Mil Novecentos e Oitenta e Quatro

User avatar
Bubbles
Livro Raro
Posts: 1994
Joined: 29 Dec 2004 18:33
Location: Halifax
Contact:

Re: 1984

Postby Bubbles » 31 Oct 2005 11:20

Nem sei bem o que dizer deste livro :unsure: É um dos poucos que me deu arrepios durante quase toda a leitura, e me deixou um gosto amargo na boca quando acabou.

Definitivamente faz-nos pensar.
"Não sou obrigada a jurar obediência às palavras de qualquer mestre" Horácio
"Um coração saudável tem um comportamento caótico"
Joana Augusto's Flick Photostream *** The Ground Beneath My Feet

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: 1984

Postby Samwise » 31 Oct 2005 19:03

Pipistrellus wrote: Tenho de ler o "Animal Farm"...

Se gostaste do "Mil Novecentos e Oitenta e Quatro", não ficarás decepcionado...

SamW
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

Wallace
Encadernado a Couro
Posts: 348
Joined: 02 Jan 2005 18:30
Location: Highlands of Scotland
Contact:

Re: 1984

Postby Wallace » 19 Feb 2006 05:26

Simplesmente soberbo, sem duvida! Um tipo de sociedade ja mais que revisitada e copiada, mas nunca tao fresca e unica como aqui se nos depara.

O personagem principal é fantastico, assim como as suas deambulacoes e a sociedade que em volta dele gira. Um Estado totalitario e detentor de verdades inquestionaveis (um estado dogmatico, hehe) nao é totalmente utopico; hoje em dia, de certa forma, os media sao os nossos Big Brothers... hoje em dia a historia faz-se no dia a dia e assimilamos e acreditamos naquilo que lemos e naquilo que vemos, tomando-o como certo. Mas e se certo dia toda a historia documentada fosse reescrita no papel e na imagem e as provas da anterior fossem destruidas? So sobraria aquilo que esta na nossa cabeça. Mas como questionar o que ja esta escrito, a Historia tal como esta registada? Todos sabem que foi alterada, mas sugerir sequer é um risco fisico... Ou seremos capazes de nos virar contra um Estado que controla e vigia as nossas vidas e os nossos sentimentos? Que nos ve dormir, lavar os dentes, ir para o trabalho, tomar um duche a ate morrer...

Peço desculpa pela "review" meio bronca, mas ja la vao 3 anos e só ficam os conceitos superficiais, hehe :stars:

Gosto sempre de introduzir este livro numa "trilogia" parecida, da qual estao tambem Fahrenheit 451 e Admiravel Mundo Novo. Sao conceitos parecidos em sociedades condicionadas e sao todos obras da literatura que recomendo sempre :)
In the year of our Lord 1314, patriots of Scotland, <br />starving and outnumbered, charged the fields at Bannockburn. <br />They fought like warrior poets. <br />They fought like Scotsmen. <br />And won their freedom.

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: 1984

Postby Samwise » 20 Feb 2006 12:45

Wallace wrote:Gosto sempre de introduzir este livro numa "trilogia" parecida, da qual estao tambem Fahrenheit 451 e Admiravel Mundo Novo. Sao conceitos parecidos em sociedades condicionadas e sao todos obras da literatura que recomendo sempre :)
[right][snapback]19637[/snapback][/right]



Tenho impressão que a trilogia a que te referes é com o "Clockwork Orange" e não com o "Farenheit 451". Mas como ainda não li esse livro, não posso comentar devidamente. O mais provável é eu esse também entre no lote das "distopias famosas". :)


Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

Wallace
Encadernado a Couro
Posts: 348
Joined: 02 Jan 2005 18:30
Location: Highlands of Scotland
Contact:

Re: 1984

Postby Wallace » 20 Feb 2006 19:53

nao, nao, é mesmo o Fahrenheit 451! O Clockwork é mais centrado no personagem e nao na sociedade.
In the year of our Lord 1314, patriots of Scotland, <br />starving and outnumbered, charged the fields at Bannockburn. <br />They fought like warrior poets. <br />They fought like Scotsmen. <br />And won their freedom.

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: 1984

Postby Samwise » 21 Feb 2006 11:28

Wallace wrote: O Clockwork é mais centrado no personagem e nao na sociedade.
[right][snapback]19680[/snapback][/right]


Mais ou menos... No 1984 também tens um enfoque muito grande sobre um personagem específico (o Winston), a questão é a abrangência da opressão (da distopia): no "1984" e no "Brave" todos os cidadãos estavam, à partida, condicionados pelo regime, enquanto que no "Laranjinha" a "obrigação de agir de determinada maneira" só é imposta a um indivíduo.

