Índice Médio de Felicidade - David Machado

User avatar
Cerridwen
Edição Única
Posts: 7357
Joined: 01 Jan 2005 13:17
Location: Torres Vedras
Contact:

Índice Médio de Felicidade - David Machado

Postby Cerridwen » 09 Sep 2013 16:46

Índice Médio de Felicidade
David Machado


Editora: Dom Quixote
ISBN: 9789722052764
Páginas: 256

Sinopse: «Daniel tinha um plano, uma espécie de diário do futuro, escrito num caderno. Às vezes voltava atrás para corrigir pequenas coisas, mas, ainda assim, a vida parecia fácil - e a felicidade também. De repente, porém, tudo se complicou: Portugal entrou em colapso e Daniel perdeu o emprego, deixando de poder pagar a prestação da casa; a mulher, também desempregada, foi-se embora com os filhos à procura de melhores oportunidades; os seus dois melhores amigos encontram-se ausentes: um, Xavier, está trancado em casa há doze anos, obcecado com as estatísticas e profundamente deprimido com o facto de o site que criaram para as pessoas se entreajudarem se ter revelado um completo fracasso; o outro, Almodôvar, foi preso numa tentativa desesperada de remendar a vida. Quando pensa nos seus filhos e no filho de Almodôvar, Daniel procura perceber que tipo de esperança resta às gerações que se lhe seguem. E não quer desistir. Apesar dos escombros em que se transformou a sua vida, a sua vontade de refazer tudo parece inabalável. Porque, sem futuro, o presente não faz sentido.

Índice Médio de Felicidade é um romance admirável e extremamente actual sobre um optimista que luta até ao fim pela sua vida e pela felicidade daqueles que ama. Dramático e realista, mas com momentos hilariantes, confirma o talento de David Machado como um dos melhores ficcionistas da sua geração.»

O escritor e tradutor David Machado nasceu em Portugal, em 1978. Publicou os romances O Fabuloso Teatro do Gigante e Índice Médio de Felicidade, bem como o livro de contos Histórias Possíveis. Traduziu O Herói das Mulheres, de Adolfo Bioy Casares e Obrigada pelo Lume, de Mario Benedetti.

User avatar
Cerridwen
Edição Única
Posts: 7357
Joined: 01 Jan 2005 13:17
Location: Torres Vedras
Contact:

Re: Índice Médio de Felicidade - David Machado

Postby Cerridwen » 09 Sep 2013 17:36

Daniel, assim se chama a inesquecível personagem, perdeu o emprego, está em vias de perder a casa e até a família, tem um dos melhores amigos preso e o outro a caminhar para a loucura, mas nada parece demovê-lo de um optimismo e de uma esperança que são uma lição para todos nós. Porque, sem futuro, o presente não faz sentido, Daniel vira tudo do avesso, se for preciso, para que não falte felicidade àqueles que ama. Num romance que é também sobre os tempos duros que vivemos, David Machado conta-nos uma história que é uma autêntica espiral de peripécias com um ritmo incrível e gente que gostaríamos de ter como amiga. Dramático, realista e às vezes hilariante, esta é uma obra acerca da esperança que resta a quem perde quase tudo, que nos ensina muita coisa sobre nós mesmos.
- Maria do Rosário Pedreira, no seu blogue Horas Extraordinárias

User avatar
Cerridwen
Edição Única
Posts: 7357
Joined: 01 Jan 2005 13:17
Location: Torres Vedras
Contact:

Re: Índice Médio de Felicidade - David Machado

Postby Cerridwen » 31 Oct 2013 14:50


User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4348
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: Índice Médio de Felicidade - David Machado

Postby Bugman » 31 Oct 2013 15:10

Crítica antiga do Eduardo Pitta:

Eduardo Pitta wrote:Hoje na Sábado escrevo sobre Índice Médio de Felicidade, romance de David Machado (n. 1978) que parece estribado na crise económica que varre o país, embora omita as suas causas. Como se alguém pudesse descrever Hiroshima e Nagasaki em Setembro de 1945, ignorando as bombas de 6 e 9 de Agosto. Tem uma vantagem: está bem escrito. O plot centra-se na figura de Daniel, um homem de 37 anos que perdeu o emprego, a mulher e os dois filhos, tendo de devolver a casa ao banco por incumprimento da hipoteca. Apesar de optimista, o narrador admite que um índice de felicidade de 5,7 corresponde a um grau de «insatisfação com a vida.» É realmente pena que o drama de Daniel pareça coisa de “azar”. Aquilo que podia ser o primeiro romance da crise da dívida, fica reduzido a uma história de costumes. Em todo o caso, várias passagens (sirvam de exemplo as páginas 145 a 191) dão a medida das capacidades do autor.
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela


Return to “Autores K - O”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 2 guests