Gaiola Dourada

Maloveci
Livro de Bolso
Posts: 239
Joined: 16 Mar 2005 23:27
Location: Jamaica man !!
Contact:

Gaiola Dourada

Postby Maloveci » 30 Oct 2006 00:11

"Gaiola Dourada"

Todos os dias o Sol batia nas grades daquela gaiola e a sua luminosidade indicava que era mais um dia banal de cores(ou a ausência delas) e sentimentos ( ou a ausência deles) .
A e G pertenciam a esta “gaiola” e habituaram-se a absorver aquela diária luminosidade mas que poderia ser muito melhor aproveitada ...

Nessa “gaiola” existiam carros, prédios, pessoas, árvores, mar, vento, etc e pássaros como A e G que conseguiam superar entre os dois a hegemonia de medo, loucura e maldade que existia naquela realidade .
Apesar de estarem na mesma “gaiola” A e G encontravam-se a uma distância (actualmente) abismal, muito por causa da indefinição do destino, que não preconizou que tal realidade de confronto directo entre os dois pudesse acontecer .

G passava os seus dias a tentar comunicar com A, mas sempre sem resultado, porque A, muitas vezes não reparava nos indícios de G, embora daquela alma de pássaro ambicionasse para si um mundo melhor, rodeado de amor, carinho e compreensão que não teria tido nos últimos tempos .
G não desistia de comunicar porque foi com A que aprendeu a voar dentro desta “gaiola” de loucos.
Uma vez por dia alguém abria a “gaiola” e G por breves momentos deixava de vislumbrar a silhueta de A .

Onde estaria nesse momento A, onde ? Perguntava-se ao seu eu, G.
Que rumo estaria a tomar ?
G um dia perdeu o medo e olhou um pouco para fora da “gaiola” para ver onde se escondia A mas, o que viu não gostou ...

Era como se a “gaiola” nesse momento tivesse desaparecido aos seus pés ... sentia-se completamente desprotegido, mas angústia era mais o nome correcto para definir aquele ápice de curiosidade .
Porque é que A escolheu ter diariamente dias de vento e chuva em detrimento de lindos dias de Sol e ligeiras brisas ?

Talvez G afinal nunca tenha percebido onde se inseria a realidade/vontade de A e que afinal a imagem/ideia que tinha era completamente disforme da sua realidade percebida .
Por isso todos os dias G tenta ainda encontrar um caminho que faça com que A olhe bem em frente e veja que afinal a felicidade sempre lhe sorriu naquela “gaiola” dourada e ela nunca percebeu ... ainda hoje.
<!--coloro:#0000FF--><span style="color:#0000FF"><!--/coloro-->Desabafas??? Eu também... Estou aqui: <!--colorc--></span><!--/colorc--> <!--coloro:#9932CC--><span style="color:#9932CC"><!--/coloro-->maloveci@jamaicans.com<!--colorc--></span><!--/colorc-->

Pedro Farinha
Edição Única
Posts: 3298
Joined: 03 Apr 2005 00:07
Contact:

Re: Gaiola Dourada

Postby Pedro Farinha » 30 Oct 2006 23:35

Não foi dos teus textos que mais gostei, ainda que esteja bem escrito. Pareceu-me que se tratava de uma experiência psiquiátrica :devil2: :devil2: :devil2: mas se calhar sou eu que ando a ver "coisas"

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Gaiola Dourada

Postby Samwise » 31 Oct 2006 11:12

Eu gostei bastante deste, embora me pareça que o tom representa mais um "fase de passagem" do que um "fim atingido" ou um "início de alguma coisa".

Maloveci, continuas apostado em explorar: a condição de "vítima do destino" nos teus personagens (ficticios ou não), os desencontros de personalidade, os estados de solidão e abando, os enviesamentos de percepção, naquilo que pode ser resumido como a "dor do amor".

Este em concreto é um pouco (pouquito) menos negro que o costume, mas acho que não conheço um texto teu que saia fora desta temática.

Sam

P.S. A utilização das maíusculas a designarem "entidades" também não é novidade nos teus textos...
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

Maloveci
Livro de Bolso
Posts: 239
Joined: 16 Mar 2005 23:27
Location: Jamaica man !!
Contact:

Re: Gaiola Dourada

Postby Maloveci » 01 Nov 2006 12:21

Pedro Farinha wrote:Não foi dos teus textos que mais gostei, ainda que esteja bem escrito. Pareceu-me que se tratava de uma experiência psiquiátrica :devil2: :devil2: :devil2: mas se calhar sou eu que ando a ver "coisas"


Pedro queres uma pista ? ... E se essa experiência fosse real e talvez se passe com "alguém" ? :sad:


Sam: mas acho que não conheço um texto teu que saia fora desta temática.
Pois, mas só assim consigo escrever, as coisas alegres (para já) não me inspiram e quando estou muito tempo sem escrever, apenas quer dizer que ... ando bem (uma amiga disse-me que gostava que eu deixasse de escrever ..).

SAM : P.S. A utilização das maíusculas a designarem "entidades" também não é novidade nos teus textos...


Sam, gostei dessas reticências no fim (...) está explicado, percebes não é ? Tem ligação ao que respondi ao Pedro :thumbsup:

Dark Angel: ... e não G que se teria de aventurar a sair para a chuva e para o vento, e para o lado de A.


Porque lá fora existe um D ... Angel, um D que não deixa (neste momento) G entrar na vida de A.

Sam, essa da "dor do amor" ... :whistling: :whistling: :thumbsup:
<!--coloro:#0000FF--><span style="color:#0000FF"><!--/coloro-->Desabafas??? Eu também... Estou aqui: <!--colorc--></span><!--/colorc--> <!--coloro:#9932CC--><span style="color:#9932CC"><!--/coloro-->maloveci@jamaicans.com<!--colorc--></span><!--/colorc-->

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Gaiola Dourada

Postby Thanatos » 03 Nov 2006 17:30

Erhmmm alguém me diz onde comprar o manual de introdução a estes posts? É que já estou completamente perdido com o abecedário.

E agora um comentário mais a sério: Maloveci a tua prosa é muito intimista e nota-se bem que vem carregada de sentimento. No entanto o meu conseho nestes casos é, lighten up guy, a vida são dois dias e o carnaval três, andas a perder algo. Pensa que em retrospectiva tudo é motivo de riso :smile:

Here's one rooting for you :thumbsup: (I've been there and came back, believe me)
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

Maloveci
Livro de Bolso
Posts: 239
Joined: 16 Mar 2005 23:27
Location: Jamaica man !!
Contact:

Re: Gaiola Dourada

Postby Maloveci » 07 Nov 2006 02:12

Thanatos wrote:No entanto o meu conseho nestes casos é, lighten up guy, a vida são dois dias e o carnaval três, andas a perder algo. Pensa que em retrospectiva tudo é motivo de riso :)Here's one rooting for you :thumbsup: (I've been there and came back, believe me)




:notworthy: Merci ... mas não é fácil, já estive pior, por vezes aparecem "estrelas" e ajudam-me a dar mais um ... correcto passo na vida. :thumbsup:


Dark Angel wrote:Sinceramente, acho que é melhor G procurar outras letras do abecedário.



Tens razão, tens muita razão ... :sad:
<!--coloro:#0000FF--><span style="color:#0000FF"><!--/coloro-->Desabafas??? Eu também... Estou aqui: <!--colorc--></span><!--/colorc--> <!--coloro:#9932CC--><span style="color:#9932CC"><!--/coloro-->maloveci@jamaicans.com<!--colorc--></span><!--/colorc-->


Return to “Maloveci”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest

cron