A Ilha - Aldous Huxley

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

A Ilha - Aldous Huxley

Postby Samwise » 11 Jan 2005 12:55

Do mesmo autor do "O Admirável Mundo Novo", que é um clássico absoluto da ficção científica, li este outro livro, há dois ou três anos.

Não consigo resistir a uma comparação de estilos com Dan Brown, o autor de o "Código Da Vinci".
A comparação resulta do facto de se verificar uma total inversão de valores na escrita de cada um.

Com Dan Brown encontramos uma escrita ultra-apelativa, um ritmo alucinante que conseguimos para de ler enquanto não acabarmos o livro. No entanto, depois de algumas considerações mais a frio, chegamos à conclusão que resta pouco sumo daquilo que lemos. É um estilo vistosamente polido, mas vazio de sentido prático. Não quero retirar os méritos ao autor, porque até acho que ele tem muitos dentro da sua "área de intervenção".

Quanto a Aldous Huxley... verifica-se exactamente o contrário.

Apesar de não ser muito grande, demorei cerca de 6 meses a ler este livro, entre pausas de uma ou duas semanas e até três ou quatro dias para ler um capítulo.

Não há ritmo nas história, não há uma escrita apelativa e sobretudo não há a vontade de impor uma lógica a todo o custo. O que de facto há é um refelexão poderosísima sobre a sociedade em que vivemos (e sobre aquela em podemos um dia a vir viver). As ideias de Huxlei neste livro (tal como em "O Admirável Mundo Novo") fazem-nos pensar seriamente!

A ilha trata de uma sociedade fechada, que vive sobre as suas próprias regras (e que regras essas.... ) e que se vê confrontada com uma possível invasão dos valores capitalistas quando a sucessão ao trono fica eminente.

A população da ilha, educada segundo valores completamente distintos dos nossos (alguns deles a raiar o absurdo) vive feliz consigo mesma.

Quem tem razão afinal?

Mais um livro que recomendo vivamente, apesar de não ser um "page-turner".

Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
acrisalves
Edição Única
Posts: 3490
Joined: 29 Dec 2004 13:53
Location: In a florest mist
Contact:

Re: A Ilha

Postby acrisalves » 11 Jan 2005 13:12

Eu só li o Admirável Mundo Novo (Brave New World) deste autor, mas se esse for metade do livro que eu li, vale a pena.... (tenho aqui o Regresso ao Admirável Mundo Novo, mas ainda não lhe peguei - já leste?)

Boas Leituras

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: A Ilha

Postby Samwise » 11 Jan 2005 13:25

Acri,

Apesar de não ser tão conhecido como o "Brave New World", coloco este a "Ilha" ao mesmo nível. O assunto é outro mas a reflexão sobre a nossa sociedade mantém-se impiedosa. Vale bem a pena, mas ficas avisada.... vais demorar tempo a lê-lo.

Também já li o "Regresso ao..." . Este é que já não achei tão interessante. É dispensável a meu ver.

Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

Wallace
Encadernado a Couro
Posts: 348
Joined: 02 Jan 2005 18:30
Location: Highlands of Scotland
Contact:

Re: A Ilha

Postby Wallace » 11 Jan 2005 19:31

É assim do tipo O Senhor das Moscas, nao?
In the year of our Lord 1314, patriots of Scotland, <br />starving and outnumbered, charged the fields at Bannockburn. <br />They fought like warrior poets. <br />They fought like Scotsmen. <br />And won their freedom.

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: A Ilha

Postby Samwise » 12 Jan 2005 11:06

Walace,

Ainda não tive o prazer de ler tal obra.
É algo que recomendes?

