Grande Entrevista de Natal

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Grande Entrevista de Natal

Postby Samwise » 27 Dec 2006 12:43

Grande Entrevista de Natal

Títulorogia (não perca o seu tempo no dicionário, esta palavra não existe; espero no ent(ret)anto que compreenda o que quero dizer) alternativa:

Ranheta & Facada Reloaded - a versão do realizador
ou
Aliteração em B, de Bendetta
ou
A entrevista que o Vaticano desejou ter censurado, não conseguiu, e agora já vai tarde
ou
A importância de se chamar Rudolfo
ou
Mão que embala o terço
ou
Música no cú da São
ou
A gôlûnha do vezûnho é sômpre melhor quiá mûnha
ou...


[Voz-Off]: Oh, Pá! Acaba lá com essa cena dos títulos, que estás a maçar o pessoal. P'rá frente com isto!

Declaração de (in)Conformidade

First things first - Deixo este aviso: o texto que se segue não respeita as normas de qualidade ISO-9000, a Convenção de Genebra, o Tratado de Tordesilhas, ou outros que tais. O texto que se segue não respeita nada nem ninguém. O texto que se segue é politicamente insurrecto e bio-desagradável. O texto que se segue não tem tento na língua (para todos os efeitos, nem tem sequer língua) e não mede as palavras que diz (também, seria difícil, uma vez que tal comprimento varia conforme o tamanho e resolução de cada monitor em que é apresentado).

Não diga depois que não leu isto, que não estava preparado, e que não sabia de nada. Farei orelhas moucas e fingirei que não o conheço. Sobretudo, não me tente ameaçar, olhe que conheço uns manos Afro-Cabo-Verdianos que habitam na Pedreira dos Húngaros. Eles andam com chinos escondidos na indumentária. Alguns deles andam mesmo com revolveres em segunda mão. Sim, sim, estou a ameaçá-lo fisicamente.

Considere-se avisado.

O valor e relevância literários deste candidato a rascunho escrevinhado numa folha picotada de papel higiénico, dito matematicamente, convergem para zero, são uma nulidade absoluta; de facto, a disformidade abaixo apresentada não passa de uma peça pueril e manhosa, rude e grosseira, anti-subtil e anti-social, Ginger e Fred, espalhafatosa, excessiva e desgovernada, e como tal, potencialmente ofensiva para a família católica de valores tradicionais. É uma punheta mental mal calibrada, um derrame hormonal de baixo valor estamínico, um enxorrilho de caralhadas de caudal mais extenso que o Mississipi, um afluente que desagua no Oceano do Mau Gosto, aquele em que as águas são setes vezes mais merdosas que o normal. Usando uma comparação simples, é tão repugnante ler isto como sentir na cara os salpicos que fogem da sanita enquanto o autoclismo descarrega e quando estamos debruçados a usar o piaçaba, limpando aquelas pequenitas ilhas acastanhadas. Isto depois da grande diarreia do fim-de-semana.

Por esta altura, enquanto a procissão ainda vai no adro, já vejo alguns de vós com as mãos lançadas à cabeça. A fazê-lo, este é o melhor momento para desistir desta leitura. Antes agora que depois. Mais vale cedo que nunca.

Se no final desta leitura achar que este autor não joga com o baralho todo, que tem macaquinhos no sótão, ou que o seu cérebro terá liquidificado e entornado pelas narinas, pode ser que até tenha razão. Eis aqui a sua grande oportunidade para afirmar, justificadamente, "My God! You are totally insane!" É no que dá, anos de militância Ena-Pá Doismilística, anos de espancamentos por parte da Florbela, anos de masturbação a bem da nação.

E se pensa que sabe o que vai encontrar daqui para a frente, desengane-se! Man, you have no ideia, whatsoever. Não acredita no Pai Natal? CUIDADO! A sua percepção da realidade poderá estar prestes a ser alterada. Depois deste clister de caracteres desordenados, o seu Natal nunca mais será o mesmo.

No acaso de se sentir incomodado, ultrajado, ou até enfurecido com a linguagem utilizada ou temáticas abordadas, carregue no "Stop", depois no "Eject", tome um anti-depressivo, coloque um lenço molhado sobre as frontes, e vá ler qualquer coisa do Paulo Coelho, ou ver um Reality Show com a Júlia Pinheiro. Não fica assim a perder nada de importante.

