Dune / Duna - Frank Herbert

User avatar
MAGG
Livro Raro
Posts: 2010
Joined: 11 Sep 2009 13:26
Location: Mar de Dentro ...
Contact:

Re: Dune / Duna - Frank Herbert

Postby MAGG » 12 Mar 2014 21:08

O livro é muito melhor que o filme ? Opa ... realmente uma comparação a 3 seria mais ... preenchida. :D

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Dune / Duna - Frank Herbert

Postby Samwise » 12 Mar 2014 21:57

MAGG wrote:O livro é muito melhor que o filme ? Opa ... realmente uma comparação a 3 seria mais ... preenchida. :D


É sempre relativo (e o Grayfox diria mesmo que não se pode comparar livros com filmes), mas sim, na minha opinião o livro espeta com uma goleada ao filme por números da ordem dos dois ou três algarismos. :D

Mas o que importa não é essa comparação. É nem saberes de que falas se não tiveres lido o livro. :devil: (estou a brincar, mas também estou a falar a sério - o incrivelmente complexo e rico universo histórico-estrutural de tudo o que o filme apresenta nem sonhas que existe - nem o que nele existe...)
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
MAGG
Livro Raro
Posts: 2010
Joined: 11 Sep 2009 13:26
Location: Mar de Dentro ...
Contact:

Re: Dune / Duna - Frank Herbert

Postby MAGG » 13 Mar 2014 00:37

Não fazia ideia que existiam assim tantos "buracos" entre o filme e o livro. Bom assim sendo começo a epopeia de procurar o livro nos meandros dos catálogos das bibliotecas da AML. :devil:

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Dune / Duna - Frank Herbert

Postby Samwise » 13 Mar 2014 01:19

MAGG wrote:Não fazia ideia que existiam assim tantos "buracos" entre o filme e o livro.


Sim, há. Não foi por acaso que o Arthur C. Clarke o apelidou de "O Senhor dos Anéis" da Ficção Científica. O mundo que está ali desenvolvido é bastante complexo e detalhado (embora a modelo de escrita o torne bastante simples de seguir). Digamos que o que vês no filme é a camada superficial, no presente, de algo que demorou milénios a formar. As personagens, castas, tribos, casas, etc, e mais as guerras pelo poder e a intriga palaciana em torno de Arrakis - todas têm uma explicação histórica que não é revelada no filme, o que as torna estranhas de um ponto de vista de excentricidade, mas é coisa que se esgota quase por aí.

Por acaso não lês em inglês... ou lês? (olha a rima fácil... :mrgreen: ) Se sim, posso-te enviar a minha edição (um livrito de bolso em capa mole).
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
MAGG
Livro Raro
Posts: 2010
Joined: 11 Sep 2009 13:26
Location: Mar de Dentro ...
Contact:

Re: Dune / Duna - Frank Herbert

Postby MAGG » 15 Mar 2014 16:59

Por acaso leio em inglês mas já arranjei o livro :mrgreen: . É a versão portuguesa da saída de emergência.
Não sei se será uma boa opção. Alguém já leu esta versão ?

Entretanto já desfolhei o livro e não estavas nada a brincar aquando da comparação com o Senhor dos anéis . O final do livro são páginas e páginas de termos específicos da história.

User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4349
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: Dune / Duna - Frank Herbert

Postby Bugman » 15 Mar 2014 17:46

MAGG wrote:Por acaso leio em inglês mas já arranjei o livro :mrgreen: . É a versão portuguesa da saída de emergência.
Não sei se será uma boa opção.


Eu pessoalmente se alguém consegue ler no original aconselho sempre essa opção.

Quanto ao Dune mantenho o que disse antes: aquilo é um autêntico camião TIR: arranca devagar, mas aos poucos começa a ganhar momento.
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela

User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4349
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: Dune / Duna - Frank Herbert

Postby Bugman » 27 Mar 2014 15:09

Concluído que está o corpo do primeiro livro (falta-me só acabar os apêndices), posso começar a ordenar ideias sobre a coisa.

A primeira é que ler alguns clássicos depois de ter lido os que lhe sucederam, os seus sucedâneos e de crescer numa cultura fortemente influenciada por eles é coisa para tirar o impacto da obra. Este Dune foi isso mesmo. A cada página havia algo que eu já tinha lido, já tinha visto, já tinha ouvido. Pois... Só que tudo isso havia sido feito bem depois de Dune.

A escrita está longe de ser impecável. Confesso que me pareceu que metade do livro foi feito "voando a grande altitude". Capítulos soltos, grandes elipses e um certo atabalhoamento. Algo que, sejamos francos, se repete para o final do livro. Contextualizando (e haverá aqui certamente gente bem mais capaz do que eu), é fácil de perceber onde estão os Filhos da Duna ( ;) ), mas com os quase cinquenta anos que passaram desde a obra original, esta é dificilmente passa de uma agradável exercício histórico.

(O problema disto é que como me emprestaram o primeiro agora tenho ir à caça dos outros que o Herbert escreveu. Já ouvi dizer que vai por aí abaixo. Alguém confirma?)
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13871
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Dune / Duna - Frank Herbert

Postby Thanatos » 27 Mar 2014 17:08

Desconfirmo. Vai ao meu blogue ler a recensão que fiz ao Children...

http://rl15644.wordpress.com/?s=Herbert+
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Dune / Duna - Frank Herbert

Postby Samwise » 27 Mar 2014 18:43

Eu gostei menos das sequelas, e parei mesmo pelo terceiro livro (segunda sequela), porque o rumo que as coisas estavam a tomar me pareceu demasiado idiota, o "envelope estava ser empurrado" em demasia... :mrgreen: (ainda espreitei para o que vinha no quarto tomo, mas ficou-se pela loja).

