O Pêndulo de Foucault (Umberto Eco)

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: O Pêndulo de Foucault

Postby Thanatos » 27 Mar 2005 17:25

acrisalves wrote: Tem cuidado com a censura - uma amiga comprou o Indiana Jones em Londres, e estava todo cortado, sem qualquer aviso em lado nenhum...

Exagerada! :P É só Temple of Doom que está cortado na cena do ritual do coração. São cerca de 1 minuto e picos cortados. Nada como verificar bo BBFC.co.uk para saber se o DVD está ou não cortado, ou então procurar no rewind ou no melon's farmers.

Outros típicos cortes ingleses são no Matrix e no Star Wars 2. As versões nacionais não estão censuradas. :lol:
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
acrisalves
Edição Única
Posts: 3490
Joined: 29 Dec 2004 13:53
Location: In a florest mist
Contact:

Re: O Pêndulo de Foucault

Postby acrisalves » 27 Mar 2005 17:27

Thanatos wrote: Exagerada! :P É só Temple of Doom que está cortado na cena do ritual do coração. São cerca de 1 minuto e picos cortados. Nada como verificar bo BBFC.co.uk para saber se o DVD está ou não cortado, ou então procurar no rewind ou no melon's farmers.

eh pa... eu não vi o dito DVD - uma amiga "especialista" em filmes é que me disse que o filme tinha mais cortes do que a cena do coração (ela referiu essa cena em particular), mas obrigado por esse site - vou mandar-lho para que ela possa conferir os filmes antes de os encomendar

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: O Pêndulo de Foucault

Postby Thanatos » 27 Mar 2005 17:36

Que eu tenha conhecimento e que exista no site da BBFC é só mesmo este: <a href='http://www.bbfc.co.uk/website/Classified.nsf/ClassifiedWorks/E0748CBFA7910908802566C800440EB9?OpenDocument' target='_blank'>http://www.bbfc.co.uk/website/Classified.n...B9?OpenDocument</a>

Na altura isso foi muito discutido nos fóruns ingleses e de facto chegou-se à conclusão que os cortes foram autorizados pela própria distribuidora para não perder o rating.

Eu tive cá os dois exemplares, o nacional e o inglês e apenas posso dizer que o nosso não fica a dever nada ao inglês, além de ter as legendas e não ter os cortes, mantém o mesmo aspecto nas capas e no booklet interior e até no tipo de caixa. É um dos casos em que compensa comprar cá, além do mais agora já baixou de preço para uns aceitáveis 50 euros. O preço dum bilhete para os U2 :D
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

White_Lady
Dicionário
Posts: 666
Joined: 01 Jan 2005 15:34
Location: Lisboa
Contact:

Re: O Pêndulo de Foucault

Postby White_Lady » 28 Mar 2005 02:01

Tenho vários livros do Umberto Eco na minha wish list, que finalmente arranjei coragem para pôr por escrito (para que para a próxima a minha mãe "saiba" quais são os livros que eu realmente quero, eu estou sempre a dizer-lhe, mas pode ser que de papel na mão não se esqueça tão facilmente), sobretudo porque ele é um dos meus :D É medievalista e pelo que me foi dado a entender sabe bem do que fala, o que não quer dizer que aflore um pouco as coisas.

A minha listazita já vai em três páginas, com tendencia para aumentar. Estive também a ver o preço de alguns e realmente a versão inglesa, ou a original, ficam ligeiramente mais baratas, mas mesmo assim o dinheiro que tenho não é muito para gastos como esses, já que tenho outras prioridades apesar da leitura ser uma paixão. Descobri à tempos a maravilha das bibliotecas, só peca por não podermos ficar com o livro, na prateleira a fazer companhia aos outros, e por vezes termos de esperar para adquiri-lo, já que por vezes à uma "lista de espera". É muito mais barato, não à problemas de entrega, para mim as bibliotecas são perfeitas :rolleyes:

ApoK
Enciclopédia
Posts: 798
Joined: 31 Dec 2004 11:55
Location: Porto
Contact:

Re: O Pêndulo de Foucault

Postby ApoK » 28 Mar 2005 02:12

Seus cromos, vocês assassinaram o tópico lol

19 replies e só paí 3 é que se referem ao livro. Ai ai ai a minha vida B)
<b>"Deixem-me ouvir, uma vez mais, esses sons que foram, durante tanto tempo, a minha consolação e alegria."</b><br />W. A. Mozart - December 5th, 1791

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: O Pêndulo de Foucault

Postby Thanatos » 28 Mar 2005 06:16

ApoK wrote: Seus cromos, vocês assassinaram o tópico lol

19 replies e só paí 3 é que se referem ao livro. Ai ai ai a minha vida B)