** BUURP **
Perdão, que arrotei. Foi da chispalhada do almoço.

Nenhum animal foi submetido a torturas muito brutas durante a rodagem desta entrevista. Ou pelo menos não fizeram nada com que não concordassem. Abaixo as frigideiras sem teflon, os nabos sem púcara, e as consultas estomatológicas sem broca. Viva o chá com torradas, as armas de penetração maciça e as bolinhas de gás no champanhe franciú...

[Voz-Off]: Oh, Pá! Chega de lamúrias. Ainda bem que não sou tua mulher. Ninguém te atura, carago. P'rá frente com isto!

Ahhh... Diga lá, na verdade, se neste momento não se sente picado pela curiosidade? A desejar saber o que vem a seguir?

[Voz-Off]: ANDÔR, JÁ DISSE!

[Sponsor]: O programa seguinte é patrocinado por: "Única Fábrica de Pastéis de Belém" - casa muito antiga, fundada já não nos lembramos em que ano, mês, ou dia. Achamos que foi numa Quarta-feira de cinzas, por voltas três e vinte e duas da tarde, no ano de mil oitocentos e troca o passo.



(continua - para a semana que vem coloco o resto)

[img]http://img406.imageshack.us/img406/1281/badmojoqk4.jpg[/img]


Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Grande Entrevista de Natal

Postby Samwise » 02 Jan 2007 11:02

A Entrevista

[Entrevistador]: Boa noite, senhores audio-tele-computo-espectadores, bem-vindos a mais uma "Entrevista d'Arromba" aqui na DââââââââââbâliúQueiÉmÉle, cento e seis ponto três, a sua rádio referência.
Temos hoje connosco duas importantes personalidades ligadas à época natalícia, talvez as mais conhecidas e mediáticas nos tempos que correm: o seu nome surge-nos de imediato, quando ouvimos a palavra "Natal". Caros ouvintes: o Menino Jesus e São Nicolau, mais conhecido por Pai Natal.

[Jesus]: Boas. 'Tá-se?
[Santa]: Boa Noite

[WKML-106.3]: Para começar, falem-nos um pouco sobre as vossas pessoas, já que informação fidedigna é coisa que escasseia. Menino Jesus?

[Jesus]: Devo referir que sou uma criatura bastante injustiçada e caluniada na narração da história da humanidade; pouco ou nada do que é dito sobre mim nos manuscritos oficiais é verdadeiro. Ou então está adulterado.
Mencionam algumas das partes aborrecidas da minha vida de adulto, e depois fazem vista grossa aos pormenores que melhor definem a minha personalidade - a minha adolescência foi completamente ignorada.
Para a maior parte dos crentes, ler o Novo Testamento deve ser uma bela duma seca - há para lá espigas que não lembram ao Pai Natal!
[Santa]: Hein? Hum?
[Jesus]: Sem ofensa, ó Nicolau... Foi uma força de expressão!

[WKML-106.3]: Mas...que pormenores considera terem sido injustamente deixados fora?

[Jesus]: Nada é dito, por exemplo, sobre o dia em que, tendo eu nove aninhos, peguei fogo às barbas do Caifás - Ahhh, que maravilha, uns pózinhos de pólvora na ponta da pêra e WOOOOSH, foi ver o velhadas a correr à volta do pináculo, as mão aflitas no ar, as sandálias chocando castanholas na pedra rude do chão, a túnica esvoaçando ao ar chamuscada de pontadas negras, heehee, e eu escondido atrás da coluna, a bater as palminhas – até parecia a história do sodomita dos passarinhos.
Mas não foi só: a Bíblia nada refere sobre as escapadelas para o curral das cabras com a Maria Madalena; nada refere sobre as tardes que passei a ensinar o jogo da vermelhinha ao Barrabás; nada refere sobre o primeiro charro que partilhei com o Pedro. Ficámos cá c'uma moca – eu só via voluptuosas Vénus desnudas esvoaçando à minha volta.
Isso é que foi de facto a minha verdadeira vida. Se ponho as mãos no historiador que fez os arranjinhos na Bíblia... Ai, mãe, aperto-o com tanta força que lhe saem as tripas pelo nariz!
[Santa]: I'll drink to that.
[Jesus]: Não queria deixar de mencionar, por último, o grande roubo da costela de Adão. Num belo dia de Outono, em que meu Pai se ausentou dos reinos celestiais, resolvi entrar na Sala da Criação ™ e subtrair a costela de Adão. Para ninguém dar por nada, substituí a peça por uma costeleta de vitela. Cuidais que alguém deu caso da troca? Nada. Até aos dias de hoje...

