António Lobo Antunes

Escolha um autor e fomente uma discussão sobre a sua obra e a sua vida
User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4348
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: António Lobo Antunes

Postby Bugman » 25 Feb 2015 08:53

Sim Sam, isso que dizes é mencionado no artigo da ligação que partilhei e concordo absolutamente. Daí mesmo eu ter dito que há uma incompatibilidade entre o ALA vender umas dezenas de milhar ao mesmo tempo que a MRP vende umas centenas. A estrutura que ele emprega é estranha mas acho que faz sentido por contraposição às vírgulas do Saramago. No fundo, no fundo, acabam por se reduzir a duas expressões da mesma necessidade de sobrepôr pensamentos à acção e nesse sentido o mercado vivia muito melhor quando podia colocar um contra o outro o que levava a uma inflacção de vendas, nem que fosse para decorar prateleiras.

Forbidden wrote:Eu acho que este senhor e muita areia pra minha camioneta, sinceramente, os livros dele devem dar uma dor de cabeça daquelas mesmo grandes! Digo isto, mas so folhei um ou outro livo dele, e foi a sensaçao com que fiquei! E eu ate gosto de ler (ainda que leie muito pouco, comparado com os membros destes forum) e nao tenho problema em ler clássicos do seculo XIX (que tem uma escrita mais refinada), mas acho que este senhor é complicado demais. Se algum fã do senhor me quiser contrariar e tentar converter está à vontade :rolleyes:


Quando se fala em clássicos do séc. XIX urge distinguir os clássicos. Há um mundo de diferença d' A Morgadinha dos Canaviais para Os Maias e ambos são clássicos do séc. XIX, apesar da linguagem estar de longe mais refinada no último. Nesse sentido, também não sei se a linguagem é mais refinada nesses clássicos do que num Saramago ou num Lobo Antunes.

No caso do Lobo Antunes, quando falo (e tenho-o feito regularmente) em que a leitura pode causar dor física nem me falo ao nível de dores de cabeça. Falo mesmo num mal estar geral que flutua ao sabor das personagens. Porque se há certezas em Lobo Antunes é que uma personagem pelo menos, e com um papel bem central, está a passar por agruras profundas. Não sei até que ponto a escrita é um destilar da experiência clínica dele, mas é por demais evidente que há amarguras profundas nele, tal como o ódio visceral de Saramago ao Sagrado perpassa em toda a sua escrita.

Se alguém quer começar a ler Lobo Antunes então que comece do princípio. Qualquer coisa escrita a partir de meados da década de 90 não é para leitores de autocarro, chamemos-lhes assim, é só para duros! ;) O que recomendo, se a coisa começar a ficar difícil, é ler em voz alta. Muita da escrita, é feita em tom de monólogo interior e ajuda tentar entrar no espírito da personagem e ler em voz alta obriga-te a respirar ao ritmo que falas, algo que fica muito complicado quando lês para dentro.
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela

User avatar
Anibunny
Edição Única
Posts: 2814
Joined: 10 Jun 2009 23:11
Location: Porto
Contact:

Re: António Lobo Antunes

Postby Anibunny » 25 Feb 2015 13:34

Por mim o homem ia a falência. Ele e todos os autores tugas que se repetem ad nauseam, mesmo temas, mesmo registo.. bahh não há pachorra. E vocês estão desactualizados pah! A Guidinha já não vende :D Agora é o Chagas Freitas a nova chaga da lit. portuguesa.


Return to “Autores”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest

cron