[Génesis] Lisboa no Ano 2000 - Melo de Matos

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1839
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

[Génesis] Lisboa no Ano 2000 - Melo de Matos

Postby vampiregrave » 25 Sep 2014 16:05

A primeira obra que será editada na nova colecção de ficção especulativa, para já com a designação de «Colecção Génesis».

Texto-base: Illustração Portuguesa, Série II, números 5 a 8 (digitalização disponível na Hemeroteca Digital).

A revisão está praticamente finalizada, pelo que se quiserem colaborar na leitura final, podem utilizar os ficheiros EPUB e Word que estão no Dropbox.

A Ana Ferreira ainda está a tratar do layout de capa para a colecção mas, para já, posso adiantar que a imagem utilizada será uma destas duas, da autoria de Marta Machado, que gentilmente me deu permissão para as utilizar:

Image
Image

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1839
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: [Génesis] Lisboa no Ano 2000 - Melo de Matos

Postby vampiregrave » 29 Sep 2014 10:20

Se alguém estiver interessado em fazer uma leitura rápida antes do lançamento, pode descarregar o EPUB aqui. Já inseri todas as ilustrações, embora tenha modificado um pouco o seu posicionamento de modo a aparecerem pouco depois do parágrafo a que dizem respeito.

User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4347
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: [Génesis] Lisboa no Ano 2000 - Melo de Matos

Postby Bugman » 30 Sep 2014 09:45

É para comparar com os pdf's da ilustração portuguesa? Se for só para ler à procura de gralhas, posso imprimir o doc e fazer isso logo à tarde a caminho de casa.
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1839
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: [Génesis] Lisboa no Ano 2000 - Melo de Matos

Postby vampiregrave » 30 Sep 2014 10:15

Bugman wrote:É para comparar com os pdf's da ilustração portuguesa? Se for só para ler à procura de gralhas, posso imprimir o doc e fazer isso logo à tarde a caminho de casa.


Só gralhas. Eu transcrevi directamente dos PDF's e ainda vou comparar a 1-2 edições mais recentes assim que tiver oportunidade para ir à biblioteca.

User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4347
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: [Génesis] Lisboa no Ano 2000 - Melo de Matos

Postby Bugman » 30 Sep 2014 15:04

Então digo qualquer coisa pelas 18h00 de Lisboa. ;)

EDIT: de sexta-feira... <_< (desculpa ainda vou na página 5 da coisa e vou estar sem net durante dois dias). Leitura interessante no entanto!
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1839
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: [Génesis] Lisboa no Ano 2000 - Melo de Matos

Postby vampiregrave » 01 Oct 2014 11:35

Bugman wrote:Então digo qualquer coisa pelas 18h00 de Lisboa. ;)

EDIT: de sexta-feira... <_< (desculpa ainda vou na página 5 da coisa e vou estar sem net durante dois dias). Leitura interessante no entanto!


Temos tempo. Só devo lançar a colecção mais para o fim do mês.

User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4347
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: [Génesis] Lisboa no Ano 2000 - Melo de Matos

Postby Bugman » 10 Oct 2014 09:08

Acabei a revisão. Ainda não estou convencido com a "demanda" do Gil Vicente, porque ainda acho que o "a" é a contracção e não a preposição ou o artigo idividuais. O resto está tudo OK.

Na questão do azote/azoto... É certo que a química ainda era uma jovem ciência com pouco mais de 100 anos e portanto com fundamentos pouco estabelecidos (nomeadamente ao nível da taxonomia), mas acho que a passagem ao termo português seria mais correcta do que a manutenção do termo francês.
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1839
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: [Génesis] Lisboa no Ano 2000 - Melo de Matos

Postby vampiregrave » 10 Oct 2014 09:19

Bugman wrote:Acabei a revisão. Ainda não estou convencido com a "demanda" do Gil Vicente, porque ainda acho que o "a" é a contracção e não a preposição ou o artigo idividuais. O resto está tudo OK.