[WKML-106.3]: Mas isso quer dizer que...

[Jesus]: Exactamente. Por que é que acha que as mulheres tem o peito tão saliente?

[WKML-106.3]: E o que fez com a original?

[Jesus]:Comi-a toda, naturalmente. Levei-a uns minutos ao espeto e depois chupei-lhe os ossos até ao tutano. Um manjar digno dos anjos. Mesmo chuchú.

[WKML-106.3]: Certo, certo. E o senhor, São Nicolau? O que nos pode contar sobre a sua vida?

[Santa]: Bom... a maior parte daquilo que se sabe está correcto, embora talvez um pouco maquilhado pela comunicação social! Vivo de facto no Pólo Norte, não numa casa de madeira feita à mão, mas em algo mais sólido, com paredes de betão reforçado, vidros triplos e aquecimento central...
[Jesus]: Yá, lá pr'essas zonas faz frio p'ra caralho. Ainda estou p'ra perceber porque é que não escolheste as Maldivas, ou as Fiji...
[Santa]: Sabes como é: mãos frias, cú da São quente. I'll give you a hint: no Pólo Norte não há câmaras de vigilância, get it? Mas adiante... tenho um trenó que não é conduzido por Renas, é antes alimentado por uma turbina a jacto oferecida pela Airbus, e posso ainda dizer que os anões e duendes que toda a gente pensa que trabalham comigo numa pequena oficina, são, na verdade, crianças vietnamitas que bulem ao ritmo de dois cêntimos ao dia, num complexo fabril pre-fab, com vários quilómetros de extensão.

[WKML-106.3]: Crianças ??? Mas então... e os direitos da criança?

[Santa]: Quais direitos da criança!!!! Ó meu amigo, estamos na época da globalização, duuuuh. Se não for aqui o Je a pegar-lhes, é outra multinacional qualquer, e se calhar até vão ser tratados à força do chicote.
[Jesus]: Aproveita enquanto podes, Nicolau, que qualquer dia o meu Pai trata-te da saúde!
[Santa]: Naaaaa... disparates. O meu nome ainda vale alguma coisa na praça. Enquanto houver Pai Natal, Árvore de Natal, e uma carrada de putos agarrados às saias da mãe a pedir presentes, é garantido que há um presépio com um Juju no meio das palhinhas. I'm good news for da business, Kid!

[WKML-106.3]: Menino Jesus, já que falamos do seu Pai, como se estão a dar a parte divina e a parte humana?

[Jesus]: Ui, c'a coisa anda feia. Estão de trombas; é com cada cena de faca e alguidar! Devo ser a criança com a família mais freakazóide do mundo. Senão vejamos: quando foi para me conceber, nenhum dos meus Pais tocou fisicamente na minha Mãe - aliás, andam zangados um com o outro por causa desse assunto; depois, um deles é carpinteiro, enquanto que o outro é vocês sabem quem - a diferença de classe social é tanta que nem o Karl Marx conseguiu estudar seriamente o meu caso; entre o meu Pai carpinteiro e a minha Mãe, vão 35 anos de distância, e entre o meu Pai celestial e a minha Mãe, não há número terrestre que designe a diferença temporal.
E no meio disto tudo, há uma espécie de disputa de paternidade, com a mamã a assistir à distância. Cada Pai tenta impor as suas ordens, e às vezes nem me consigo entender no meio da batatada. Ainda bem que não sofro do complexo de Édipo! Ainda no outro dia quis ir a um apedrejamento e lá tive que meter uma cunha junto do tio Lúcifer para o conseguir...
[Santa]: Jasus! Maria! Ainda te dás com esse marmanjo?
[Jesus]: Yá, o gajo é um tótil, às vezes arranja uns favores porreiros.

