noite

User avatar
Drops
Dicionário
Posts: 709
Joined: 04 Jan 2005 03:49
Location: somewhere over the rainbow
Contact:

noite

Postby Drops » 21 Dec 2009 12:24

"Os gritos cortantes da chuva atravessam os vidros e chegam-me como súplicas vorazes. O vento parece-me algo tímido, perante tal desespero".

Num mundo em que o altruismo se tornou tabu, é ridículo criar espectativas. O tempo voa, as pessoas correm sem direção nem sentido, tudo roda e rebola por ruas infindas, passando ao lado ou por cima dos sentimentos que estagnaram algures nas barras cronológicas.

"Nem os cães se ouvem, os ruídos tornam-se imparáveis, e debaixo das mantas quentinhas, tremo como se estivesse lá fora abandonada ao vento..."

Somos ainda, apenas humanos, mas no fim do dia espanta-me sempre a ausência a meu lado. Há muito que não te conheço como meu. Há muito que os sentimentos se foram, e no entanto, como hoje, o vazio parece não ser normal. Sou apenas humana, e talvez pela pequenez dessa condição me vá resignando as lembranças com que me deixaste.

"O abraço da cama morna, a companhia de uma luz insegura e a chuva que ruge."

No vazio dos dias repletos de grandes nadas, os meus sofreres são palhaços que me mantêm a cabeça no lugar, vou-me rindo, vou chorando, e as horas desaparecem sem as chegar a ver. Dúvidas de uma existência banal mas que no fundo ninguém conhece. Saber-me diferente mas encontrar-me espelhada em tanta gente.

"Solidão não serve para definir este momento, abandono, angústia, medo de apagar a luz e deixar-me dormir. E se a chuva me encontra?"

Somos peões num tabuleiro de xadrez? Que deus é esse que se esquece de nós para ir fumar um cigarro? E nós ficamos ali? imóveis? Mal desviando o olhar para o vizinho do lado? Tabuleiro gigante esse, onde um passo pode levar meses a ser concluído. Ou é esse teu deus pupilo de Kasparov e pensa cada movimento com a paciência de quem aguarda o crescimento de uma planta? Como se a solução lhe fosse chegar a qualquer momento, do sítio que ele menos espera. Ou será uma ela? Ser de cérebro complexo, indecisa e insegura?

"Como desejo que o dia chegue..."

És quase tão ingénuo como eu quando acreditei nos para sempre que fui ouvindo.

"Pára, por favor. Deixa-me dormir, hoje que estou só, deixa-me. Larga-me as cobertas e não apagues a luz. Enclausurada na minha própria cabeça, onde ninguém chega, onde nada me atinge, onde a chuva não me encontra e não te apaga em mim."

E pareço ridícula, até aos meus olhos. Mas a minha indiferença supera-me os sentidos e sigo para mais um dia de procuras incessantes. Porque o mundo continua na sua vidinha ridícula, e o tempo regozija-se com os movimentos regulares dos seus olhos. Aqueles redondos que nos vigiam e nos controlam os dias.

"E a chuva que não desiste, se ao menos tu fosses tão persistente como ela..."

E nos dias de solidão, atrevo-me a procurar um ombro que me aconchegue. Qualquer ombro, qualquer conversa, qualquer coisa que me afaste um pouco de mim.
"I'm not crazy I'm just a little unwell..."

Pedro Farinha
Edição Única
Posts: 3298
Joined: 03 Apr 2005 00:07
Contact:

Re: noite

Postby Pedro Farinha » 21 Dec 2009 12:50

Drops, faz muito tempo que não lia nada teu, e se bem que o tema seja o recorrente, a verdade é que detectei uma melhoria sigificativa na forma como utilizas as palavras.

