Lamento

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13871
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Lamento

Postby Thanatos » 30 Dec 2008 00:52

Tenho mil músicas no iPod mas não consigo ouvir nenhuma até ao fim.
(porque só penso em ti)
Tenho cinquenta livros na estante por ler mas todos me aborrecem.
(porque eu quero é a ti)
Quero desligar-me da net, deixar a bateria do telemóvel chegar ao fim, deixar de ler as gordas dos jornais e nunca mais pegar no remoto da TV.
(porque afinal é contigo que devia estar)
Quero que me anestesiem, que as horas passem a dias, e os dias se somem em semanas e que esta dor se esvaneça numa memória longínqua, daquelas que apenas entrevemos numa bruma, como uma manhã de nevoeiro.
Quero que os anos me levem em sopro rude e para sempre me tirem deste pesar que me faz sombrio.
Que as cinzas dos cigarros fumados em espera se acumulem tal como os restos do meu interior. Da janela do teu quarto jorra uma lança de luz.
(porque não podemos estar mais)
Aqui fico. Ainda espero.
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

Pedro Farinha
Edição Única
Posts: 3298
Joined: 03 Apr 2005 00:07
Contact:

Re: Lamento

Postby Pedro Farinha » 30 Dec 2008 18:30

Neste texto foges muito ao teu estilo habitual, o que é sempre interessante. No entanto não foi dos que mais gostei ainda que tenha uma frase soberba:

Quero que os anos me levem em sopro rude e para sempre me tirem deste pesar que me faz sombrio.

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13871
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Lamento

Postby Thanatos » 30 Dec 2008 20:04

Pedro Farinha wrote:Neste texto foges muito ao teu estilo habitual, o que é sempre interessante. No entanto não foi dos que mais gostei ainda que tenha uma frase soberba:

Quero que os anos me levem em sopro rude e para sempre me tirem deste pesar que me faz sombrio.



Hummmm e qual é o meu estilo habitual? :smile: Não sei sequer se chego ao nível de ter estilo.

Aliás aproveito para explicar como surgiu este texto porque considero que é importante mostrar como as ideias surgem (pelo menos a mim): estava eu a fazer shuffle no meu MP3 e reparei que tinha 1000 e tal temas mas não me estava a apetecer nenhum, resumindo passei uns minutos a fazer zapping. Entretanto comecei a imaginar este texto, sai da cama (sim, eu deito-me cedinho :biggrin:) liguei o PC e comecei a escrever a primeira frase, o resto veio de borbotão.
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
azert
Edição Única
Posts: 2705
Joined: 14 Sep 2007 12:30
Location: Braga
Contact:

Re: Lamento

Postby azert » 30 Dec 2008 20:59

Thanatos wrote:Quero que me anestesiem, que as horas passem a dias, e os dias se somem em semanas e que esta dor se esvaneça numa memória longínqua, daquelas que apenas entrevemos numa bruma, como uma manhã de nevoeiro.
Quero que os anos me levem em sopro rude e para sempre me tirem deste pesar que me faz sombrio.
Que as cinzas dos cigarros fumados em espera se acumulem tal como os restos do meu interior. Da janela do teu quarto jorra uma lança de luz.
(porque não podemos estar mais)
Aqui fico. Ainda espero.


A parte inicial é muito "tecnológica" para meu gosto. :devil: Já o resto, está mais interessante.
Concordo com o Pedro, um texto em tom lamentoso não é algo que esperaria ver escrito por ti.
Image Image

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13871
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Lamento

Postby Thanatos » 31 Dec 2008 14:54

azert wrote:A parte inicial é muito "tecnológica" para meu gosto. :devil: Já o resto, está mais interessante.


O resto foi quando comecei a aquecer os reactores. Mas decidi mantê-lo short & sweet. :devil2:
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!


Return to “Thanatos”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 5 guests

cron