O Mandarim - Eça de Queirós [Concluído]

Votação para a capa de O Mandarim - 2ª volta

Poll ended at 22 May 2014 11:07

1 - Versão "normal"
8
80%
2 - Versão cortada
2
20%
 
Total votes: 10

User avatar
pco69
Cópia & Cola
Posts: 5488
Joined: 29 Apr 2005 23:13
Location: Fernão Ferro
Contact:

Re: O Mandarim - Eça de Queirós [Desenvolvimento]

Postby pco69 » 08 May 2014 15:27

Volto a referir que não conheço a obra :P
Votei na 2 (por razões inerentes à personalidade que habita o meu corpo terreno :twisted: ) e considero que a versão editada/cortada é mais erótica que a versão completa com os tais atributos mamários ^_^
Fenómenos desencadeantes de enfarte do miocárdio

Esforços físicos, stress psíquico, digestão de alimentos, coito, tempo frio, vento de frente e esforços a princípio da manhã.

Ou seja, é extremamente perigoso fazer sexo ao ar livre com vento de frente, após ter tomado o pequeno almoço numa manhã de inverno...

User avatar
Sofiushka
Edição Limitada
Posts: 1048
Joined: 14 Dec 2007 22:58
Location: Porto
Contact:

Re: O Mandarim - Eça de Queirós [Desenvolvimento]

Postby Sofiushka » 08 May 2014 19:16

Eu acho que, visualmente, o corte torna a imagem estranha. É que à primeira vista, sinceramente, dá a impressão de a imagem estar de pernas para o ar (antes de se reparar na orientação da máscara, a primeira coisa que se nota é um par de pernas ao contrário).
Conhecendo de antemão o conteúdo, talvez possa trazer à mente alguma ideia de erotismo, mas sinceramente acho mais erótico a senhora com ar de marotice. Cortado, só me ocorre o erótico do tipo brejeirito, tipo "hehehehe a máscara está-lhe a espreitar a pachacha hehehehehe".*

*se quisermos levar isto a uma discussão acerca de sexualidade e papéis de género, poderíamos argumentar que na versão completa se pode interpretar que a mulher é o sujeito activo da "acção erótica", enquanto que no corte a interpretação passa para uma situação de voyeurismo, em que a mulher é um sujeito passivo e não se sabe se involuntário (já para não falar objectificada como apenas um par de pernas). Mas não vamos por aí... :P

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1840
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: O Mandarim - Eça de Queirós [Desenvolvimento]

Postby vampiregrave » 08 May 2014 19:33

Sofiushka wrote:Eu acho que, visualmente, o corte torna a imagem estranha. É que à primeira vista, sinceramente, dá a impressão de a imagem estar de pernas para o ar (antes de se reparar na orientação da máscara, a primeira coisa que se nota é um par de pernas ao contrário).
Conhecendo de antemão o conteúdo, talvez possa trazer à mente alguma ideia de erotismo, mas sinceramente acho mais erótico a senhora com ar de marotice. Cortado, só me ocorre o erótico do tipo brejeirito, tipo "hehehehe a máscara está-lhe a espreitar a pachacha hehehehehe".*

*se quisermos levar isto a uma discussão acerca de sexualidade e papéis de género, poderíamos argumentar que na versão completa se pode interpretar que a mulher é o sujeito activo da "acção erótica", enquanto que no corte a interpretação passa para uma situação de voyeurismo, em que a mulher é um sujeito passivo e não se sabe se involuntário (já para não falar objectificada como apenas um par de pernas). Mas não vamos por aí... :P


Bem, visto por esse prisma... não deixas de ter uma certa razão.

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: O Mandarim - Eça de Queirós [Desenvolvimento]

Postby Samwise » 08 May 2014 19:56

pco69 wrote:Volto a referir que não conheço a obra :P
Votei na 2 (por razões inerentes à personalidade que habita o meu corpo terreno :twisted: ) e considero que a versão editada/cortada é mais erótica que a versão completa com os tais atributos mamários ^_^


Estava a ver quando é que aparecias aqui pelo tópico para debater o assunto... :mrgreen:

Não sei se fica mais erótica, fica é mais sugestiva, e com outro teor interpretativo. Só que, atendendo ao que a Sofiushka vem dizer a seguir, não sei tal é apropriado no contexto do livro — julgo que não...

