrote:E para quem julgava que já tinha visto tudo:

Pride and Prejudice and Zombies

Melhor ainda, parece certo que vai ser adaptado ao cinema, já havendo disputas sobre os direitos de adaptação.

Se a moda pega, ainda vamos ter para aí o "Oliver Jason Twist" e o "Wuthering Slashing Heights".... :biggrin:

Sam


por acaso já consta na minha to buy list há uns dias! leio o romance e o horror de uma só vez!
A melhor assinatura chinesa da actualidade.

dreaming_girl
Rascunho
Posts: 1
Joined: 10 Feb 2009 23:32
Contact:

Re: Pride and Prejudice

Postby dreaming_girl » 11 Feb 2009 17:22

Jane Austen foi uma mulher cheia de talento. Orgulho e Preconceito é sem dúvida um exemplo disso!

User avatar
Anibunny
Edição Única
Posts: 2814
Joined: 10 Jun 2009 23:11
Location: Porto
Contact:

Re: Pride and Prejudice

Postby Anibunny » 25 Mar 2010 13:45

Jane Austen iniciou a escrita de “Pride and Prejudice” em 1796, a que deu o nome inicialmente de “First impressions”. Apesar de ter sido inicialmente recusado, fora publicado em Janeiro de 1813 sendo o seu segundo livro a ser publicado, a seguir de “Sense and sensibility”. Jane Austen serve-se de uma história de amor para satirizar as classes sociais superiores, mas também inferiores. “Pride and prejudice” não é só a história de amor (quase impossível) entre Elizabeth Bennet e Mr. Darcy. Existe um leque de personagens, em que cada representa um estereótipo da sua classe: Mr. Collins tem uma relação de amizade com Lady de Bourgh, apesar do seu nível social inferior; a família Bennet relaciona-se com a família Bingley e com mr. Darcy apesar de serem “middle class”. Mrs. Bennet é uma personagem satirizada pelos seus comportamentos; o seu maior sonho é ver as cinco filhas casadas e quando esse desejo realiza-se não sabe quais dos genros são mais bonitos e ricos. Quando Lydia casa com Wickham, Mrs. Bennet espalha a notícia que a sua filha mais nova vai casar aos dezasseis anos. Contudo Elizabeth é a única que entende a tragédia da união da sua irmã com um homem hipócrita. Quando Jane aceita o pedido de casamento de Mr. Bingley, Mrs. Bennet não pensa na possível felicidade da filha, mas sim nos dez mil de rendimento que o futuro genro possui. Da mesma maneira Charlotte Lucas aceita o pedido de casamento de Mr. Collins, após ser recusado por Elizabeth, conferindo assim a ascensão social em troca do amor. Jane e Elizabeth são os dois exemplos de que o amor pode ultrapassar as diferenças sociais. O fim é sem dúvida feliz e cor-de-rosa, o que nos leva a pensar como seria se Lydia não tivesse casado com Wickham e tivesse manchado o nome da família. Honra e reputação são dois factores que tanto são satirizados, como levados a sério. Se Lydia não tivesse fugido com Wickham, o relacionamento de mr. Darcy com Elizabeth seria impossível, devido à mancha que os Bennet teriam de suportar. Mr. Darcy consegue, com sucesso, emendar os erros, para que a ponte da felicidade e do matrimónio se estabelecesse entre ele e Elizabeth. Esta quebra na harmonia será o único símbolo de perigo e ameaça presente em todo o livro. Se o leitor não se apercebe pelas lágrimas de Elizabeth, que a sua heroína está prestes a ser eliminada pela sociedade, Lydia tem, por sinal, o dom de conseguir afastar-se da sociedade de classes e honra. Ao fugir com Wickham, consegue libertar-se, por algum tempo deste sistema, enquanto Elizabeth e Jane sabem que para serem felizes têm de se manter fiel às regras da sociedade.
A relação de amor-ódio-orgulho entre mr. Darcy e Elizabeth será melhor caracterizada através das viagens. Sabemos que as viagens têm sempre um papel fulcral em toda a literatura e raras são as obras em que as viagens não estão presentes. Elizabeth, Jane e Lydia viajam durante o romance, mas são as viagens de Elizabeth que contribuem para o desenvolvimento da história. Na sua viagem até à casa de mr. Collins, mr. Darcy aparece e pede-a em casamento; na segunda viagem até Pemberley, os seus sentimentos por mr. Darcy começam a mudar e Elizabeth acha-o menos orgulhoso e mais natural, aliando a propriedade de Pemberley (calma) com a personalidade de Darcy e por último, a terceira viagem é marcada pelo encontro de mr. Darcy com Lydia.
Apesar de durante muito tempo “Pride and Prejduice” ter sido encarado como uma obra menor, o realismo e a crítica social aliada às duas histórias de amor revelam que “Pride and Prejudice” merece estar ao lado de outros livros pertencentes ao cânone literário. Jane Austen será uma leitura perfeita para quem gosta de finais felizes, sem superficialidades. Mais tarde Charlotte Brontë, com a sua personagem feminina Jane Eyre, conseguiria prender os leitores com o mesmo realismo e crítica.

