O Gato Preto - Edgar Allan Poe [Tradução]

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: O Gato Preto - Edgar Allan Poe [Tradução]

Postby Samwise » 22 May 2014 18:54

What added, no doubt, to my hatred of the beast, was the discovery, on the morning after I brought it home, that, like Pluto, it also had been deprived of one of its eyes. This circumstance, however, only endeared it to my wife, who, as I have already said, possessed, in a high degree, that humanity of feeling which had once been my distinguishing trait, and the source of many of my simplest and purest pleasures.

Aquilo que fez crescer o meu ódio pelo animal foi, sem dúvida, a descoberta na manhã seguinte à sua chegada que, tal como Plutão, este também havia sido destituído de um dos seus olhos. Contudo, esta circunstância apenas o tornou mais próximo da minha mulher, que, como referi anteriormente, era dotada, em elevado grau, do humanismo que em tempos me havia caracterizado de forma distinta, e sido a fonte de muitos dos mais simples e puros prazeres.


Este é pequeno mas também dá uma voltas estrambólicas, para variar... :X
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1840
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: O Gato Preto - Edgar Allan Poe [Tradução]

Postby vampiregrave » 27 May 2014 09:38

Bem, apresentámos traduções bem diferentes. Vou cozinhar isto a ver o que sai.

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1840
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: O Gato Preto - Edgar Allan Poe [Tradução]

Postby vampiregrave » 27 May 2014 10:44

Para traduzir endear, segui-me por esta definição: «to cause to become beloved or admired.» Amoroso podia ser uma alternativa. Já enternecedor parece-me que se desloca demasiado do sentido original.

Nova sugestão:
Algo que terá, sem dúvida, aumentado o meu ódio pelo animal foi a descoberta, na manhã após o ter trazido para casa, que ele, tal como Plutão, também havia sido privado de um dos seus olhos. Esta circunstância, no entanto, só o tornou mais querido à minha mulher, que, como já havia dito, possuía, em elevado grau, aquele sentimento de humanidade que em tempos havia sido o meu traço distintivo e a fonte de muitos dos meus prazeres mais simples e puros.

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: O Gato Preto - Edgar Allan Poe [Tradução]

Postby Samwise » 28 May 2014 17:59

Está ok para mim.
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4348
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: O Gato Preto - Edgar Allan Poe [Tradução]

Postby Bugman » 04 Jun 2014 22:33

Um tipo volta de férias e começam logo a dar-lhe trabalho!

Algo que terá, sem dúvida, aumentado o meu ódio pelo animal foi a descoberta, na manhã após o ter trazido para casa, que ele, tal como Plutão, também havia sido privado de um dos seus olhos. Esta circunstância, no entanto, só o tornou mais querido à para (1) minha mulher, que, como já havia dito, possuía, em elevado grau, aquele sentimento de humanidade que em tempos havia sido o meu traço distintivo e a fonte de muitos dos meus prazeres mais simples e puros.


(1) penso que o para fica mais expressivo quanto à direcção do afecto do que a contracção de a+a.
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1840
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: O Gato Preto - Edgar Allan Poe [Tradução]

Postby vampiregrave » 05 Jun 2014 09:52

Por mim tudo bem. Next?

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: O Gato Preto - Edgar Allan Poe [Tradução]

Postby Samwise » 05 Jun 2014 13:25

"para minha mulher" ou "para a minha mulher"?

Voltamos um pouco ao a+a, agora de outra forma, mas soa-me estranho só o "para"...
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4348
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: O Gato Preto - Edgar Allan Poe [Tradução]

Postby Bugman » 05 Jun 2014 14:28

Estive a reler depois de dormir. Concordo com o uso da preposição para com o determinante a (ou seja, para a).

Simplesmente o para fica com um ar um pouco formal, mas que não é de todo estranho em autores da mesma época.
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1840
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: O Gato Preto - Edgar Allan Poe [Tradução]

Postby vampiregrave » 18 Jun 2014 08:58

Algo que terá, sem dúvida, aumentado o meu ódio pelo animal foi a descoberta, na manhã após o ter trazido para casa, que ele, tal como Plutão, também havia sido privado de um dos seus olhos. Esta circunstância, no entanto, só o tornou mais querido para a minha mulher, que, como já havia dito, possuía, em elevado grau, aquele sentimento de humanidade que em tempos havia sido o meu traço distintivo e a fonte de muitos dos meus prazeres mais simples e puros.


Passamos ao próximo?

User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4348
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: O Gato Preto - Edgar Allan Poe [Tradução]

Postby Bugman » 18 Jun 2014 10:42

Venha.
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1840
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: O Gato Preto - Edgar Allan Poe [Tradução]

Postby vampiregrave » 18 Jun 2014 14:51

With my aversion to this cat, however, its partiality for myself seemed to increase. It followed my footsteps with a pertinacity which it would be difficult to make the reader comprehend. Whenever I sat, it would crouch beneath my chair, or spring upon my knees, covering me with its loathsome caresses. If I arose to walk it would get between my feet and thus nearly throw me down, or, fastening its long and sharp claws in my dress, clamber, in this manner, to my breast. At such times, although I longed to destroy it with a blow, I was yet withheld from so doing, partly by a memory of my former crime, but chiefly—let me confess it at once—by absolute dread of the beast.

