Tetris

User avatar
Drops
Dicionário
Posts: 709
Joined: 04 Jan 2005 03:49
Location: somewhere over the rainbow
Contact:

Tetris

Postby Drops » 30 May 2008 16:37

Um Tetris sem solução, onde as peças caem cadenciadas, o ritmo não se altera, o nível não avança. As exigências são as mesmas, as horas são iguais, ninguém vai e ninguém fica, vão passando ao lado da janela gigante sem ver nada que não a sua imagem reflectida, e nós aqui deste lado, rindo e acenando como patetas alegres sem nos darmos conta da figura ridícula que vamos fazendo do alto de um palco vazio nesta sala silenciosa.

Somos os tontos que acreditam no amanhã, os que demonstramos algo além do que está à vista, os que procuramos algo mais que um teatro vazio.
Vamos vivendo à custa dos sentimentos dos demais, porque temos os bolsos vazios e a consciência pesada.

Incorporamos personagens profundos, aparentamos inteligências fenomenais, criatividades inimagináveis, caminhando calmamente, enganando os tolos e conquistando o desprezo dos demais.

Somos algo mais, temos muito escondido e no entanto deixamos que pensem isso de nós, porque as aparências são descartáveis e os sentimentos podem ser postos de parte, desde que o nosso mundo continue a girar.

14/05/2008
"I'm not crazy I'm just a little unwell..."

book maniac
Panfleto
Posts: 16
Joined: 10 Feb 2009 20:49
Contact:

Re: Tetris

Postby book maniac » 15 Feb 2009 21:41

muito bom

as vezes a vida é um pouco assim sem solução

User avatar
Ripley
Edição Limitada
Posts: 1219
Joined: 30 Jan 2009 02:10
Location: Under some mossy rock
Contact:

Re: Tetris

Postby Ripley » 15 Feb 2009 21:48

Texto muito introspectivo, Drops.
Há de facto alturas em que tudo parece inalterável.
Mas não somos, no final, os jogadores/participantes que têm que rodar e encaixar todas as peças à medida que as vamos recebendo embora não saibamos de antemão quais vão ser as próximas?

Elas caem, queiramos ou não ... mais vale encaixarmo-las onde são precisas - ou onde façam menos mossa.
"És a metade que me é tudo." [Pedro Chagas Freitas]
---§§§---
"O amor não se percebe. Não é para perceber. O amor é um estado de quem se sente. O amor é a nossa alma. É a nossa alma a desatar. A desatar a correr atrás do que não sabe, não apanha, não larga, não compreende." [Miguel Esteves Cardoso]


Return to “Drops”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest

cron