É normal os tópicos «descambaram» pá! Não se ia a correr abrir outro tópico só por causa duma ligeira divergência de conteúdo. Além do mais desses 19 contaste com o teu a queixares-te? :P

Vê isto pela positiva. Quanto mais vezes respondemos neste tópico mais vezes ele fica ao de cima. ;)
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

ApoK
Enciclopédia
Posts: 798
Joined: 31 Dec 2004 11:55
Location: Porto
Contact:

Re: O Pêndulo de Foucault

Postby ApoK » 28 Mar 2005 11:01

Eu estou é à espera de ouvir (ler) de ti uma opinião "comprida" em relação a este livro. Faz falta aqui a opinião de um entendido nos assuntos :P
<b>"Deixem-me ouvir, uma vez mais, esses sons que foram, durante tanto tempo, a minha consolação e alegria."</b><br />W. A. Mozart - December 5th, 1791

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: O Pêndulo de Foucault

Postby Thanatos » 28 Mar 2005 11:18

ApoK wrote: Eu estou é à espera de ouvir (ler) de ti uma opinião "comprida" em relação a este livro. Faz falta aqui a opinião de um entendido nos assuntos :P

:o Opá para isso tinha de reler o livro. Ou tu julgas que o li anteontem? Pelas minhas contas quando o li estavas tu a entrar na primária! :lol:

Mas se isso te servir de consolação digo-te que na altura também não «sabia» nada sobre a Tora, os rosa-cruzes, os maçónicos etc, etc. Provavelmente está na altura de reler com outros olhos... :huh: Mas tenho outras leituras em estado de adiantamento e ainda não recebi o cheque da Difel, por isso... :lol:
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

ApoK
Enciclopédia
Posts: 798
Joined: 31 Dec 2004 11:55
Location: Porto
Contact:

Re: O Pêndulo de Foucault

Postby ApoK » 28 Mar 2005 11:36

De consolação não serve... se não percebias nada do assunto e mesmo assim adoraste o livro então talvez o problema seja meu. Aqueles nomes, aqueles locais, aquelas personagens, aqueles acontecimentos não significam nada para mim e foi muitas vezes complicado seguir o rumo do livro.

Mas este livro é um daqueles casos que eu não compreendo, eu não acredito que as pessoas que se inserem no estereotipo de leitor comum tenham adorado esta obra.
<b>"Deixem-me ouvir, uma vez mais, esses sons que foram, durante tanto tempo, a minha consolação e alegria."</b><br />W. A. Mozart - December 5th, 1791

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: O Pêndulo de Foucault

Postby Thanatos » 28 Mar 2005 11:47

se não percebias nada do assunto e mesmo assim adoraste o livro então talvez o problema seja meu.


Nem 8 nem 80! Eu percebia alguma coisa do assunto. Também não era assim tão trengo quando tinha 20 anos! ;) Por outro lado não percebo essa ideia de que tens um problema, mas sobre isso...

Mas este livro é um daqueles casos que eu não compreendo, eu não acredito que as pessoas que se inserem no estereotipo de leitor comum tenham adorado esta obra.


É esse o problema das tentativas de generalização. Qual é afinal o estereótipo do leitor comum? Consegues defini-lo? Eu penso que existem vários níveis de leitura... mais do que padrões identificativos de leitores. Se me disseres que leste este livro enquanto ias no autocarro eu poder-te-ia dizer que se calhar foi a falta de um ambiente propício a uma leitura detalhada que tornou o livro hermético. Ou talvez seja porque pura e simplesmente na altura este livro não seria o indicado para leres. No entanto se estivesses predisposto a ler num nível mais aprofundado poderia acontecer que a riqueza de referências de Eco te «puxasse» pelo prazer de descobrir o emaranhado de pistas que compõem o livro. Ou ainda assim talvez não. Mas o facto de gostar ou desgostar dum livro nunca deve ser encarado como algo passível de ser um problema, seja do leitor, seja do escritor. Afinal no fundo cada pessoa é um caso e o que uns gostam aos outros passa ao lado.
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Cerridwen
Edição Única
Posts: 7357
Joined: 01 Jan 2005 13:17
Location: Torres Vedras
Contact:

Re: O Pêndulo de Foucault

Postby Cerridwen » 28 Mar 2005 12:01

Eu acho que não existe um leitor comum.
Cada pessoa tem gostos diferentes e conhecimentos que divergem.
Basta vermos os gostos dos participantes deste fórum, para percebermos que cada qual gosta mais de um autor ou de um livro, mesmo que haja dois que tenham preferências pelo mesmo género literário.

