José Luís Peixoto

Escolha um autor e fomente uma discussão sobre a sua obra e a sua vida
Pedro Farinha
Edição Única
Posts: 3298
Joined: 03 Apr 2005 00:07
Contact:

Re: José Luís Peixoto

Postby Pedro Farinha » 16 May 2009 23:50

Pois eu comprei uma edição especial de lançamento em que vinha o livro e o CD juntos. Depois, por acaso, como não gostei do tamanho da letra do livro, comprei-o em formato normal.

Mas achei interessante a ligação de cada conto a uma música sendo que cada um corresponde a um medo distinto. Por isso, ainda antes de ouvir as músicas li as letras e gostei de muitas delas. Daí a passar para música foi só esquecer o preconceito que tenho relativamente a este tipo de bandas. Na verdade o álbum é bastante interessante. O livro é que nem tanto, deve ser o pior do JLPeixoto.

Tzimbi
Livro Raro
Posts: 1604
Joined: 11 May 2007 23:24
Location: Lisboa
Contact:

Re: José Luís Peixoto

Postby Tzimbi » 26 May 2009 22:26

Finalmente lá acabei a leitura de Uma Casa na Escuridão, que se arrastava já há alguns dias (ou semanas? ou meses??).
Hoje não será o melhor dia para me pronunciar sobre o livro do JLP (modo embirrante está on), mas não fiquei nada convencida.
Ele escreve bem, tirando alguns vícios um pouco irritantes como, por exemplo, a repetição de palavras até ao enjoo e as frases ligeiramente curtas demais para o meu gosto (ou desgosto), e tem alguma originalidade naquilo que escreve.
Talvez não tenha sido o livro certo ou o momento certo para o ler, mas a verdade é que foi quase uma tortura avançar no livro.

Já agora, comparando o JLP com o Gonçalo M. Tavares (que também li há pouco tempo), prefiro este segundo sem sombra de dúvida.

S.

User avatar
Dharma
Enciclopédia
Posts: 782
Joined: 02 Aug 2007 12:13
Location: Vialonga
Contact:

Re: José Luís Peixoto

Postby Dharma » 25 Aug 2009 12:08

Por acaso concordo com a Tzimbi. Para tudo o que tinha ouvido falar de JLP, não fiquei particularmente convencida com o Uma casa na escuridão... Tem partes efectivamente interessantes, mas pareceu-me que ele falou, falou, falou e não disse nada...
"The mind is its own place, and in it self
Can make a heaven of hell, a hell of heaven."

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13871
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: José Luís Peixoto

Postby Thanatos » 25 Aug 2009 12:17

Dharma wrote:Por acaso concordo com a Tzimbi. Para tudo o que tinha ouvido falar de JLP, não fiquei particularmente convencida com o Uma casa na escuridão... Tem partes efectivamente interessantes, mas pareceu-me que ele falou, falou, falou e não disse nada...


Peixoto a primeiro-ministro, já!


Ok, desculpem lá a piada seca. :whistling:

Já agora adianto que já li umas coisitas do homem (não me obriguem a ir ver os títulos à estante) e foram tão marcantes como o Sei Lá da outra. Entra-me a 100 e sai a 200. Não deixa mossa, não faz osmose, não fica traço. São fiadas de frases sem consequência nem rumo, num estilo urbanista-depressivo que já me fartou desde que deixei de frequentar o bairro alto na década de 80. Não sabia que ainda havia sobreviventes daquela fauna por aí e ainda por cima a debitarem livros. Ohh well, life is stranger than fiction.
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

Pedro Farinha
Edição Única
Posts: 3298
Joined: 03 Apr 2005 00:07
Contact:

Re: José Luís Peixoto

Postby Pedro Farinha » 25 Aug 2009 14:38

Thanatos wrote:Entra-me a 100 e sai a 200. Não deixa mossa, não faz osmose, não fica traço. São fiadas de frases sem consequência nem rumo, num estilo urbanista-depressivo que já me fartou desde que deixei de frequentar o bairro alto na década de 80.


:_sissyfight__by_cindre: :ranting: :mad: :_sissyfight__by_cindre: :ranting: :mad: :_sissyfight__by_cindre: :ranting: :mad:


Já leste alguma coisa dele mais do que as crónicas que saíam em algumas revistas... ou és mesmo mais pedra de sal do que eu pensava ?

User avatar
Anibunny
Edição Única
Posts: 2814
Joined: 10 Jun 2009 23:11
Location: Porto
Contact:

Re: José Luís Peixoto

Postby Anibunny » 25 Aug 2009 16:29

Uma colega minha estava a ler o Cemitério de pianos e amou... disse para eu ler, mas não sei... quando baixar o preço dou uma olhadela!

User avatar
Hamartia
Manifesto
Posts: 84
Joined: 31 Jan 2009 17:41
Contact:

Re: José Luís Peixoto

Postby Hamartia » 25 Aug 2009 16:42

De José Luís Peixoto só tive oportunidade de ler o Morreste-me e gostei. Livro pequeno mas cheio de sentimentos, com muita dor expressa, com recordações que nos soam familiares.
«Es cierto que escribir me calma de a ratos, será por eso que hay tanta correspondencia de condenados a muerte, vaya a saber. Incluso me divierte imaginar por escrito cosas que solamente pensadas en una de esas se te atoran en la garganta, sin hablar de los lagrimales; me veo desde las palabras como si fuera otro, puedo pensar cualquier cosa siempre que en seguida lo escriba, deformación profesional o algo que se empieza a ablandar en las meninges.»

