Licor de palavras

User avatar
Drops
Dicionário
Posts: 709
Joined: 04 Jan 2005 03:49
Location: somewhere over the rainbow
Contact:

Licor de palavras

Postby Drops » 21 Mar 2008 04:44

Beber as tuas palavras como se de um licor se tratassem. Um pequeno gole de cada vez, mordendo os lábios após cada um, para aproveitar cada gota, cada fragmento desse sabor que são as palavras ditas no teu discurso pausado. Sentir os arrepios do tom profundo da tua voz junto ao meu ouvido. O roçar da tua barba por fazer no meu pescoço. A emoção a tomar conta dos meus pensamentos, que me fazem balançar entre ti e a tua voz.

Crio uma realidade virtual à volta daquele instante, quando os teus lábios roçam o meu pescoço acidentalmente enquanto me ias sussurrar algo irrelevante, e a tua mão afasta os meus cabelos teimosos do meu rosto. A tua mão tremia? Ou era eu? Ou era o licor a falar por nós?

Deixei-me cair ali naquele momento, abandonada aos teus devaneios, entreguei-me a ti sem sequer me mover. A minha respiração parou, o meu coração abrandou perigosamente, e tatuei aquele momento no meu corpo.

A noite estava no fim, a sala estava cheia de gente, e nós tínhamos ali um espaço só nosso, em conversas transcendentes, em toques inocentes e tremores indesejados… A noite estava no fim, e eu tinha-te mostrado mais de mim do que aos meus amigos.

Eu não sei quem és, mas conheço-te.

Talvez não te conheça, mas algo em mim sabe quem és, conheço o teu passado o teu futuro os teus planos e os teus sonhos, como se fossem meus.

Talvez não saibas quem sou, porque sonho sempre além daquilo que a realidade me permite, mas ali, naquela sala cheia de estranhos, senti-me única, porque foi ao meu lado que sentaste, e a tua atenção foi minha a noite toda, como se fosse realmente importante para ti estares ali comigo.

A noite estava no fim, e tu brindaste-me com um sorriso grandioso e um beijo na face.

Os sonhos desfizeram-se, as luzes acenderam-se e as pessoas começaram a dispersar. No fim, ficou o sabor das tuas palavras no meu ouvido, e o arrepio do meu pescoço na tua memória.

21/03/2008
"I'm not crazy I'm just a little unwell..."

Return to “Drops”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 21 guests

cron