Sofiushka wrote:Eu acho que, visualmente, o corte torna a imagem estranha. É que à primeira vista, sinceramente, dá a impressão de a imagem estar de pernas para o ar (antes de se reparar na orientação da máscara, a primeira coisa que se nota é um par de pernas ao contrário).
Conhecendo de antemão o conteúdo, talvez possa trazer à mente alguma ideia de erotismo, mas sinceramente acho mais erótico a senhora com ar de marotice. Cortado, só me ocorre o erótico do tipo brejeirito, tipo "hehehehe a máscara está-lhe a espreitar a pachacha hehehehehe".*

*se quisermos levar isto a uma discussão acerca de sexualidade e papéis de género, poderíamos argumentar que na versão completa se pode interpretar que a mulher é o sujeito activo da "acção erótica", enquanto que no corte a interpretação passa para uma situação de voyeurismo, em que a mulher é um sujeito passivo e não se sabe se involuntário (já para não falar objectificada como apenas um par de pernas). Mas não vamos por aí... :P


Eu acho que devemos também ir por aí, pelo menos face ao que está no livro, porque de facto a imagem muda completamente de sentido se lhe retirarmos a parte de baixo - muito em concreto porque deixamos de ver o rosto da mulher (e a expressão, neste caso, significa tudo). Dentro do contexto da obra não há qualquer ligação a temas de voyeurismo, e a marotice, embora por vezes roce o brejeirismo, não é explorada por essa via. Na imagem completa, o que vejo é um rosto a admirar um objecto de desejo sexual convidativo, com a expressão selvática nada humilde de quem tem certezas por via do poder/domínio. Ou seja, muito mais de acordo com o texto...
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: O Mandarim - Eça de Queirós [Desenvolvimento]

Postby Samwise » 09 May 2014 00:42

Bugman wrote:
Samwise wrote:Continuo é a achar que o formato alongado não encaixa bem na moldura que temos para a capa. É mais por uma questão de ordem técnica do que outra coisa qualquer. E o mesmo sucederá com outras duas imagens que estão na votação — é quase certo que tenham de levar um crop. No Impassive Mask em concreto, não me parece que fique nada bem cortar a parte de cima para fora... :unsure:


Por essas e por outras é que eu escolhi imagens aquadradadas. :devil:


É a chamada "quadratura do círculo"... :devil:
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
miriuska
Panfleto
Posts: 25
Joined: 17 Feb 2014 12:33
Contact:

Re: O Mandarim - Eça de Queirós [Desenvolvimento]

Postby miriuska » 09 May 2014 16:12

Samwise wrote:Por acaso julgo que nesta situação se justifica mostrar "mandarinas" desnudas na capa. :P Das pinturas que coloquei acima, a Impassive Mask é a que mais se adequa à obra, por diversos motivos (também é a que gosto mais, mas isso são outros quinhentos...).

E não esqueçamos isto.


Gosto da imagem e por princípio concordo, mas profissionalmente questiono-me se não é preferível contermo-nos um pouco em prol do êxito do projecto, não vamos com a utilização de imagens mais ousadas dissuadir a adesão ao projecto por pessoas mais susceptíveis, que catalogarão incorrectamente o projecto. Talvez numa fase posterior, já que os números têm sido tão bons.

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1840
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: O Mandarim - Eça de Queirós [Desenvolvimento]

Postby vampiregrave » 09 May 2014 16:25

miriuska wrote:
Samwise wrote:Por acaso julgo que nesta situação se justifica mostrar "mandarinas" desnudas na capa. :P Das pinturas que coloquei acima, a Impassive Mask é a que mais se adequa à obra, por diversos motivos (também é a que gosto mais, mas isso são outros quinhentos...).

E não esqueçamos isto.


Gosto da imagem e por princípio concordo, mas profissionalmente questiono-me se não é preferível contermo-nos um pouco em prol do êxito do projecto, não vamos com a utilização de imagens mais ousadas dissuadir a adesão ao projecto por pessoas mais susceptíveis, que catalogarão incorrectamente o projecto. Talvez numa fase posterior, já que os números têm sido tão bons.


É uma situação complexa. O que penso é o seguinte: contra preconceitos vamos ter sempre de lutar. Logo no início do projecto várias pessoas torceram o nariz porque não acreditavam que seria possível disponibilizar edições de qualidade gratuitamente. Caso avance a capa com a imagem que está a vencer, é também certo que algumas pessoas interpretarão erradamente as nossas intenções (pensando talvez que estamos a tentar aproveitar a recente popularidade da literatura erótica, ou simplesmente a tentar atrair visualizações). Por mim, não sendo a nudez utilizada de forma gratuita, havendo argumentos para suportar a nossa escolha com base no enredo e na temática da obra, não vejo problema. Se jogarmos à defensiva, com precaução, é certo que corremos menos risco de desagradar alguém, mas devemos nós deixar o preconceito alheio controlar as nossas escolhas, impedir-nos de inovar, de ir mais além do que os outros? Creio que não.

