Obras em consideração

Obras Portuguesas em Domínio Público
User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1839
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: Obras em consideração

Postby vampiregrave » 08 May 2014 08:53

Samwise wrote:Estou a considerar, assim à distância de um primeiro contacto, algumas colectâneas de poesia de Olavo Bilac, e a obra Menina e Moça, de Bernardim Ribeiro.


Com a publicação d'O Mandarim temos um equilíbrio total entre categorias (7 obras publicadas em cada uma: Conto/Novela, Romance e Poesia); nesse aspecto podes optar por qualquer uma. O Bernardim trará dificuldades acrescidas na comparação, dada a antiguidade da obra. A BNP tem uma digitalização de uma edição de 1554 aqui.

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Obras em consideração

Postby Samwise » 08 May 2014 10:26

Hoje, no programa Sinais, de Fernando Alves, falou-se de Venceslau de Morais (e de Camilo Pessanha, de passagem).

Fiquei interessado e vou acrescentar à minha lista de hipóteses para tratar a seguir.

--

O Bernardim trará dificuldades acrescidas na comparação, dada a antiguidade da obra. A BNP tem uma digitalização de uma edição de 1554 aqui.


Eu vi essa digitialização, mas é impraticável usá-la como base para o que quer que seja (talvez como referência...). Entretanto descobri que há duas versões publicadas com diferenças significativas, e que vou ter de entender primeiro o que posso e como posso tratar, caso me decida por aí...

Retirado daqui:

Não sabemos que forma tinha essa novela tal como saiu das mãos do autor. Há duas versões diferentes, uma de 1554, editada em Ferrara por Abraão Usque, outra de 1557, editada em Évora por André de Burgos. Diferem não só textualmente, mas também porque a segunda é muito mais extensa que a outra, pretendendo oferecer ao leitor completa e acabada a obra que na edição de Ferrara se apresenta sem conclusão. A diferença manifesta-se logo no primeiro período:

"Menina e moça me levaram de casa de minha mãe para muito longe" (1554);

"Menina e moça me levaram de casa de meu pai para longes terras " (1557).

Há na versão de Évora capítulos certamente apócrifos, mas não tem havido consenso crítico até hoje quanto ao texto genuíno de Bernardim e quanto à extensão dos textos posteriores. Contradições flagrantes entre os últimos capítulos e os primeiros denunciam que o texto eborense contém acrescentos apócrifos, e nisto convêm quase todos os críticos. Parecem-nos sem grande consistência os argumentos de José Pessanha e Álvaro da Costa Pimpão, que restringem a autoria de Bernardim, respectivamente, à primeira parte, mais os 9 primeiros capítulos da segunda parte. A análise interna torna verosímeis as hipóteses que têm como autênticos todos os capítulos até ao XXIV (inclusive) da segunda parte (António Salgado Júnior) ou ainda, além disso, alguns grupos de capítulos subsequentes (António José Saraiva). Contudo, também não se exclui a probabilidade de que a apocrifia principie justamente no capítulo XVIII da segunda parte, a partir do qual nos encontramos apenas com o texto de Évora, hipótese que tem um importante argumento a seu favor: o facto de os dois manuscritos conhecidos, um de finais do século XVI e outro, parcialmente publicado, de cerca de 1545, coincidirem com o texto de Ferrara. A titulação dos capítulos, que só aparece na edição de Évora, deve ser da responsabilidade do editor, pois, além de outras estranhezas que apresenta, está por vezes em contradição com a matéria correspondente, nomeadamente nos capítulos XVII-XIX, LII e LVII da segunda parte.
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1839
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: Obras em consideração

Postby vampiregrave » 08 May 2014 10:32

Samwise wrote:Hoje, no programa Sinais, de Fernando Alves, falou-se de Venceslau de Morais (e de Camilo Pessanha, de passagem).

Fiquei interessado e vou acrescentar à minha lista de hipóteses para tratar a seguir.


Ponderei a conversão do «O culto do chá». Foi recentemente editado naquela colecção de Fac-Símiles do Público.

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Obras em consideração

Postby Samwise » 08 May 2014 10:40

Entretanto acrescentei texto ao post anterior... :)
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1839
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: Obras em consideração

Postby vampiregrave » 08 May 2014 10:49

Samwise wrote:Entretanto acrescentei texto ao post anterior... :)


Ainda é mais complicado do que pensava então.

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Obras em consideração

Postby Samwise » 09 May 2014 21:22

Encontrei uma digitalização online da versão de Évora, de 1557, a mais completa, bem legível e confortável de consultar, e ainda por cima com um prefácio de Aquilino Ribeiro: aqui. Pela negativa, não consigo obter a partir daqui o texto em formato editável... :(

O portal, Biblioteca Digital do Alentejo, também me parece interessante, com um catálogo diferente daquilo que se poderia esperar. Por exemplo, uma pesquisa por "Queirós" devolve 0 registos, mas já aparecem uns quantos se o termos for "Queiroz".