Sam

P.S. O Stephen King menciona activamente esse livro no primeiro conto da obra "Hearts in Atlantis". Desde então tenho uma certa curiosidade em lê-lo...
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

Wallace
Encadernado a Couro
Posts: 348
Joined: 02 Jan 2005 18:30
Location: Highlands of Scotland
Contact:

Re: A Ilha

Postby Wallace » 12 Jan 2005 22:21

Eu nao tenho muito jeito (nem tempo/paciencia) para escrever aqui um review meu, por isso deixo um tirado do site "underweb.com.br"

Miséria humana e abismo moral!

Adaptado para o cinema nos anos 90*, sob a direção de Harry Hook, O Senhor das Moscas é considerado uma das maiores obras por abordar o caráter humano e a relação entre o homem e a sociedade, além de explicitar a maldade e a selvageria humana.

Conhecido como um dos maiores escritores do século e vencedor do prêmio Nobel em 1983, William Golding condensa através de metáfora a história da construção da vida em sociedade tal como a conhecemos hoje.


Neste livro, Golding conta a história de um grupo de garotos de um colégio inglês que, após um acidente aéreo, passam a habitar uma ilha paradisíaca do Pacífico. Destinados a lutar pela sobrevivência e tendo como meta retornar ao lar, fundam uma sociedade que vive de maneira primitiva, criando regras e sistemas de liderança. No entanto, sob essa necessidade de auto-organização típica dos sistemas vivos, e em particular o caso dos sistemas de comunicação/poder humanos, não estão isentos de dificuldades.

Após nomear um líder, suas maiores preocupações são: manter uma fogueira acesa como sinal de ajuda e caçar. Caçar, então, se torna uma prioridade para alguns do grupo, principalmente quando a primeira oportunidade de matar um porco falha. Devido a isso, juntamente com a luta pelo poder, atritos começam a existir.

O tempo passa, e a sociedade se separa em dois bandos, cujo comportamento se define em selvagens e civilizados, originando, assim, uma revolta e um massacre. O livro faz alusão ao trabalho em equipe, à consciência e à liderança humana. Quando uma sociedade possui tudo isso, a tendência é seus interesses estarem sempre em colisão, então, existe um ponto em que trabalha o equilíbrio para que isso não aconteça.

Segundo Rousseau, “o homem não é uma criatura originalmente imaculada” e William Golding detalha isso divinamente nesta obra, além de sustentar a tese de que o homem é o lobo do homem. Os seres humanos são por natureza capazes da maldade. O amor e outras emoções similares tendem a se desfazer diante da própria irracionalidade inerente ao ser humano.

Na minha concepção, o autor faz uma leitura negativa da nossa natureza, expondo o que há de mais trágico no convívio humano. Porém, mesmo que a violência e a hipocrisia venham a escurecer as relações humanas, a necessidade de se viver em sociedade é algo básico e possibilita ao ser humano ser capaz de falar, pensar e ter consciência do certo e do errado. Em suma, nosso mundo é sempre um espaço constituído de outros.

Assim, este livro não é para espíritos fracos. A sua tragicidade descrita em cada página nos conduz à miséria humana e aos abismos morais. E Golding nos impressiona com o sentido estético de poder, tal qual presenciamos em nosso convívio diário.


Recomendo, claro! Mas com uma leitura atenta!
In the year of our Lord 1314, patriots of Scotland, <br />starving and outnumbered, charged the fields at Bannockburn. <br />They fought like warrior poets. <br />They fought like Scotsmen. <br />And won their freedom.

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: A Ilha

Postby Samwise » 13 Jan 2005 13:58

Interesting...

Mais um para a wishlist (Quem sabe para as sugestões da 2ª leitura conjunta, se passarmos da primeira...).

Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Cerridwen
Edição Única
Posts: 7357
Joined: 01 Jan 2005 13:17
Location: Torres Vedras
Contact:

Re: A Ilha - Aldous Huxley

Postby Cerridwen » 15 Apr 2015 11:41

A Antígona lançou uma nova edição desta obra: http://loja.antigona.pt/product/a-ilha


Return to “Autores F - J”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 3 guests

cron