Sou...

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Sou...

Postby Thanatos » 30 Mar 2005 09:02

Não pretendia que as coisas tivessem sido assim. Não queria ter chegado a este ponto. Mas a verdade é que quando damos tudo de nós e apenas recebemos o escárnio e o desprezo tornamo-nos... outra coisa... outro alguém...

Lembras-te dos nossos momentos juntos? De como ríamos e corríamos? As vistas que desfrutávamos e os passeios que dávamos? Os olhares íntimos que trocávamos? Os pensamentos a dois? A doçura do teu toque ainda hoje me queima a pele. Um fogo flui no interior das minhas veias ao recordar a forma como me tocavas... como nos abraçávamos... como nos amávamos.

E no fim o que ficou? A separação e o silêncio. O silêncio oculto em avenidas tenebrosas do coração. E os gritos emudeceram no afastamento da indiferença. E o amor lentamente foi passando a nada... cristalizando numa dor surda.

E fez-se quase ódio. Agora escrevo estas linhas sem saber se chegam ao destinatário. Sei que as lerás. Sei que saberás que são para ti escritas. E sei que mais uma vez nada me dirás. Nem um sinal. Aqui me deixarás a petrificar ao vento cálido da solidão. Sou um apenas. Sou...

30/03/05
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Drops
Dicionário
Posts: 709
Joined: 04 Jan 2005 03:49
Location: somewhere over the rainbow
Contact:

Re: Sou...

Postby Drops » 30 Mar 2005 12:01

E a cada dia que aqui entro há algo novo que me surpreende...
:) É bom saber que também escreves Thanatos (e escreves bem ;) ), é bom saber que também tu sentes algo mais e tens coragem de o mostrar... que também tens dúvidas...

Texto imaginado? ou uma página do diário dos teus sentimentos? :)
"I'm not crazy I'm just a little unwell..."

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Sou...

Postby Thanatos » 30 Mar 2005 12:16

Obrigado Drops! :)

E não serão todos os textos ficções que tecemos como sonhos acordados? E em todas as ficções não decantamos nós o nosso interior?

Onde está a fronteira entre o real e o ficcional? ;)
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Cerridwen
Edição Única
Posts: 7357
Joined: 01 Jan 2005 13:17
Location: Torres Vedras
Contact:

Re: Sou...

Postby Cerridwen » 30 Mar 2005 14:10

Um texto muito emotivo e surpreendente, mas também muito amargo. :unsure:

Já estou como a Drops, cada vez que leio os textos desta secção, fico mais surpreendida. Os textos que aqui predominam são impressionantes. Revelam muito daquilo que, aqueles que participam neste fórum, são e sentem.

Parabéns pelo texto e pela coragem. :)

Maloveci
Livro de Bolso
Posts: 239
Joined: 16 Mar 2005 23:27
Location: Jamaica man !!
Contact:

Re: Sou...

Postby Maloveci » 31 Mar 2005 23:49

... E no fim o que ficou? A separação e o silêncio....



O silêncio ... aiiii o silêncio, sempre foi para mim um bom conselheiro .


Thanatos .... força .... as palavras ainda são a nossa melhor "arma" de expressão e não taxada de qualquer imposto :bye:
<!--coloro:#0000FF--><span style="color:#0000FF"><!--/coloro-->Desabafas??? Eu também... Estou aqui: <!--colorc--></span><!--/colorc--> <!--coloro:#9932CC--><span style="color:#9932CC"><!--/coloro-->maloveci@jamaicans.com<!--colorc--></span><!--/colorc-->

User avatar
João Arctico
Dicionário
Posts: 537
Joined: 23 Oct 2009 23:16
Contact:

Re: Sou...

Postby João Arctico » 06 Dec 2009 17:57

Fabuloso. A metamorfose do que somos, do que sentimos, o ciclo de vida das emoções.
Parabéns.
"É isto o que, de todo em todo, pretendia o autor? Não sei; é a opinião do leitor que eu dou." Jean-Paul Sartre
"Mas mesmo aquilo que a gente não se lembra de ter visto um dia, talvez se possa ver depois de algum viés da lembrança" Chico Buarque in Estorvo

Madame Butterfly
Manifesto
Posts: 65
Joined: 05 Dec 2009 23:29
Contact:

Re: Sou...

Postby Madame Butterfly » 14 Dec 2009 00:30

Só me ocorre uma palavra: Amen :notworthy:
Confesso que achei graça ao texto por todos acreditarmos que somos únicos e especiais e depois vermos assim trechos das nossas vidas "escarrapachados" na escrita e nas experiências de outras pessoas...ainda que ficcionais :wink:
Sei que este comentário é muito freudiano, não ligues :rolleyes: Ando a tentar não me levar demasiado a sério e o teu texto ajudou-me :wink:


Return to “Thanatos”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest

cron