A Sétima Porta - Richard Zimler

User avatar
Cerridwen
Edição Única
Posts: 7357
Joined: 01 Jan 2005 13:17
Location: Torres Vedras
Contact:

A Sétima Porta - Richard Zimler

Postby Cerridwen » 09 Sep 2007 13:30

A Sétima Porta
Richard Zimler


Editor: Edições ASA
Colecção: Mar de Histórias
N.º págs.: 656
ISBN: 978-972-41-5300-1

Sinopse: «Em 1990, Richard Zimler descobriu numa cave de Istambul sete manuscritos do século dezasseis escritos por um cabalista chamado Berequias Zarco. Um deles narrava o pogrom de Lisboa em 1506 e a recriação dessa narrativa por Zimler resultou no best-seller internacional O Último Cabalista de Lisboa. Mas, o que revelavam os outros seis manuscritos?

Em Berlim, na década de Trinta, o descendente de Berequias Zarco, Isaac Zarco, está determinado a descobri-lo. Está convencido que o pacto entre Hitler e Estaline – para além de outros «sinais» - anuncia que uma profecia apocalíptica feita pelo seu antepassado está prestes a concretizar-se. Acredita também que, se conseguir descodificar esses textos cabalísticos medievais, pode salvar o mundo.

Passado durante a subida ao poder de Hitler e a guerra que os nazis moveram contra os deficientes, A Sétima Porta junta Sophie Riedesel - uma jovem espirituosa, artística e sexualmente ousada – com um grupo clandestino de activistas judeus e antigos fenómenos de circo liderados por Isaac Zarco. Quando uma série de esterilizações forçadas, estranhos crimes e deportações para campos de concentração dizimam o grupo, Sophie, agora já adulta, tem de lutar com todo o seu engenho para salvar tudo o que ama na Alemanha – a qualquer preço.»

O escritor Richard Zimler nasceu nos Estados Unidos da América, em 1956. É licenciado em Religião Comparada pela Duke University e mestre em jornalismo pela Stanford University. Trabalhou como jornalista durante vários anos. Em 1990 foi viver para o Porto, onde foi professor de jornalismo na Escola de Jornalismo do Porto e na Universidade do Porto. Traduziu para o Inglês as obras de alguns poetas portugueses. É autor de vários romances como O Último Cabalista de Lisboa, Meia-Noite ou O Princípio do Mundo, Goa ou o Guardião da Aurora, À Procura de Sana, Os Anagramas de Varsóvia e A Sétima Porta, além de uma colectânea de contos, Confundir a Cidade com O Mar. Recebeu alguns prémios, incluindo o Prix Alberto Benveniste em 2009 e o Herodotus Award 1998, por O Último Cabalista de Lisboa. À Procura de Sana, A Sétima Porta e Meia-Noite ou o Princípio do Mundo foram nomeados para o International IMPAC Literary Award. Site: http://www.zimler.com/

User avatar
Cerridwen
Edição Única
Posts: 7357
Joined: 01 Jan 2005 13:17
Location: Torres Vedras
Contact:

Re: A Sétima Porta

Postby Cerridwen » 26 Sep 2007 13:40

O lançamento de A Sétima Porta de Richard Zimler terá lugar no dia 27 de Setembro, às 18h30, no El Corte Inglés de Lisboa e contará com apresentação de Maria João Seixas.

Fonte: Edições ASA

Magnetic
Rascunho
Posts: 5
Joined: 17 Oct 2007 09:00
Location: Lx
Contact:

Re: A Sétima Porta

Postby Magnetic » 12 Dec 2007 16:57

Há vários meses que este livro me andava a cativar.

Gostei muito do Último Cabalista de Lisboa e sempre fiquei com vontade de ler outras coisas do Zimler, no entanto a aversão que tenho ao tema do Nazismo foi-me fazendo adiar a compra , até que um dia, tinha acabado um romance, e percorria as estantes da Bertrand, sem saber o que comprar, e com o tempo a esgotar-se, acabei mesmo por ir para a Sétima Porta, com algumas reservas, não pelo autor mas, como referi, pelo facto de o tema das barbaridades cometidas pelos Nazis me impressionar demasiado.

Deparei-me com mais um belo livro do Richard Zimler, disso não ficaram quaisquer dúvidas, mas que ao mesmo tempo me impressionou muito pela profunda tristeza em que mergulhei ernquanto o lia. Li o livro em pouco tempo, cerca de 3 semanas, à custa de algumas noites mal dormidas, e não descansei enquanto não cheguei ao fim. Nesse aspecto acabou por se revelar um 'page-turner'.