[WKML-106.3]: Hmmm... pois, acho que já deu para ficarmos com uma ideia. Questão seguinte: relativamente a esta época festiva, o Natal, o que têm a dizer sobre o vosso protagonismo?

[Jesus]: Bom, quanto a protagonismos, eu tenho a fama e o palhaço do Nicolau tem o proveito... Afinal de contas celebra-se o MEU nascimento!!!
[Santa]: Eh, calma aí! O TEU nascimento, é como quem diz, porque na verdade não nasceste a 25, não me venhas cá com tretas. E não gosto que me chamem de palhaço, prefiro a expressão: "profissional do espectáculo".
[Jesus]: Pá, como chamas tu a um gajo pançudo, barbas brancas caídas ao umbigo, barrete na cabeça, e que anda para aí vestido de vermelho a descer pelas chaminés da habitação alheia, a rir que nem um perdido?
[Santa]: Estás-te a esquecer que sou pago para isso.
[Jesus]: Já para não dizer que Nicolau rima com pirilau...

[WKML-106.3]: Pago para isso???

[Santa]: Meu amigo, acaso sabe que hoje em dia há uma coisa chamada "Dollars" a ditar as regras da vida em sociedade? e outra chamada "Marketing" para fazer sair esses "Dollars" dos bolsos do idiota do cidadão comum? Juntos formam a chamada visão capitalista do mundo, algo em que ou se está dentro ou se está fora, não há mais possibilidades.
Respondendo à sua questão: Digamos que há um conjunto poderosos grupos económicos, junto com mais alguns lobbies obscuros, que me paga uma pipa dele para continuar a fazer aquilo que faço! Tudo de forma transparente e legal, claro, através do que pode ser designado por "Sponsoring".
[Jesus]: Na prática, então, temos aqui um proxeneta capitalista mascarado de palhaço! O papá quando ouvir isto vai-se passar dos carretos. É bom começares a pensar em contratar uma boa equipa de guarda-costas. Uns tipos género "Os Sopranos", com uns tacos de baseball à cintura e umas Uzi na mala do carro.

[WKML-106.3]: São Nicolau, então, para si, isto de Natal é tudo uma questão de cifrões e lucros em caixa?

[Santa]: Nem mais. Natal, hoje em dia, é sinónimo de negócio. "Dollars, Bucks, Deng, Dough..." Como dizia o outro; "No Bucks, No Buck Rogers." Somos fruto da sociedade em que vivemos, ou não concorda?

[WKML-106.3]: E dorme bem com essa realidade? Não lhe incomodam esses pensamentos?

[Santa]: Não me incomodam mais do que as pequeninas bolas de cotão que se formam no fundo dos bolsos das calças de flanela. E não me incomodam mais a mim que àquele emproado do Ratzinger.
Vou-lhe dar dois exemplos concretos daquilo que falo: sabia que foi a Coca-Cola que inventou as minhas famosas gargalhadas? O "Ho Ho Ho", na prática, foram três arrotos que dei depois de provar o produto deles. E quanto à frase "Merry Christmas", era originalmente um graffitti que pintei lá atrás no muro da propriedade, a dizer: "Bury Christmas".
Os gajos do marketing aproveitam tudo... você nem sonha!!! A seguir aos advogados, são os tipos mais inventivos a equilibrar palavras que conheço.
[Jesus]: BO-O-O-ORING. Esses exemplos são fraquinhos, ò Nicolau... porque é que não lhe contas acerca do Viagra?

[WKML-106.3]: Do Viagra?

[Santa]: Pois. Eu já não sou propriamente um tipo jovem, e a Pfizer, a pensar no lançamento da pílula azul, decidiu patrocinar activamente o meu trenó.
A primeira frase sugerida pelo departamento de Marketing deles foi a seguinte: "Com Viagra, o Rudolfo ganha um andar novo!"

[WKML-106.3]: O Rudolfo?