Ainda assim, considero que são bons livros e que valem a leitura para quem gostou do primeiro, mesmo que a trama se repita em relação a determinados processos estruturais.

Bugman wrote:A escrita está longe de ser impecável. Confesso que me pareceu que metade do livro foi feito "voando a grande altitude". Capítulos soltos, grandes elipses e um certo atabalhoamento. Algo que, sejamos francos, se repete para o final do livro.


Eu gostei bastante do modelo de escrita do primeiro - da prosa - , apesar de não ser por aí que o livro me tenha "enfeitiçado", e deu-me depois a sensação que as sequelas foram tratadas com menos cuidado.
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4349
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: Dune / Duna - Frank Herbert

Postby Bugman » 28 Mar 2014 11:59

Tão cedo não devo falar das sequelas, mas face aos comentários divergentes terei mesmo de vir a falar delas. Como o Jorge.RRRRRRR Martins não se decide a acabar aquilo, parece que está encontrada a próxima "novela"!

Ontem acabei de ler o primeiro apêndice, onde o Herbert fala do Pardot Kynes, pai do planetologista Kynes. Aqui há um estilo totalmente diferente. Não sei se para enquadrar melhor a coisa, se para dar a achega ambiental de uma forma explícita, o texto é muito mais corrido e mesmo os espaços em branco parecem mais preenchidos. Surpreendentemente não saiu tanta palha como eu pensava que algo denominado "apêndice" teria.

Quanto ao corpo da obra, penso que há três momentos, não necessariamente coincidentes com as três secções em que o livro se divide:

1) Há um arranque lento, que coincide com a introdução, quase capítulo a capítulo das personagens, com vários episódios prescientes. Confesso que, habituado que estou a um tipo de escrita mais contemporânea, comecei a questionar a necessidade ad nauseum de estar a contar o futuro na plenitude dos seus "quês" e "comos". Essa irritação passou-me lá para a frente, quando li a forma como o Herbert tratou a coisa, mas no entanto a escrita mais seca que as areias de Arrakis transmite uma sensação de um autor mais perdido do que as suas personagens;

2) A partir do momento em que chegam a Arrakis a coisa começa a ganhar estrutura. Foi por esta altura que me passaram as questões relacionadas com os episódios de presciência. Em termos de escrita, este segundo momento é o ponto alto da obra. Aqui é tudo tratado com pinças e cada palavra medida, não vá perder-se um bocadinho de humidade narrativa;

3) O terceiro momento começa sensivelmente após o início do assalto final. A cena final parece-me bastante atabalhoada. A vontade de não expôr detalhes dessas cenas previne-me de ser mais detalhado, mas tudo me pareceu metido a martelo e acho que teríamos beneficiado de mais umas 10/20 páginas de obra. Por muito menos já vi outros autores meterem capítulos (ou livros, sr Jordan...) inteiros a mais. Neste caso, diria que alguém não bebeu a água toda acumulada no seu stillsuit.
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela


User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Dune / Duna - Frank Herbert

Postby Samwise » 11 Apr 2014 23:17

Bugman wrote:3) O terceiro momento começa sensivelmente após o início do assalto final. A cena final parece-me bastante atabalhoada. A vontade de não expôr detalhes dessas cenas previne-me de ser mais detalhado, mas tudo me pareceu metido a martelo e acho que teríamos beneficiado de mais umas 10/20 páginas de obra. Por muito menos já vi outros autores meterem capítulos (ou livros, sr Jordan...) inteiros a mais. Neste caso, diria que alguém não bebeu a água toda acumulada no seu stillsuit.


Hmmm... parece-me que a ideia de metere livros a mais foi exactamente o que sucedeu neste caso. Também partilho desta tua opinião sobre o final da obra - atabalhoada e a despachar as coisas às três pancadas, com muito pouca vontade explicativa/descritiva pelo meio. Pareceu-me que o autor estaria já com ideias concretas sobre a perspectiva de continuação...
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13871
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Dune / Duna - Frank Herbert

Postby Thanatos » 13 Apr 2014 11:34

Samwise wrote:
Hmmm... parece-me que a ideia de metere livros a mais foi exactamente o que sucedeu neste caso. Também partilho desta tua opinião sobre o final da obra - atabalhoada e a despachar as coisas às três pancadas, com muito pouca vontade explicativa/descritiva pelo meio. Pareceu-me que o autor estaria já com ideias concretas sobre a perspectiva de continuação...


A teoria é engraçada não se desse o caso de Dune antes de ter sido livro, e como a maior parte dos romances de sf da década de 40, 50 e 60, ter sido um fixup de várias noveletas previamente publicadas em revistas ao longo de vários meses. Ou seja o "atabalhoamento e despacho às 3 pancadas" deriva acima de tudo dos autores nunca saberem se os editores iriam apostar na história que os autores tinham para contar até ao fim, dependentes dos gostos dos leitores, etc.
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4349
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: Dune / Duna - Frank Herbert

Postby Bugman » 13 Apr 2014 22:14

Eh pá, mas aquela sequência final do Dune destoa a toda linha dos saltos dados ao longo do livro.
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela


Return to “Autores F - J”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 2 guests

cron