Flash Boys – Michael Lewis

User avatar
pco69
Cópia & Cola
Posts: 5487
Joined: 29 Apr 2005 23:13
Location: Fernão Ferro
Contact:

Flash Boys – Michael Lewis

Postby pco69 » 24 Nov 2014 17:40

Image

Sinopse portuguesa
Michael Lewis, o melhor repórter de economia dos EUA, estranhou a notícia: Sergey Aleynikov, um programador russo que trabalhava para a Goldman Sachs, tinha sido preso pelo FBI, acusado de ter roubado código de programação. Estávamos em 2009. A crise do subprime estava no auge, a Goldman Sachs era uma das grandes responsáveis. E a única pessoa a ir para a cadeia era um programador que só lá estava há dois anos? Havia ali história. E Michael decidiu investigar. Levou mais de quatro anos a desvendar o mistério. Quando finalmente o seu livro foi publicado, na primavera de 2014, caiu como uma bomba nos meios financeiros. Flash Boys revela um esquema perfeitamente legal para viciar a bolsa. E, em paralelo, narra a aventura épica de um pequeno grupo de outsiders de Wall Street que decidiram repor a ordem no sistema. Este livro é a história deles: uma mão cheia de corretores, informáticos e especialistas em telecomunicações que abandonaram empregos milionários para se dedicarem exclusivamente a desmascarar a fraude – um esquema gigantesco, que tornou os grandes bancos ainda mais ricos e arruinou milhões de pequenos investidores. Se nunca ouviu falar dos traders de alta frequência, vai ouvir falar agora. E vai perceber porque é que no espaço de 13 milissegundos (menos do um piscar de olhos) se pode fazer fortunas – ou deitar tudo a perder.


Sinopse em inglês (não sei de onde)
The story of Michael Lewis's new book is so hot that we can't talk about it yet . . . All we can say is that it involves Wall Street and features a cast of misfits and oddballs doing things with stupefying amounts of money and data that will have you by turns shocked, outraged, laughing, tearing your hair out, cheering - but throughout sitting on the very edge of your seat. The story is so big, so vitally important to us all, that only one person could tell it - Michael Lewis, the master of the Big Story.


A sinopse portuguesa é um bocado enganadora. Na verdade, o que o livro diz, não caiu como uma bomba em Wall Street! Até porque o ‘herói’ do livro já informara dezenas ou centenas de pessoas e firmas do que se andava a passar.
Ou seja, dentro de Wall Street, nada do que é retratado no livro é novidade. Para além disso, não ‘arruinou milhões de pequenos investidores’ simplesmente os enganou e estes nem sabem que foram enganados. Quem escreveu a sinopse portuguesa, ou não leu o livro (muito provável) ou é leitor de ‘Correio da Manhã’ e seguiu o respectivo caderno de marketing.


Nada do que é referido no livro é ilegal. É imoral, mas não é ilegal.

Tentando resumir a situação;
A imagem que temos da bolsa com aqueles ‘gajos’ a atender telefones e aos berros a comprar e vender ações, já não existe! Desde o crash de 1987. Passou a ser tudo informatizado.
Existem actualmente 13 ou 14 bolsas diferentes em New York, incluindo a NYSE e NASDAQ.
Um lote de ações é transacionado nas bolsas todas e não numa única.
Umas bolsas recebem comissões por cada transações e outras pagam comissões por cada transação
Alguns dos grandes bancos têm bolsas próprias (chamadas Dark Pools), na qual, se o vendedor e o comprador forem ambos clientes do banco, poderão fazer a transação directamente na bolsa do banco sem necessidade de pagar comissões a outras bolsas.

Agora passemos à acção do livro propriamente dito.

Muito resumidamente, o que Os HFT (High Frequency Traders) fazem é:
Tcham Tcham tcham, tchammmmmmm
Colocam ordens de venda de 100 ações de virtualmente cada uma das empresas cotadas na ‘bolsa de nova iorque’ numa determinada bolsa. Nomeadamente, naquela que ‘paga comissões pela transação.
Vamos simplificar e dizer que é o ‘nosso’ BCP, ao preço de 0.07020cts.
Quando há uma ordem de compra de, por exemplo 100000 ações do BCP no MÁXIMO a 0.07030, essa ordem vai primeiro à tal bolsa onde estão 100 ações do BCP à venda.
Os traders de alta frequência (HFT) detectam essa ordem e EM MICROSEGUNDOS vão a todas as outras bolsas, compram todas as ações que por lá encontram a 0.7010, depois revendem-nas ao comprador original por 0.7030 e embolsam a diferença!

Onde está a irregularidade da coisa é que o Broker que supostamente deveria estar a ‘defender’ o comprador e tentar comprar pelo melhor preço, recebe também comissões tanto da tal bolsa que paga como dos próprios HFT, só por lhes permitir ‘espreitar’ antes de todos os outros.

O livro é sobretudo sobre a luta pela velocidade. Começa pela instalação em segredo, de uma linha óptica de 300milhões de dólares, entre a bolsa de futuros que se encontra em Chicago e as bolsas de Nova Iorque. Quem tem acesso a essa linha (paga 10milhões por mês (ou por ano?) para ter acesso a ela), sabe primeiro que os outros, com alguns MICROSEGUNDOS de diferença, de movimentações na bolsa de futuros e consegue dessa forma antecipar-se aos concorrentes na aquisição ou venda de ações na bolsa novaiorquina.

O livro explica isso e relata a luta de um grupo de traders em criar uma bolsa mais justa em termos de compras e vendas. Nomeadamente, onde os investidores não sejam enganados e a transação seja feita normalmente pelo preço médio entre oferta e procura.
Fenómenos desencadeantes de enfarte do miocárdio

Esforços físicos, stress psíquico, digestão de alimentos, coito, tempo frio, vento de frente e esforços a princípio da manhã.

Ou seja, é extremamente perigoso fazer sexo ao ar livre com vento de frente, após ter tomado o pequeno almoço numa manhã de inverno...

User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4347
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: Flash Boys – Michael Lewis

Postby Bugman » 24 Nov 2014 17:50

Um tipo da Câmara dos Comuns propôs há uns anos que se colocasse um delay de 1 segundo entre cada transação da City londrina. A proposta não passou!

Sou capaz de vir a comprar este. :)
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela


Return to “Autores K - O”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 5 guests

cron