[Santa]: Sim, é uma das Renas que finge puxar o trenó. Posso ser um palhaço capitalista, mas ainda conservo alguns dos prazeres da vida!
De qualquer forma, e como não há bela sem tesão, a administração da empresa recebeu um protesto do Sindicato das Renas Gay e achou por bem mudar a frase (em abono da verdade, diga-se, o bom do Rudolfo não é, de facto, renosexual). Ficou assim: "Com Viagra, o Rudolfo fode que nem bode". Fica bem nos outdoors, a acompanhar a imagem de full-frontal-nudity...
[Jesus]: Bonito, sim senhora!
[Santa]: Até parece que és algum santinho...
[Jesus]: Pelo menos não ando aí a tomar pílulas azuis diluídas em Jeropiga. Deve ser por isso que tens um nariz tão batatudol.

[WKML-106.3]: Senhores, senhores, passemos a outro assunto! Como vêm o papel da Internet na aproximação das relações entre as pessoas?

[Jesus]: Internet? Era bom. Na minha época não existe nada disso (**suspiro**). Dava me'mo jeito, falar com pessoal d'outras nações. Quase que não tenho amigos para conviver, as criancinhas foram todas chacinadas no massacre que o Heródes encomendou para me matar quando nasci!
Vale-me a Maria Madalena, que vai dando para as encomendas, quando a fome aperta.
[Santa]: Lá diz o ditado, "Quem esperma, sempre alcança...!"
[Jesus]: Tens cá uma piada, tu.
[Santa]: Isso da Internet é tudo é muito bonito, mas dá cá umas dores de cabeça! No outro dia li um artigo que dizia que o Bill Gaitas era o homem que mais spam recebia no mundo inteiro. Só me deu vontade de rir! Dizia que ele tem um gabinete inteirinho só para tratar desse assunto. Pois eu tenho um edifício tamanho da sede da Opus Dei (a tal que mencionam no Código da Vinci). Se o Gaitas recebesse o spam que eu recebo... mais depressa arredava para Linux (não tem nada a ver, mas 'tá bem, é in falar no Linux)!!!
[Jesus]: Por falar em Spammers... ouvi, no outro dia, o meu Pai a falar com o Arcanjo Rafael. Xiiiii.... Esses gajos 'tão fodidos. Vão levar com a ira divina!!!

[WKML-106.3]: Ira Divina??? Mas... que lhes vai acontecer???

[Jesus]: P'lo que consegui apurar, há várias hipóteses em cima da mesa...
[Santa]: Mandem-me os tipos, que eu ponho-os a cozer bolas de Futebol da Nike, lá ao fundo do armazém, até que as gôlûnhas tenham dântes!
[Jesus]: ... mas aquela que é mais provável é o castigo dos três suplícios: uma corcunda nos testículos, uma gaguez no prepúcio, e um joanete na língua...
[Santa]: Por falar em cojones... já ouviram falar da nova loção da Pfizer, que para além de garantir que o dito fica erecto, também serve para eliminar os chat....

Trjjjjjjjjjsshhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhuuuuiiiiiiiiiiiiiiiiishhhhhhhhhhhhhhhhh

[Voz-Off]: Malditos transístores!!!

Ssshhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh

[Jesus]: "....autêntica descriminação! As pessoas têm de entender, de uma vez por todas, que o cú de Judas cheirava tão bem ou tão mal como qualquer outro cú de qualquer outro apóstolo. Uma vez...."


iiiiiiiiiiiiisshhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhuuuuiiiiiiiiiiiiiiiiishhhhhhhhhhhhhhh

------- Transmissão interrompida por razões alheias à WKML ------

[Voz-Off]: Oh! Pá! Atão e o resto???




Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Venom
Encadernado a Couro
Posts: 488
Joined: 01 Jan 2005 03:17
Contact:

Re: Grande Entrevista de Natal

Postby Venom » 03 Jan 2007 13:52

Estes teus momentos de bebedeira são ,de facto, agradáveis.
no sci-fi masterpiece depicts an AI that, upon coming online and searching its database in an effort to better understand mankind, responds by shouting, “You guys are awesome! We should get nachos!

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Grande Entrevista de Natal

Postby Samwise » 03 Jan 2007 16:32

Não és o primeiro a dizer que aquilo ali em cima foi fruto de uma bebedeira. :tongue:

Para que fique bem claro: não foi.