User avatar
Sharky
Edição Única
Posts: 4587
Joined: 19 Jun 2008 00:04
Location: Margem Sul
Contact:

Re: Pride and Prejudice

Postby Sharky » 25 Mar 2010 13:49

Tenho lá o livro da Pinguin, mas o tamanho das letras... :mrgreen:
Some day, some day...

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Pride and Prejudice

Postby Samwise » 25 Mar 2010 14:16

Nice, Anibunny. Desta vez gostei de ler. ;)
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

Tzimbi
Livro Raro
Posts: 1604
Joined: 11 May 2007 23:24
Location: Lisboa
Contact:

Re: Pride and Prejudice

Postby Tzimbi » 25 Mar 2010 15:03

Anibunny wrote:Apesar de durante muito tempo “Pride and Prejduice” ter sido encarado como uma obra menor, o realismo e a crítica social aliada às duas histórias de amor revelam que “Pride and Prejudice” merece estar ao lado de outros livros pertencentes ao cânone literário. Jane Austen será uma leitura perfeita para quem gosta de finais felizes, sem superficialidades.


Também gostei de ler, Ani. :)

Em relação à questão da "obra menor", ainda hoje tenho alguma dificuldade em perceber por que razão este romance da Jane Austen (e os outros não devem ser muito diferentes, mas não os li) é tão apreciado. Não consigo ver a genialidade neste romance, a sério que não. E já andei a explorar o que muitos críticos dizem e não fiquei nada convencida. Percebo a questão da crítica social, da crónica dos costumes, etc, mas... :(

S.

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Pride and Prejudice

Postby Samwise » 25 Mar 2010 16:15

Tzimbi wrote:Em relação à questão da "obra menor", ainda hoje tenho alguma dificuldade em perceber por que razão este romance da Jane Austen (e os outros não devem ser muito diferentes, mas não os li) é tão apreciado. Não consigo ver a genialidade neste romance, a sério que não. E já andei a explorar o que muitos críticos dizem e não fiquei nada convencida. Percebo a questão da crítica social, da crónica dos costumes, etc, mas... :(


Eu gostei muito do estilo mordaz dessa crítica (ao fim ao cabo, do estilo de escrita da Austen) e das personalidades tão bem delineadas das personagens. A associação entre os contornos da narrativa, as situações criadas e o papel das personagens está equilibrada na dosagem certa e bem cosida pelo estilo utilizado - revela um domínio seguríssimo da escrita. Genial não sei se será, mas obra menor nem pensar...

Mas volto a dizer: este é um livro que me parece decididamente cunhado por uma mulher. Não que isso signifique uma força ou uma fraqueza, é apenas um facto que me ocorre salientar.
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

Tzimbi
Livro Raro
Posts: 1604
Joined: 11 May 2007 23:24
Location: Lisboa
Contact:

Re: Pride and Prejudice

Postby Tzimbi » 25 Mar 2010 16:33

Sam, eu não discordo em nada do que dizes, nem sequer o considero uma obra menor (daí as aspas), mas também não lhe reconheço a genialidade com que na maior parte dos casos a descrevem.
Digamos que foi um livro que li (com algumas expectativas) e não acrescentou nada de novo, não me empolgou por aí além e não me fez pensar/crescer, entendes? A escrita é segura, mas não é de ficares de boca aberta. A história é engraçada, mas não passa de um "romance" (sim, é pejorativo).

Mais do que ser "cunhado por uma mulher" parece-me ser escrito para mulheres. Aiiii, agora é que levo com as femininistas cá do burgo em cima pela barbaridade que estou a escrever. :ph34r:

Ok, já perceberam que Jane Austen não é a minha autora preferida. :mrgreen:

S.


Return to “Autores A - E”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 2 guests