Arma Crítica - João Rendeiro

User avatar
pco69
Cópia & Cola
Posts: 5488
Joined: 29 Apr 2005 23:13
Location: Fernão Ferro
Contact:

Arma Crítica - João Rendeiro

Postby pco69 » 02 Dec 2014 10:23

Image


É interessante como João Rendeiro nesta obra se revela crítico do paradigma académico identificado pela “síntese neoclássica” e assente no princípio da racionalidade do “homem económico” que, estatisticamente, “comportar-se-ia como uma distribuição normal e os modelos econométricos que representavam tinham um comportamento estocástico perfeito”. Por isso reconhece “a implosão dos modelos estatísticos” perante a incapacidade de explicarem “as crises, sobretudo se graves”.O Autor não é um personagem fora do palco dos acontecimentos, nem ao longo das duas centenas de páginas revela qualquer preocupação com qualquer neutralidade académica. Pelo contrário, situa-se no enredo, escalpeliza os personagens e identifica as relações que entre elas se estabelecem. Porém, fá-lo com o conhecimento de uma experiência acumulada, o domínio das técnicas do negócio financeiro e a sustentação da teoria económica que continua a dominar. Neste aspecto, não é muito usual encontrar quem consiga combinar aqueles três pilares do conhecimento.João Rendeiro conhece bem os meandros da política e dos negócios em Portugal e não se coíbe de tomar posição, quantas vezes em contracorrente ao mainstream construído diariamente entre política, negócios e media. É esta atitude que o distingue do discurso politicamente correto que domina o dia a dia desta minúscula praça financeira sedeada em Lisboa. Quando estes meios são de reduzida escala tudo se torna mais previsível, salvo as tempestades financeiras que a globalização faz chegar ao mais recôndito lugar do mundo, principalmente quando a sua exposição é inversamente proporcional ao seu tamanho e relevância.David Justino in Prefácio


Tal como os americanos que perderam a guerra do vietname no terreno mas ganharam-na no cinema, assim surgem novas formas de fazer história.
Editando livros que comprovam a sua inocência. :whistle:

Autor
João Oliveira Rendeiro

Editor
Chiado Editora

Coleção
Compendium

ISBN
9789895128488

EAN
978-9895128488

Nº Páginas
512

Encadernação
Capa mole


http://www.sol.pt/noticia/119589

(...)
João Rendeiro, acusado de gestão danosa e insolvência culposa no BPP, promete apresentar mais novidades em breve e publicar no seu blogue alguns dos textos que foram seleccionados para o livro.
(...)
Fenómenos desencadeantes de enfarte do miocárdio

Esforços físicos, stress psíquico, digestão de alimentos, coito, tempo frio, vento de frente e esforços a princípio da manhã.

Ou seja, é extremamente perigoso fazer sexo ao ar livre com vento de frente, após ter tomado o pequeno almoço numa manhã de inverno...

User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4348
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: Arma Crítica - João Rendeiro

Postby Bugman » 02 Dec 2014 12:44

Estava a ler a descrição e a pensar exatamente se seria o mesmo Rendeiro do BPP...
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela


Return to “Autores P - T”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest

cron