Vai aparecendo... e escrevendo :smile:

urukai
Edição Única
Posts: 3232
Joined: 07 Aug 2008 23:35
Location: Lisboa
Contact:

Re: noite

Postby urukai » 21 Dec 2009 12:58

Not my style mas acho piada à conssonância entre o teu nick, as tuas ultimas participações no bbde e a chuva presente no teu escrito.... :smile:

User avatar
Drops
Dicionário
Posts: 709
Joined: 04 Jan 2005 03:49
Location: somewhere over the rainbow
Contact:

Re: noite

Postby Drops » 31 Dec 2009 10:29

Olá! :smile:

Pedro... não concordo contigo! O tom do texto talvez (vá, de certeza!) seja igual aos anteriores... a temática nem por isso. Obviamente que tem pontos em comum (ainda sou eu que os escrevo, portanto :smile: ), mas este texto funde mais que um tema, e, penso eu de que, pode ser interpretado de várias formas (vocês é que já se habituaram aos meus textos e por isso tudo vos parece "igual" hihi).
Também me pareceu ver uma evolução na minha escrita (não necessáriamente para melhor ou pior), mesmo apesar (ou se calhar devida a) muitos meses de ausência criativa (e portanto de acumulação de ideias :smile: ).

Obrigada :wink:

***
R.
"I'm not crazy I'm just a little unwell..."

User avatar
Drops
Dicionário
Posts: 709
Joined: 04 Jan 2005 03:49
Location: somewhere over the rainbow
Contact:

Re: noite

Postby Drops » 31 Dec 2009 10:33

Olá urukai!

Obrigada pelo comentário :smile:.

O meu nick conjuga-se com muitas muitas temáticas, é uma palavra muito versátil :smile:. Mas é giro fazer a análise entre aquilo que o nick pode representar e aquilo que eu escrevo, assenta que nem uma luva.


***
R.
"I'm not crazy I'm just a little unwell..."

croquete
Edição Limitada
Posts: 1038
Joined: 11 Feb 2009 16:29
Contact:

Re: noite

Postby croquete » 31 Dec 2009 12:15

No sentido literal, o actual pupilo do Kasparov não se chama deus, é um Norueguês com menos de 20 anos e é actualmente o jogador com maior rating no mundo chamado Magnus Carlsen.
Também é discutivel associar a paciência ao xadrez, será necessária muito mais para se ser condutor na carris, guarda numa passagem de nível, astrónomo ou criador de coelhos...Não passa de uma questão de gosto e temperamento.

Noutro sentido, menos piquinhas.
A chuva atira-nos para estados de alma insuspeitos, a nostalgia e as alegorias sucedem-se. :thumbsup:

Opiniões, cada um tem a sua, mas poderá ser interessante ler este texto tirando a primeira pessoa do singular da história, falando mais dos sentimentos em si e menos do que sente o narrador.
:thumbup:

Diana
Rascunho
Posts: 5
Joined: 30 Aug 2010 16:49
Location: Lisboa
Contact:

Re: noite

Postby Diana » 05 Sep 2010 23:22

Olá Drops, identifico-me bastante com o teu tipo de escrita e,neste momento, revejo-me bastante no que escreveste.

elsefire
Encadernado a Couro
Posts: 481
Joined: 05 Jan 2006 16:24
Location: Aveiro
Contact:

Re: noite

Postby elsefire » 06 Sep 2010 13:12

não conheço o personagem do texto e nem o facto de estar escrito na 1ª pessoa me garante que seja o autor, mas acho que esse personagem devia conhecer este individuo: http://www.youtube.com/watch?v=X_XW6Y-K ... r_embedded
Talvez as pessoas mereçam saber que este individuo faz quase tudo em casa, como dar de comer ao cão, ligar a tv, etc, etc.
Sentí-me ridiculo ao ver este individuo que genuinamente é assim. É claro podemos assobiar para o lado e achar uma desculpa para não superarmos as nossas dificuldades("talvez este individuo esteja só a fazer show off", ou "eu não consigo"). Mas isso é apenas uma opção. Como dizia ontem jackie chan no filme karate kid, "cabe a cada um escolher se deve ou não levantar-se, quando a vida nos derruba" .
E derruba uma vez após a outra, muitas vezes, a toda a gente. Alguns levantam-se sempre, outros preferem ficar no chão. É uma opção.

Obrigado por este texto.


Return to “Drops”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest

cron