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: O Gato Preto - Edgar Allan Poe [Tradução]

Postby Samwise » 22 Jun 2014 13:49

vampiregrave wrote:With my aversion to this cat, however, its partiality for myself seemed to increase. It followed my footsteps with a pertinacity which it would be difficult to make the reader comprehend. Whenever I sat, it would crouch beneath my chair, or spring upon my knees, covering me with its loathsome caresses. If I arose to walk it would get between my feet and thus nearly throw me down, or, fastening its long and sharp claws in my dress, clamber, in this manner, to my breast. At such times, although I longed to destroy it with a blow, I was yet withheld from so doing, partly by a memory of my former crime, but chiefly—let me confess it at once—by absolute dread of the beast.


Isto é um early draft, sem grandes preocupações estilísticas, ou de sintaxe. Há duas ou três situações que não me agradam, e que vou tentar alterar para melhor.

Com a minha aversão a este gato, contudo, a sua preferência por mim pareceu aumentar. Seguia os meus passos com uma fidelidade que seria complicado de fazer compreender ao leitor. Sempre que me sentava, aninhava-se debaixo da minha cadeira, ou saltava para cima dos meus joelhos, cobrindo-me com as suas repelentes carícias. Se eu me levantasse para caminhar, atravessava-se por entre os meus pés, fazendo-se quase cair, ou, prendendo as garras longas e afiadas nas minhas vestea, trepava desta maneira até ao meu peito. Nestas alturas, apesar de desejar acabar com ele com um golpe, abstinha-me de o fazer, parte por causa da memória do meu anterior crime, mas principalmente — deixem-me confessá-lo de imediato — por absoluto terror da criatura.
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4348
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: O Gato Preto - Edgar Allan Poe [Tradução]

Postby Bugman » 23 Jun 2014 14:37

vampiregrave wrote:With my aversion to this cat, however, its partiality for myself seemed to increase. It followed my footsteps with a pertinacity which it would be difficult to make the reader comprehend. Whenever I sat, it would crouch beneath my chair, or spring upon my knees, covering me with its loathsome caresses. If I arose to walk it would get between my feet and thus nearly throw me down, or, fastening its long and sharp claws in my dress, clamber, in this manner, to my breast. At such times, although I longed to destroy it with a blow, I was yet withheld from so doing, partly by a memory of my former crime, but chiefly—let me confess it at once—by absolute dread of the beast.


Na onda de primeiras impressões:

Aconteceu com este gato que a sua afeição a mim crescia com a minha aversão. Seguia as minhas pisadas com uma tenacidade que seria difícil transmitir de forma perceptível ao leitor. Sempre que me sentava, ele repousava debaixo da minha cadeira ou saltava para o meu colo, cobrindo-me com as suas odiosas carícias. Se calhava levantar-me para caminhar, ele começava a passar por entre os meus pés, desse modo quase me fazendo tropeçar, ou, enfiando as suas longas e afiadas garras na minha roupa, amaranhava até ao meu peito. Nessas alturas, apesar de me apetecer desfazê-lo com uma pancada, sentia-me reticente em o fazer, em parte por uma memória do meu anterior crime, mas principalmente, há que confessá-lo de vez, por um pavor absoluto do animal.


E relendo... Viva a liberdade! :P
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1840
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: O Gato Preto - Edgar Allan Poe [Tradução]

Postby vampiregrave » 23 Jun 2014 17:34

Com a minha aversão ao gato, contudo, a sua afeição por mim parecia aumentar. Seguia os meus passos com uma tenacidade que seria difícil o leitor compreender. Sempre que me sentava, enroscava-se debaixo da minha cadeira ou saltava para o meu colo, cobrindo-me com as suas odiosas carícias. Se me levantasse para caminhar, atravessava-se por entre os meus pés quase me derrubando, ou, cravando as suas garras longas e afiadas na minha roupa, trepava até ao meu peito. Nessas alturas, apesar de desejar matá-lo com uma pancada, era impedido de o fazer, em parte pela memória do meu anterior crime, mas principalmente, permitam-me que o confesse de imediato, por um pavor absoluto do animal.


Já temos material para um bom refugado :mrgreen:

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: O Gato Preto - Edgar Allan Poe [Tradução]

Postby Samwise » 23 Jun 2014 20:23

vampiregrave wrote:Já temos material para um bom refugado :mrgreen:


Coelho (zarolho) na caçarola sabe sempre bem. :mrgreen:
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -


Return to “Traduções”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest

cron