Dito isto, como em tantos outros casos, a decisão final será apurada através dos votos. Caso vença a Impassive Mask, a Ana, assim que tiver oportunidade, cria duas versões da capa (com e sem corte), que posteriormente irão a votação. Caso não vença nenhuma das imagens mais problemáticas, fica adiada a polémica para nova oportunidade. :mrgreen:

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: O Mandarim - Eça de Queirós [Desenvolvimento]

Postby Samwise » 09 May 2014 17:43

Olhando para o output global do projecto até agora (e penso que também de futuro) em termos de obras publicadas e respectivas capas, penso que será difícil sermos mal interpretados/catalogados, mesmo que haja uma ou outra situação mais ousada - até porque as obras são, na sua maioria, clássicos. Considero ainda que o conteúdo de algumas delas consegue ser bastante mais explícito e controverso do que aquilo que a capa deixa adivinhar, casos por exemplo de A Confissão de Lúcio e de Os Canibais.

--

Em termos de votação, e neste momento, parece registar-se um quase empate, porque duas outras obras quantificam um bom número de votos, em alternativa à Impassive Mask.

Neste momento o meu voto está assinalado na imagem 3 e na 5, e penso que assim ficará caso entretanto não se verifiquem mudanças radicais ao que existe.
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4348
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: O Mandarim - Eça de Queirós [Desenvolvimento]

Postby Bugman » 11 May 2014 23:02

Então eu obrigo a uma mudança. :mrgreen:

Quanto à discussão, que até fui eu a iniciar, a minha preocupação é em parte o que foi dito. Acho que para obras em que a temática, como a percepciono, seja claramente essa, sim podemos e devemos pegar nesse cavalo de batalha, mas volto a sublinhar que essa não é a minha opinião para esta obra... Passe o teor de algumas imagens com que me cheguei à frente!
Last edited by Bugman on 11 May 2014 23:05, edited 1 time in total.
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1840
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: O Mandarim - Eça de Queirós [Desenvolvimento]

Postby vampiregrave » 11 May 2014 23:04

Bugman wrote:Então eu obrigo a uma mudança. :mrgreen:


Caramba, outro empate :rolleyes:

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: O Mandarim - Eça de Queirós [Desenvolvimento]

Postby Samwise » 13 May 2014 23:49

1ª Votação encerrada. Agradecimentos a todos os participantes e votantes. :)

Vampire, faz-se já uma segunda ronda com as versões full e censored, ou passa-se antes a bola à Ani para ser ela a propor duas versões?
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1840
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: O Mandarim - Eça de Queirós [Desenvolvimento]

Postby vampiregrave » 14 May 2014 08:42

Samwise wrote:1ª Votação encerrada. Agradecimentos a todos os participantes e votantes. :)

Vampire, faz-se já uma segunda ronda com as versões full e censored, ou passa-se antes a bola à Ani para ser ela a propor duas versões?


Se calhar é melhor o pessoal ver as capas para ter melhor noção. Ao menos sabem qual o resultado final em que estão a votar.

User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4348
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: O Mandarim - Eça de Queirós [Desenvolvimento]

Postby Bugman » 14 May 2014 09:07

Ah, bolas, não tive hipótese de vir aqui baralhar a coisa outra vez... :P

Por mim é passar a bola à Ani.
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela

User avatar
Sofiushka
Edição Limitada
Posts: 1048
Joined: 14 Dec 2007 22:58
Location: Porto
Contact:

Re: O Mandarim - Eça de Queirós [Desenvolvimento]

Postby Sofiushka » 14 May 2014 09:27

O formato rectangular não deve ser assim tão difícil de passar a quadrangular sem cortar a imagem, os lados são limpos o suficiente para se clonar no photoshop... :angel:

User avatar
Anibunny
Edição Única
Posts: 2814
Joined: 10 Jun 2009 23:11
Location: Porto
Contact:

Re: O Mandarim - Eça de Queirós [Desenvolvimento]

Postby Anibunny » 16 May 2014 23:56

Já fiz as duas versões.... por mim ficam as mamocas à mostra que aquela máscara dá-me pesadelos XD
O Vampiregrave depois mete aqui as duas versões ^^


Return to “Obras Concluídas”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 2 guests

cron