Demência?

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Demência?

Postby Samwise » 16 Jun 2005 17:00

Demência?

Um balde de água fria de chapa. Ela abanou a cabeça e tentou fixar os sentidos. O rapaz pousou o balde e retirou-lhe a venda dos olhos. Cordas como laminas a juntarem-lhe os pulsos atrás das costas. O cheiro de clorofórmio ainda fresco nas narinas. Estava sentada.
- Acorda, minha querida, que o tempo voa.
Ela olhou para ele a esforço. Via tudo a andar à roda.
Ele enfiou-lhe uma estalada forte. A cabeça rodopiou sobre o eixo. Ficou prostrada para trás, escondida num emaranhado de cabelos molhados.
- Antes de olhares para mim tens que pedir autorização, está bem?
Uns segundos de espera. A cabeça caiu para a frente, desamparada. Nova estalada. Um gemido acompanhou o rodopio.
- E responde-me quando te faço uma pergunta!
- Hmmmm - Ela não o encarou.
- OH, mas que descuido o meu... faço perguntas e não te deixo responder. Desculpa, flor. - Retirou-lhe a mordaça da boca.
- Agora sim, posso ouvir a tua alegria na sua total plenitude. - Terceira estalada. Um fio de vermelho pelo canto do lábio e mais uns salpicos na parede. A face ao rubro. O coração a bombear ácido, perto do estalo.
- PARE! O que me vai fazer?
- Tudo o que puder!
- Não me faça mal... Eu posso-lhe pagar! Por favor!!!!
- Vocês são todas a mesma coisa, foda-se! Mas é engraçado... gosto de vos ouvir. Súplicas antes do serviço! Dá-me cá um gozo... só de pensar no que vem a seguir. - Encheu o peito de ar, como que a inspirar uma lufada de ar fresco.
- Não... por favor... não...
- Vamos por aqui uma musiquinha, para dar ritmo. Não te importas, pois não? - Carregou no botão do compacto. Música em altos berros. Fechou o punho, pesado, e largou-o sobre o estômago dela.
Sufoco. Falta de ar. Os pulmões colados por dentro.
Acendeu um cigarro e atirou o isqueiro para cima da mesa. Empurrou-a para trás. Ela caiu de costas, com o peso todo, corpo e cadeira, sobre as mãos. Os ossos esmigalharam-se-lhe nos nós dos dedos. Soltou um grito de dor.
- Já a berrar? Ó linda, o divertimento ainda nem sequer começou. - Levantou-a do chão, devolvendo-a à posição original.
- Ora bem... vamos ver o que temos aqui... tesoura... martelo... navalha... frasquinho de ácido... taco de basebol... saca-rolhas... cabo de vassoura... alicate... - As suas mão acariciavam os objectos sobre a mesa. Os olhos dela acompanhavam, arregalados.
- Eu faço o que o senhor quiser! Por favor... Não me magoe mais...
- Tu fazes o que eu quiser??? Eu é que faço o que EU quiser. Quando terminar contigo, então podes pedir-me o que TU quiseres. - O cigarro pendurando no canto e um sorriso trocista montado para ela.
- Mas comecemos, que te estou a ver muito nervosa. Deixa-me lá ver essa perna. - Agachou-se à frente dela, de tesoura na mão. Cortou-lhe umas aberturas redondas nas calças, sobre o colo. Inalou uma baforada de fumo e apagou o cigarro na pele dela. Ela contorceu-se, retesando os músculos. A cadeira abanou violentamente. Conseguiu não lhe dar o prazer de mais um grito.
- Temos heroína, afinal de contas! Cheguei a temer o pior. - Pegou no isqueiro e acendeu a beata.
- Maldito Cabrão!!!!!
- Não... não... esse ainda não viste. Por enquanto só conheces o menino bem comportado. - Voltou a apagar o cigarro. Fê-lo por cima da outra queimadura. Desta vez ela não resistiu. Grunhiu por entre os dentes.
- Hurra!!! Progressos. Sabes que tens sorte. Se fossa na idade média punham-te uma coleira especial, para abafar as vontades de expressão oral.
Chama no isqueiro. Fumo pelo ar.
- Achas que se continuar a insistir na mesma ferida acabo por chegar ao osso? - Aproximou a centelha...
Uma alarme despertador tocou sobre a mesa. Duas gargalhadas sonoras. Simultâneas.
- Solta-me Paulinho... agora é a minha vez. Vais-me pagar os três estalos, 'môr.

SamW
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

Fat Boy
Capa Dura
Posts: 316
Joined: 27 Dec 2004 22:13
Location: Lisboa
Contact:

Re: Demência?

Postby Fat Boy » 16 Jun 2005 18:29

Perverso! Muito perverso. I Like It! :D
Quanto à escrita está ao óptimo nível do costume!

Um abraço!
<img src="http://pwp.netcabo.pt/duderino/movie.jpg" border="0" class="linked-sig-image" /><img src="http://pwp.netcabo.pt/duderino/bewareofgeek.jpg" border="0" class="linked-sig-image" />

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Demência?

Postby Thanatos » 16 Jun 2005 18:41

Está muito bom mesmo. Aliás gosto muito mais de ler o SamW tuga que o inglês. É mais genuíno.

E tu Fat Boy? Esses Zombies Reds saem ou não?
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Demência?

Postby Samwise » 16 Jun 2005 18:45

Thanks guys! :mrgreen:

Pois, Fat Boy, quando é que vemos o Bush com os olhos todos revirados?

SamW
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

Fat Boy
Capa Dura
Posts: 316
Joined: 27 Dec 2004 22:13
Location: Lisboa
Contact:

Re: Demência?

Postby Fat Boy » 16 Jun 2005 19:20

Amanhã. Estou há horas a revêr isto...até estou tonto lol

Mas não saio daqui sem chegar aos 100% :D

Só faço umas pausas para dar uma vista de olhos pelos fóruns para descansar.

E for the record tb prefiro o Sam "português".

Um abraço!
<img src="http://pwp.netcabo.pt/duderino/movie.jpg" border="0" class="linked-sig-image" /><img src="http://pwp.netcabo.pt/duderino/bewareofgeek.jpg" border="0" class="linked-sig-image" />

User avatar
Riobaldo
Edição Limitada
Posts: 1099
Joined: 06 Feb 2005 15:14
Location: Lisboa
Contact:

Re: Demência?

Postby Riobaldo » 18 Sep 2005 14:10

Que final! Vou-te fazer uma pergunta mas só respondes se quiseres :P esse final estava na tua cabeça de princípio, ou surgiu apenas depois?

Quanto ao texto em geral passa muito a ideia de violência gratuita e isso agrada-me. Estou a gostar de te ler e, como diz o ditado, mais vale tarde do que nunca :blush:
www.revistaantologia.com

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Demência?

Postby Samwise » 18 Sep 2005 16:11

O final estava na minha cabeça desde início.

A ideia surgiu mesmo daí... uma cena de tortura quase consentida, em que dois amantes tracam de papel (carrasco e vítima) à vez.

O problema foi arranjar contéudo... como torturar uma pessoa ser ser demasiado??? Ou seja, não podia partir membros, não podia cortar membros, etc, ect,...

E sim... é um texto com muita violência gratuíta.

SamW
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -


Return to “Samwise”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest

cron