Demo-cracia

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Demo-cracia

Postby Samwise » 13 Feb 2007 11:52

Demo-cracia


A primeira medida (pro-activa) que Fócrates tomou quando chegou ao poder - isto após as eleições mais participadas da história da pequena República da Terra Onde o Diabo Esfrega um Olho, eleições essas em que foi obrigatório comparecer ao voto, em que só havia um candidato no papel, e em que a cruz se devia riscar pela ponta negra de um marcador grosso em frente a um representante da lei, devidamente armado de uma G3, uma catana de cortar bambu, e uma soqueira de ferro forjado - a primeira medida de Fócrates, como íamos dizendo, foi a de mandar guilhotinar todos os enfermos, todos os inválidos e todos os idosos que alegaram falta de saúde no dia das eleições, não tendo contribuindo em nada, antes pelo contrário, para o resultado final daquele acto democrático.

A abstenção, monstro zarolho e fedorento, espinho incómodo em demasia para o bem-estar mental do nosso ditador, devia, conforme ordem expressa do mesmo, ser erradicada sem apelo nem agravo da cronologia daquela nação, razão pela qual, depois de limpa e lubrificada a lâmina de cortar pescoços, e numa acção Orwelliana mas ao contrário, as notícias do dia das eleições foram prontamente re-escritas pelos mais conceituados jornalistas por enquanto em actividade, colocando a percentagem de ausências não apenas a zero, mas a zeros, que plural enchia sempre mais o olho à opinião pública.

A segunda medida (pós-activa) que Fócrates tomou quando ao poder chegou foi a de mandar afogar todos os jovens com menos de 18 anos, aqueles que, por defeito de idade, não haviam comparecido ao escrutínio social, pese embora o facto de desconhecerem que, aos olhos do futuro governante da nação, quem tinha saúde para respirar, tinha saúde para votar.

A terceira medida (pré-activa) que Fócrates tomou quando o poder lhe subiu à cabeça, qual sangue de cabidela de galinha mal depenada, foi a de mandar abortar todas a panças grávidas crescendo na sua querida nação, não fosse a semente gerada em barriga alheia ser futuramente incitada contra os desígnios do poder. Deliberou ainda que, dali por diante, emprenhar, sodomizar ou masturbar, só com autorização oficial e carimbo do governo, pois se dizia que, nos países civilizados, e por norma, se cobrava o acesso à diversão.

Lá ficou o jovem Fócrates por uns anos no poleiro, gozando de vista privilegiada sobre os jardins paradisíacos, faisão e lagosta às refeições, e linchamentos regulares na Praça da Liberdade, até que, por acaso ou por destino, outro jovem ditador de uma nação sua vizinha lhe cobiçou, mais com tanques que com olhos, os poços de petróleo e as jazidas minerais.


Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

Pedro Farinha
Edição Única
Posts: 3298
Joined: 03 Apr 2005 00:07
Contact:

Re: Demo-cracia

Postby Pedro Farinha » 13 Feb 2007 20:45

Foi então que Fócrates disse: A vida é uma soda :laugh:

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Demo-cracia

Postby Samwise » 14 Feb 2007 10:35

:biggrin: Ora, nem mais.

Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -


Return to “Samwise”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 2 guests

cron