Eu raramente toco em alcool, nunca me embebedo, e nesta festividade nem sequer um pinguinho de espumante bebi.

Venom, tu és do tempo de uma coisa chamada Megazone. Se bem te lembras, nesse fórum o Samwise era um personagem bifurcado. Havia um tipo chamado "(Pa)chá das 5inco" que se encarregava literalmente de ser a má língua do Samwise. Este trabalho é uma espécie de reminescência desses dias, e como já referi num outro local, foi mais fruto de uma sensação chamada Delirius Criativus, algo que de vez em quando toma conta dos meus dedos.

Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Aignes
Enciclopédia
Posts: 858
Joined: 05 Jan 2006 23:59
Contact:

Re: Grande Entrevista de Natal

Postby Aignes » 04 Jan 2007 19:47

Ainda bem que não sofro do complexo de Édipo! Ainda no outro dia quis ir a um apedrejamento e lá tive que meter uma cunha junto do tio Lúcifer para o conseguir...
[Santa]: Jasus! Maria! Ainda te dás com esse marmanjo?
[Jesus]: Yá, o gajo é um tótil, às vezes arranja uns favores porreiros.


:lol2:


Tens o meu 10 no Escreva :wink:
«The force that through the green fuse drives the flower
Drives my green age; that blasts the roots of trees
Is my destroyer.
And I am dumb to tell the crooked rose
My youth is bent by the same wintry fever.»

Pedro Farinha
Edição Única
Posts: 3298
Joined: 03 Apr 2005 00:07
Contact:

Re: Grande Entrevista de Natal

Postby Pedro Farinha » 04 Jan 2007 23:16

Está realmente com imaginação, a parte que mais gostei foi a da paternidade de Jesus e daquela que nem quando me fizeram ele lhe tocou :lol2:

Acho que o Jesus devia ter uma conversa (deste nível) com Freud... :devil2:

User avatar
anavicenteferreira
Edição Limitada
Posts: 1355
Joined: 04 Apr 2005 19:45
Location: Torres Vedras
Contact:

Re: Grande Entrevista de Natal

Postby anavicenteferreira » 05 Jan 2007 21:35

Eu estou sem palavras. Odeio-te profundamente. Estava a beber uma água das pedras quando comecei a ler a segunda parte. O efeito foi interessante. E doloroso. Fazes ideia do que ter água com gás com sabor a chá e a limão a sair-nos pelo nariz nos faz às fossas nasais? Au.

:rofl:
Ana

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Grande Entrevista de Natal

Postby Samwise » 08 Jan 2007 12:06

Aignes wrote:Tens o meu 10 no Escreva :wink:


Eu sei que é bem intencionado, a sério, mas não será um GRANDE exagero?
É o tipo de coisas com os quais não me sinto nada confortável.
Até admito que a maior parte das pidas estejam originais (e são-no, de facto. Há pouca coisa reclicada, meio da barafunda toda), mas em termos de texto, deixa muito a desejar. E é tãããão infantil.

Dark Angel wrote:Ah! A parte da costela de vitela? GRR...


:rolleyes: I have a twisted mind. I do, I do!

Em contrapartida, as spammers não serão castigadas, tendo em conta a natureza do castigo...


Pedro Farinha wrote:Está realmente com imaginação, a parte que mais gostei foi a da paternidade de Jesus e daquela que nem quando me fizeram ele lhe tocou :lol2:
Acho que o Jesus devia ter uma conversa (deste nível) com Freud... :devil2:

Uma consulta psicanalítica vinha a calhar... Resta saber quem faria de médico e quem se deitaria na poltrona... :mrgreen4nw:


anavicenteferreira wrote:Eu estou sem palavras. Odeio-te profundamente.


Nós, os génios, seremos sempre incompreendidos. :hypocrite:

Estava a beber uma água das pedras quando comecei a ler a segunda parte. O efeito foi interessante. E doloroso. Fazes ideia do que ter água com gás com sabor a chá e a limão a sair-nos pelo nariz nos faz às fossas nasais? Au.

A Coca-Cola provoca, às vezes, o mesmo tipo de "inconveniente"...

Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -


Return to “Samwise”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 3 guests

cron