Há outra grande diferença entre os dois primeiros e o "C. Orange", que é a vitimização dos personagens. No caso do Alex, ele é claramente o agressor (e não a vítima), e merece ser castigado pelos seus actos (e aqui entra a tal "obrigação de fazer o bem"), enquanto que nos outros dois livros todos personagens são apresentados de início como vítimas da sociedade, nenhum é trangressor assumido de nenhum código de conduta.

Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

Wallace
Encadernado a Couro
Posts: 348
Joined: 02 Jan 2005 18:30
Location: Highlands of Scotland
Contact:

Re: 1984

Postby Wallace » 21 Feb 2006 14:10

Sim, concordo com isso tudo! :)

O que eu quis dizer quanto à centralizacao do tema esta mais bem esclarecido no teu primeiro paragrafo! Obrigado! ;)
In the year of our Lord 1314, patriots of Scotland, <br />starving and outnumbered, charged the fields at Bannockburn. <br />They fought like warrior poets. <br />They fought like Scotsmen. <br />And won their freedom.

User avatar
acrisalves
Edição Única
Posts: 3490
Joined: 29 Dec 2004 13:53
Location: In a florest mist
Contact:

Re: 1984

Postby acrisalves » 22 Jun 2006 19:38

Acabei de ler o livro ontem... Bem.... Nas primeiras páginas pensei - se vivesse ali atirava-me da janela abaixo de tanta claustrofobia.
Apesar de achar o desenrolar algo previsível, não teve importância - a base psicológica está soberba!
Apesar de alguém ter dito que as personagens não estavam muito vivas... acho que é suposto.

Tzimbi
Livro Raro
Posts: 1604
Joined: 11 May 2007 23:24
Location: Lisboa
Contact:

Re: 1984

Postby Tzimbi » 16 May 2007 12:21

Tal como muitos aqui, também gostei muito do 1984 (e já agora do Animal Farm também), está definitivamente no meu Top 20.

Só queria acrescentar que, para mim, este livro não faz "trilogia" com o A Clockwork Orange ou com o Fahrenheit 451, mas sim com o Nós (de 1020) de um autor russo chamado Evgueni Zamiatine. Aliás, esta obra é uma das influências do 1984 (de 1948) e do Admirável Mundo Novo (de 1932).
Gostei mais destes dois últimos, de qualquer forma vale a pena ler o Nós, que está publicado em tradução portuguesa pela Antígona (costuma estar bem baratinho por alturas da Feira do Livro :smile: ).

S.

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: 1984

Postby Samwise » 16 May 2007 12:54

Sim, de acordo... isto de ajuntar livros em trilogias (ou outras "ias") é quase uma questão de opinião pessoal... provavelmente, e para além do "Clockwork" e do "Fahrenheit", haveria muitas mais obras a citar para falar de semelhanças.

Qunto a esse "Nós", vou à procura dele na Feira.

Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Cerridwen
Edição Única
Posts: 7357
Joined: 01 Jan 2005 13:17
Location: Torres Vedras
Contact:

1984 / Mil Novecentos e Oitenta e Quatro - George Orwell

Postby Cerridwen » 28 May 2007 12:05

A Antígona lançou uma nova edição de 1984, de George Orwell, intitulada Mil Novecentos e Oitenta e Quatro:

ISBN: 9789726081890
N.º de Páginas: 313
Tradução: Ana Luísa Faria

Sinopse: «Segundo Orwell, Mil Novecentos e Oitenta e Quatro é uma sátira, onde aliás se detecta inspiração swifteana. De aparência naturalista, trata das realidades e do terror do poder político, não apenas num determinado país, mas no mundo — num mundo uniformizado. Foi escrito como um ataque a todos os factores que na sociedade moderna podem conduzir a uma vida de privação e embrutecimento, não pretendendo ser a «profecia» de coisa nenhuma.

Mil Novecentos e Oitenta e Quatro oferece hoje uma descrição quase realista do vastíssimo sistema de fiscalização em que passaram a assentar as democracias capitalistas. A electrónica permite, pela primeira vez na história da humanidade, reunir nos mesmos instrumentos e nos mesmos gestos o trabalho e a fiscalização exercida sobre o trabalhador. O Big Brother já não é uma figura de estilo – converteu-se numa vulgaridade quotidiana.»


Return to “Autores K - O”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 2 guests

cron