--

O pouco que li entretanto sobre esta obra está a servir para cristalizar a minha vontade em a adaptar para o Adamastor.
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1839
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: Obras em consideração

Postby vampiregrave » 09 May 2014 21:33

Samwise wrote:Encontrei uma digitalização online da versão de Évora, de 1557, a mais completa, bem legível e confortável de consultar, e ainda por cima com um prefácio de Aquilino Ribeiro: aqui. Pela negativa, não consigo obter a partir daqui o texto em formato editável... :(

O portal, Biblioteca Digital do Alentejo, também me parece interessante, com um catálogo diferente daquilo que se poderia esperar. Por exemplo, uma pesquisa por "Queirós" devolve 0 registos, mas já aparecem uns quantos se o termos for "Queiroz".

--

O pouco que li entretanto sobre esta obra está a servir para cristalizar a minha vontade em a adaptar para o Adamastor.


Tenta descobrir em que versão se baseia a do Gutenberg: http://www.gutenberg.org/files/27725/27 ... 7725-h.htm
Mesmo com diferenças, deve ser melhor do que transcrever...

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Obras em consideração

Postby Samwise » 09 May 2014 21:55

vampiregrave wrote:
Samwise wrote:Encontrei uma digitalização online da versão de Évora, de 1557, a mais completa, bem legível e confortável de consultar, e ainda por cima com um prefácio de Aquilino Ribeiro: aqui. Pela negativa, não consigo obter a partir daqui o texto em formato editável... :(

O portal, Biblioteca Digital do Alentejo, também me parece interessante, com um catálogo diferente daquilo que se poderia esperar. Por exemplo, uma pesquisa por "Queirós" devolve 0 registos, mas já aparecem uns quantos se o termos for "Queiroz".

--

O pouco que li entretanto sobre esta obra está a servir para cristalizar a minha vontade em a adaptar para o Adamastor.


Tenta descobrir em que versão se baseia a do Gutenberg: http://www.gutenberg.org/files/27725/27 ... 7725-h.htm
Mesmo com diferenças, deve ser melhor do que transcrever...


Não consigo perceber que versão é. O texto começa da mesma forma que a tal Edição de Évora ("Menina e moça, me levaram de casa de meu pae para longes terras."), mas depois termina no final do "primeiro livro", e o texto tem cerca de 1/3 da extensão daquela que apresenta o outro link que publiquei.

Ainda assim, até onde der, será realmente melhor emendar do que transcrever...
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1839
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: Obras em consideração

Postby vampiregrave » 09 May 2014 21:59

Vou tentar procurar. Em último caso podia dividir-se isso, pelo menos na transcrição.

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Obras em consideração

Postby Samwise » 09 May 2014 23:01

vampiregrave wrote:Vou tentar procurar. Em último caso podia dividir-se isso, pelo menos na transcrição.


Agradeço, mas acho que não vale a pena pensar nesse formato de divisão do trabalho, pelo menos para já. Quero primeiro experimentar para ver como corre e a que ritmo de trabalho consigo "produzir", mas penso também que faz mais sentido dedicar o menor tempo possível à dispersão de projectos de uma forma parcial, ou seja, a participares nisto, seria tempo mais bem empregue numa tarefa que envolvesse o livro no seu todo, como por exemplo a posteriori, com a revisão. E havendo outros trabalhos a que te possas dedicar até lá, como é o caso, mais vale organizares o tempo em torno deles.

Parece-me que esta obra vai exigir um trabalho bastante diferente do que sucedeu com O Mandarim, pela extensão de texto, pelo tipo de tarefas, e pelas fontes - que são aqui mais dispersas...
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1839
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: Obras em consideração

Postby vampiregrave » 09 May 2014 23:36

Mais trabalho dá na certa :P

A ordem pela qual vou trabalhar, à partida será:
A Morgadinha dos Canaviais

Húmus
Amor de Perdição

Mas isso não quer dizer que não auxilie noutros processos de revisão, até porque as leituras finais costumam ser uma agradável pausa.

User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4347
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: Obras em consideração

Postby Bugman » 01 Jul 2014 14:11

Pelo email geral ja percebi que a Morgainha fica para o fim... :mrgreen: Se assim for vou ter de escrever o meu comentário sem link para "dóni ló".

Bom, entretanto apesar de as auditorias de Julho terem mudado para Agosto, conto por alturas do último trimestre poder pegar noutra obra para conversão.
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1839
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: Obras em consideração

Postby vampiregrave » 01 Jul 2014 14:17

Bugman wrote:Pelo email geral ja percebi que a Morgainha fica para o fim... :mrgreen: Se assim for vou ter de escrever o meu comentário sem link para "dóni ló".

Bom, entretanto apesar de as auditorias de Julho terem mudado para Agosto, conto por alturas do último trimestre poder pegar noutra obra para conversão.


Digamos que tenho vindo a rever a par com outras, isto porque se me dedicar só ao Dinis, não lanço nada nos próximos dois meses :mrgreen:

Tenho duas mais light (no sentido de demorar menos a rever) na calha: o Amor de Perdição e o Só (o Húmus, esse sim, fica para o fim...).

User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4347
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: Obras em consideração

Postby Bugman » 01 Jul 2014 15:20

Isso de o Amor de Perdição ser light é como o outro que chamou levezinho aos Lusíadas... :rotfl:
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela

User avatar
Jack
Manifesto
Posts: 54
Joined: 05 Jan 2014 01:33
Contact:

Re: Obras em consideração

Postby Jack » 26 Jan 2015 04:03

Poema sobre o Desastre de Lisboa, de Voltaire :tu:


Return to “Projecto Adamastor”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 2 guests