Page 18 of 18

Re: O Gato Preto - Edgar Allan Poe [Tradução]

Posted: 01 Mar 2015 01:39
by Samwise
Bugman wrote:
And now was I indeed wretched beyond the wretchedness of mere Humanity. And a brute beast —whose fellow I had contemptuously destroyed—a brute beast to work out for me—for me a man, fashioned in the image of the High God—so much of insufferable wo! Alas! neither by day nor by night knew I the blessing of Rest any more! During the former the creature left me no moment alone; and, in the latter, I started, hourly, from dreams of unutterable fear, to find the hot breath of the thing upon my face, and its vast weight—an incarnate Night-Mare that I had no power to shake off—incumbent eternally upon my heart!

Agora encontrava-me pervertido para lá da perversão do comum dos Homens e ter de ser um animal, cujo companheiro eu despeitadamente destruíra, um animal a ter de me ajudar, a mim um homem, criado à imagem do Deus que está no Alto, a ajudar-me no meu pesar. Ai de mim que nem de dia, nem de noite tinha já a benção de Repouso. Durante esse período a criatura nunca me deixava sozinho e à noite eu acordava de sonhos de um medo inenarrável apenas para ser confrontado com o hálito quente da criatura a bafejar-me o rosto e o seu peso imenso repousado sobre o meu coração, um pesadol incarnado que eu não conseguia afastar!


Como me estou a sentir corajoso, vamos lá então abordar este parágrafo. Até agora foi o mais difícil de traduzir. Frases com imensas subordinações, uma linguagem pouco comum e já faz tempo desde que traduzi qualquer coisa, portanto alguns vocábulos podem não estar coerentes com traduções anteriores. Vamos acabar este livro este ano? ;)



Presente!

Livro? Qual livro? Ou estás a ser irónico? :devil:

Vamos acabar este conto antes das férias do verão?

Amanhã vou dar uma olhada nestas últimas sugestões para podermos avançar.

Re: O Gato Preto - Edgar Allan Poe [Tradução]

Posted: 01 Mar 2015 18:27
by vampiregrave
Assim que possível trato da minha tradução também. Tenho de tratar do ponto de situação deste mês e mais um ou outro pormenor de futuros lançamentos, mas esta semana volto a atacar este tópico. ;)

Re: O Gato Preto - Edgar Allan Poe [Tradução]

Posted: 02 Mar 2015 12:22
by Bugman
Samwise wrote:Livro? Qual livro? Ou estás a ser irónico? :devil:


Sem ironias queria dizer conto. Tenho é a Morgadinha a pesar-me na consciência...

Re: O Gato Preto - Edgar Allan Poe [Tradução]

Posted: 02 Mar 2015 19:37
by Samwise
Por momentos imaginei o The Complete Works of Edgar Allan Poe e escorreram-me suores frios pela testa. :P

Re: O Gato Preto - Edgar Allan Poe [Tradução]

Posted: 02 Mar 2015 20:21
by Samwise
A minha versão (este é realmente dos parágrafos mais complicado...):

And now was I indeed wretched beyond the wretchedness of mere Humanity. And a brute beast —whose fellow I had contemptuously destroyed—a brute beast to work out for me—for me a man, fashioned in the image of the High God—so much of insufferable wo! Alas! neither by day nor by night knew I the blessing of Rest any more! During the former the creature left me no moment alone; and, in the latter, I started, hourly, from dreams of unutterable fear, to find the hot breath of the thing upon my face, and its vast weight—an incarnate Night-Mare that I had no power to shake off—incumbent eternally upon my heart!


E encontrava-me agora devastado para além da ruína do comum Mortal. E ter sido um animal – cujo companheiro eu havia com tanta arrogância destruído – ter sido um animal a lançar-me a mim, homem, gerado à imagem do Deus no Alto, em tão agonizante aflição. Oh, miséria! Nem de dia nem de noite me era permitida a benção do repouso. Durante o dia a criatura não me deixava um momento a sós, e durante a noite acordava-me, de hora a hora, com o seu bafo quente sobre o meu rosto, e com o seu peso desmedido – um Pesadelo tornado real que eu não tinha força para afastar - a esmagar-me para sempre o coração

Re: O Gato Preto - Edgar Allan Poe [Tradução]

Posted: 14 Apr 2015 14:34
by Bugman
Tentei compilar a minha e a do Sam mas só me saiu isto:

Encontrava-me agora arruinado para lá da ruína do comum dos mortais. E ter sido um animal, cujo companheiro eu tão despeitadamente destruíra, ter sido um animal a lançar-me a mim, homem gerado à imagem do Deus que está no Alto, em tão agonizante aflição. Oh, miséria! Ai de mim que nem de dia, nem de noite me era permitida a bênção do repouso. Durante o dia a criatura não me deixava um momento só, à noite acordava de sonhos de um pavor inenarrável para ser confrontado com o seu bafo quente sobre o meu rosto e o seu peso imenso sempre sobre o meu coração, um pesadelo incarnado que eu não tinha força para afastar!


Sam, acho que não conseguiste passar o que ele diz na última frase e acabei por praticamente deixar ficar a minha.

Re: O Gato Preto - Edgar Allan Poe [Tradução]

Posted: 14 Apr 2015 14:35
by vampiregrave
Eu tenho cá por casa uma edição da Dom Quixote, vou ver como traduziram este.

Re: O Gato Preto - Edgar Allan Poe [Tradução]

Posted: 20 Apr 2015 14:03
by vampiregrave
Neste parágrafo há algumas frases em que não vejo outra solução que não uma tradução mais livre. Deixo aqui o exemplo da edição que possuo:

Agora eu sentia-me realmente o mais miserável de todos os homens. E um animal selvagem cujo irmão eu tinha desprezivelmente assassinado, um animal selvagem a acusar-me — a mim, um homem feito à imagem do Grande Deus —, a dar-me tanta angústia insuportável! Ai meu Deus! nunca mais tive a bênção de um descanso, nem de dia nem de noite! Durante o dia, a criatura não me deixava um momento sozinho; e durante a noite, acordava, a cada instante, de sonhos onde o medo era inenarrável, para sentir o hálito quente da coisa no meu rosto, e o seu enorme peso, como um pesadelo encarnado que eu não conseguia repelir, oprimindo eternamente o meu coração!