O livro transcende a temática do extermínio judeu, e consegue abordar de uma forma mais ampla as perseguições nazis a tudo o que fosse não ariano ou, sendo ariano, não fosse 'perfeito' (autistas, anões, surdos-mudos, cegos congénitos, etc), mas, mais forte que isso, fá-lo a partir do interior de uma família, ariana e das pessoas que a rodeiam e o que impressiona não são tanto os factos que todos conhecemos (segregação racial, perda de nacionalidade dos judeus, esterilizações forçadas, deportações para campos de extermínio, etc etc), mas mais a exploração dos efeitos da ascensão do nacional socialismo em toda uma Nação, desde os que tiveram de fugir, aos que foram perseguidos, aos que mudaram de cores por não aguentarem o medo e a pressão inerentes à condição de se ser diferente. O livro fala-nos da forma como os alemães viveram o período mais negro da sua história, mas sem ceder ao facilitismo de entrar em descrições macabras dos campos de morte (embora a temática esteja presente e de que maneira...) ... e nisso o livro consegue dar uma ideia do que devem ter sido aqueles tempos de uma forma que considerei exemplar e que me tocou muito. De tal forma que eu, que nem sequer me comovo por tudo e por nada, acabei a ler o livro a chorar, baba e ranho, convulsivamente.

Embora não tenha muito a ver com o caso, ler a Sétima Porta foi como ver o Ondas de Paixão: lindo, mas não o volto a ver!

User avatar
azert
Edição Única
Posts: 2705
Joined: 14 Sep 2007 12:30
Location: Braga
Contact:

A sétima porta (Richard Zimmler)

Postby azert » 28 Oct 2009 00:39

Zimler fala dos judeus e do nazismo, mas o que diz não soa a repisado, pois é dito pela voz de sophie, uma rapariga alemã que descobre o muro de Berlim anos antes de este se materializar.

Acompanhando a subida de Hitler ao poder, percebemos que o muro é uma àrvore daninha com raízes em preconceitos tão antigos quanto a humanidade - os conceitos lógico-matemáticos da classificação e da exclusão do diferente elevados a dítames morais.

A narrativa em nome de Sophie vai-nos revelando por dentro o despertar e endurecer da consciência ariana, povo que pretende instaurar-se como o escolhido, roubando o estatuto ao outro povo eleito, mil vezes maldito e expatriado.

Esta dinâmica violenta entre a identidade e a exclusão (leitmotiv de "O relatório de Brodeck" de Philippe Claudel*), obriga-nos a reflectir sobre a força aglutinadora da normalização e da capacidade de resistÊncia de quem, inconformado com a ditadura das normas vigentes, reconhece e conquista para si o direito de ser diferente.



* Relato passado numa região francesa fronteira da Alemanha, onde o Anderer (o outro, oestrangeiro, o diferente) é linchado como forma de afirmação identitária securizante e como meio de libertação dos impulsos mais reconditamente violentos e escabrosos que sempre parecem vir ao de cima e impor-se como norma em situaçãoes de conflito.
Image Image

Pedro Farinha
Edição Única
Posts: 3298
Joined: 03 Apr 2005 00:07
Contact:

Re: A sétima porta

Postby Pedro Farinha » 13 Jun 2011 13:38

Image

A sétima porta – Richard Zimler

Trata-se de um grande grande livro, não pelas pouco menos de 700 páginas que o compõem mas pela forma como Zimler consegue retratar e transportar-nos para a Alemanha no surgimento do nazismo.

Sophie é uma jovem alemã, filha de um pai comunista e que tem um irmão que é “lento” e se torna mudo. Entre os seus amigos e colegas de escola, como acontecia com milhares de outros alemães, contam-se vários judeus. Com o aparecimento do partido nacional-socialista e a eleição de Hitler, cria-se a cisão e os alemães arianos vão-se, aos poucos, afastando-se dos judeus e renegando as antigas amizades.

O pai de Sophie, marxista convicto, muda de lado e junta-se aos nazis e é a partir daí que Sophie passa a levar uma vida dupla, entre a família e o namorado que também abarca o nazismo, e os seus amigos judeus que constituem o Círculo e que tentam lutar contra o nazismo. Este círculo é composto de pessoas “diferentes”, um casal de anões, uma gigante e um casal mudo. Este livro foca, e bem, a perseguição movida pelos nazis aos deficientes que se iniciou com o processo de esterilização e acabou terminou na sua eliminação pura e simples.

Ao conhecermos a história de Sophie, com este pano de fundo, vivemos uma história de amor entre pessoas tão diferentes, de amizade, mas também de traição e de toda a ambivalência que por vezes nasce nas relações humanas. Como é possível desejar alguém que se despreza? Como trair alguém de quem se gosta tanto? Como continuar a gostar de um pai que traiu tudo o que nos tinha levado a acreditar?

É um livro que marca e sobre o qual não é fácil escrever sem contar a história toda, mas que vale a pena ler, pela escrita em si, pela envolvência e por nos dar a conhecer esse período negro da história da Alemanha que acaba por ser menos falado. Não a segunda guerra mundial mas o período que a antecedeu e que permitiu que Hitler fosse eleito com uma maioria significativa de votos em eleições livres.

Por último, é de referir que o livro tem uma ligação com O último cabalista de Lisboa, mas trata-se de uma ligação ténue, pelo que não ter lido esse livro em nada retira prazer à leitura deste.

5 estrelas obviamente.

User avatar
Cerridwen
Edição Única
Posts: 7357
Joined: 01 Jan 2005 13:17
Location: Torres Vedras
Contact:

Re: A Sétima Porta - Richard Zimler

Postby Cerridwen » 04 Mar 2014 21:56

A Porto Editora irá publicar esta semana, uma nova edição de A Sétima Porta.


Return to “Autores U - Z”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest

cron