ApoK
Enciclopédia
Posts: 798
Joined: 31 Dec 2004 11:55
Location: Porto
Contact:

Re: O Pêndulo de Foucault

Postby ApoK » 28 Mar 2005 12:46

Thanatos eu não o li no autocarro até porque raramente me desloco recorrendo a esse meio de transporte. A questão é que os assuntos abordados pelo livro não me fascinam por aí além. Gosto de teorias envoltas em mistério mas não creio que isso provenha de um gosto especial pelo tema mas sim pela natureza que é inerte em cada pessoa. Quem não gosta de umas conspirações? Agora, aquele livro é realmente complexo demais para quem não percebe “bolha” do assunto, que é o meu caso.

Eu com 21 anos sou um autêntico trengo nesses assuntos porque simplesmente não tenho nenhum interesse especial em saber mais.

Eu acho que existe um leitor comum, basta olha para a minha família e ver as leituras que a maior parte faz. Todos andam por livros da Joanne Harris, Isabel Allende, leram o Código Da Vinci e a Filha do Capitão, andam a saltar por aquelas leituras que estão sempre em destaque na FNAC e nas outras livrarias. É a isso que eu chamo leitor comum.
<b>"Deixem-me ouvir, uma vez mais, esses sons que foram, durante tanto tempo, a minha consolação e alegria."</b><br />W. A. Mozart - December 5th, 1791

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: O Pêndulo de Foucault

Postby Thanatos » 28 Mar 2005 13:01

ApoK wrote: Thanatos eu não o li no autocarro até porque raramente me desloco recorrendo a esse meio de transporte. A questão é que os assuntos abordados pelo livro não me fascinam por aí além.

Então foste de encontro aquilo que escrevi no meu post. Eu não afirmava que leste no autocarro, apenas que poderia ser uma das hipóteses. A outra era do assunto não te interessar o que se prova pelo que dizes que foi a hipótese correcta.

Como é óbvio se lermos um livro sobre o qual nada «sentimos» nunca retiraremos prazer dele. Não me imagino a ler o Pont-a-Mousson e a gostar daquilo... :P

Quanto ao desenho do perfil do leitor comum... fica para outra discussão. ;)
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

ApoK
Enciclopédia
Posts: 798
Joined: 31 Dec 2004 11:55
Location: Porto
Contact:

Re: O Pêndulo de Foucault

Postby ApoK » 28 Mar 2005 13:24

Sim acabei por ir ao encontro do que tu disseste. Agora, o facto de eu não ser um apaixonado pelo tema não quer dizer que não o ache curioso e me importe de ler coisas relacionadas.

Os temas são interessantes e eu gosto de ouvir falar deles mas de uma maneira mais simplória entendes? Um pouco à maneira rudimentar que o povo gosta de engolir. Simples e rápido embora eu tenha a noção de que muitas vezes isso seja impossível... é quase como pedir para demonstrar as equações de Schrödinger sem recorrer aos integrais e às derivadas...
<b>"Deixem-me ouvir, uma vez mais, esses sons que foram, durante tanto tempo, a minha consolação e alegria."</b><br />W. A. Mozart - December 5th, 1791

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: O Pêndulo de Foucault

Postby Thanatos » 28 Mar 2005 13:43

ApoK wrote: Sim acabei por ir ao encontro do que tu disseste. Agora, o facto de eu não ser um apaixonado pelo tema não quer dizer que não o ache curioso e me importe de ler coisas relacionadas.

Os temas são interessantes e eu gosto de ouvir falar deles mas de uma maneira mais simplória entendes? Um pouco à maneira rudimentar que o povo gosta de engolir. Simples e rápido embora eu tenha a noção de que muitas vezes isso seja impossível... é quase como pedir para demonstrar as equações de Schrödinger sem recorrer aos integrais e às derivadas...

Então és o perfeito candidato a leitor da colecção Ciência Aberta da Gradiva.

Compreendo o que dizes até porque o próprio Umberto Eco não «facilita». Aliás ele escreveu a propósito duma pergunta sobre o outro romance dele O Nome da Rosa que tinha deliberadamente preenchido as primeiras 100 páginas do romance com factos históricos para auferir do verdadeiro interesse do leitor em seguir a trama. Só os persistentes seriam recompensados.

Não posso dizer que concorde em absoluto com esta posição mas como tu próprio já percebeste pelas coisitas que eu volta e meia escrevo também sou adepto do «não-facilitismo» ao leitor. Do colocar barreiras à leitura. Do sugerir em vez do explicar.

P.S.: Não se pense pelo atrás exposto que me estou a comparar ao Eco. Nem por sombras... como diriam os dois nerds perante Alice Cooper: I'm not worthy :D
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!


Return to “Autores A - E”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 4 guests

cron