Na questão do azote/azoto... É certo que a química ainda era uma jovem ciência com pouco mais de 100 anos e portanto com fundamentos pouco estabelecidos (nomeadamente ao nível da taxonomia), mas acho que a passagem ao termo português seria mais correcta do que a manutenção do termo francês.


O azoto é possível que actualize. Creio que não é o primeiro caso destes que encontrei, vou ver se descubro em que obra foi e que critério adoptei.

Quanto à outra situação, vou deixar aqui caso mais alguém queira comentar:

Original
A terra de muitas e desvairadas gentes numa manhã de Junho teve notícia de que demandava a barra o Gil Eanes, o melhor e mais rápido dos vapores da Norte Europa, companhia de navegação que, em dez anos, açambarcara o tráfego da Royal Mail, da Societé Navale de lʼOuest e da Hamburger Linie.


O Bugman sugere:
A terra de muitas e desvairadas gentes numa manhã de Junho teve notícia de que demandava à barra o Gil Eanes, o melhor e mais rápido dos vapores da Norte Europa, companhia de navegação que, em dez anos, açambarcara o tráfego da Royal Mail, da Societé Navale de lʼOuest e da Hamburger Linie.

User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4347
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: [Génesis] Lisboa no Ano 2000 - Melo de Matos

Postby Bugman » 10 Oct 2014 13:32

Por acaso o Bugman queria fazer uma alteração para:

"demandava à barra" ;)
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1839
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: [Génesis] Lisboa no Ano 2000 - Melo de Matos

Postby vampiregrave » 10 Oct 2014 13:33

Bugman wrote:Por acaso o Bugman queria fazer uma alteração para:

"demandava à barra" ;)


Ah bom. Na versão que me mandaste estava «da». Vou editar acima.

Assim já me faz sentido.

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: [Génesis] Lisboa no Ano 2000 - Melo de Matos

Postby Samwise » 10 Oct 2014 13:38

No período que decorreu entre ter lido os posts acima e ter voltado cá depois de investigar o verbo "demandar", a situação resolveu-se. :D

Mesmo não estando dentro do contexto estilístico/critérios da obra, "azoto" parece-me preferível a "azote".
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1839
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: [Génesis] Lisboa no Ano 2000 - Melo de Matos

Postby vampiregrave » 10 Oct 2014 13:42

Samwise wrote:No período que decorreu entre ter lido os posts acima e ter voltado cá depois de investigar o verbo "demandar", a situação resolveu-se. :D

Mesmo não estando dentro do contexto estilístico/critérios da obra, "azoto" parece-me preferível a "azote".


Bem, já corrigi ambos os casos. Mudei também as imagens do EPUB (apliquei um filtro preto-e-branco a todas as imagens, e aumentei o contraste). Se alguém puder testar num dispositivo com eInk... No meu Kobo parece estar tudo porreiro.

User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4347
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: [Génesis] Lisboa no Ano 2000 - Melo de Matos

Postby Bugman » 10 Oct 2014 13:59

vampiregrave wrote:
Bugman wrote:Por acaso o Bugman queria fazer uma alteração para:

"demandava à barra" ;)


Ah bom. Na versão que me mandaste estava «da». Vou editar acima.

Assim já me faz sentido.


Dizia, mas depois de ter visto o teu comentário decidi reformular... só me esqueci de avisar claramente! :blush:
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1839
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: [Génesis] Lisboa no Ano 2000 - Melo de Matos

Postby vampiregrave » 10 Oct 2014 14:01

Como disse, alterei ambas as situações. O eBook está praticamente finalizado. Em breve a Ana vai apresentar a sua sugestão para layout de capa da Colecção Génesis.

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1839
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: [Génesis] Lisboa no Ano 2000 - Melo de Matos

Postby vampiregrave » 10 Oct 2014 14:18

Preview da capa da colecção aqui.


Return to “Obras Concluídas”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 2 guests