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13871
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: José Luís Peixoto

Postby Thanatos » 25 Aug 2009 17:09

Pedro Farinha wrote:
Thanatos wrote:Entra-me a 100 e sai a 200. Não deixa mossa, não faz osmose, não fica traço. São fiadas de frases sem consequência nem rumo, num estilo urbanista-depressivo que já me fartou desde que deixei de frequentar o bairro alto na década de 80.


:_sissyfight__by_cindre: :ranting: :mad: :_sissyfight__by_cindre: :ranting: :mad: :_sissyfight__by_cindre: :ranting: :mad:


Já leste alguma coisa dele mais do que as crónicas que saíam em algumas revistas... ou és mesmo mais pedra de sal do que eu pensava ?





Sou declaradamente uma pedra de sal. Lamento mas não consigo alcançar a elevada pureza da prosa do Peixoto como a que se apresenta neste excerto ao calhas de Morreste-me:

<!--fonto:TimesRoman--><span style="font-family:TimesRoman"><!--/fonto--><!--sizeo:3-->[size=100]<!--/sizeo--><div align="left">Diante de mim, as ruas varridas, o sol enegrecido de luz a limpar as casas, a branquear a cal; e o tempo entristecido, o tempo parado, o tempo entristecido e muito mais triste do que quando os teus olhos, claros de névoa e maresia distante fresca, engoliam esta luz agora cruel,</div>
<!--sizec-->[/color]<!--/sizec--><!--fontc-->[/color]<!--/fontc-->


Repare-se na parte por mim colocada a negrito. Eu sei que aquela repetição tem uma pretensão literária (até existe termo para aquilo) mas... mas... soa-me tão pretensiosa, tão postiça, tão falsa que a cada toada destas mais e mais me distancio do texto e vejo um petulante armado aos cágados.

Diria até que já li melhor e mais humilde por estas bandas. Mas isto sou só eu. Declaradamente pedra de sal. :tongue:
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: José Luís Peixoto

Postby Samwise » 25 Aug 2009 18:07

Como só li o Morreste-me, mantenho que é uma grande-pequena obra. Muito emotiva e à flor da pele, e com uma pureza sentimental apurada, apesar dos tais excessos e pretensões literárias de que está carregado (como aquelas que o Big T. aponta).

Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Lazy Cat
Livro Raro
Posts: 1619
Joined: 14 Jun 2005 22:37
Location: no cu de judas, atrás do sol posto. or so they say...
Contact:

Re: José Luís Peixoto

Postby Lazy Cat » 25 Aug 2009 18:54

Pedro, tu perdoa-me, mas naquele pedaço ali... tenho de concordar com o T. Aquilo só são palavras aglomeradas com o propósito de parecer uma coisa muito poética e "eu percebo muito disto" e tal, mas no fundo, não diz nada.

Tive de ler aquilo umas três vezes para chegar à conclusão que ele está apenas a dizer que ao ver a luz do sol nas ruas, sente tristeza onde antes sentia alegria. Ou coisa assim. Seria mesmo preciso tanta palavra para dizer uma coisa simples?

Pela amostra, creio que não vou ter pachorra para ler um livro dele.

Mas eu gosto de ti na mesma. Pá! :tongue:
Image
Image When I'm sad, I stop being sad and be awesome instead. True story

User avatar
Cerridwen
Edição Única
Posts: 7357
Joined: 01 Jan 2005 13:17
Location: Torres Vedras
Contact:

Re: José Luís Peixoto

Postby Cerridwen » 28 Aug 2009 20:36


claudia oliveira
Panfleto
Posts: 23
Joined: 25 Aug 2009 18:08
Contact:

Re: José Luís Peixoto

Postby claudia oliveira » 29 Aug 2009 14:01

Não aprecio nada o autor. Acho os seus livros uma pequena grande chatice. Gostaria ele de ser como o Lobo Antunes, bem tenta. bem tenta.

User avatar
virose_pt
Dicionário
Posts: 542
Joined: 01 Feb 2008 15:13
Location: Malcasa Point
Contact:

Re: José Luís Peixoto

Postby virose_pt » 29 Aug 2009 23:20

claudia oliveira wrote:Não aprecio nada o autor. Acho os seus livros uma pequena grande chatice. Gostaria ele de ser como o Lobo Antunes, bem tenta. bem tenta.


Eu nunca li nada do JLP, apenas algumas páginas de alguns dos livros dele.

Li uma página de um livro chamado "Cemitério de pianos". Nessa página, o autor repete a expressão "a minha mulher" várias vezes na mesma página. Eu até percebi a ideia do autor durante as primeiras 2 ou 3 repetições, mas à vigésima repetição da frase na mesma página eu achei melhor deixar de lado estas "literaturas modernas" da treta e comprar um livro a sério, escrito por um adulto. São opções.

User avatar
Anibunny
Edição Única
Posts: 2814
Joined: 10 Jun 2009 23:11
Location: Porto
Contact:

Re: José Luís Peixoto

Postby Anibunny » 23 Dec 2009 18:34

Comecei a leitura do "Cemitério de pianos" e estou a achar uma obra bonita e bem escrita. Sim ele repete algumas palavras, mas acho que faz parte do estilo de escrita dele habituei-me rápido quando acabar meto aqui o que achei do livro todo - para já estou a gostar.

User avatar
Sharky
Edição Única
Posts: 4587
Joined: 19 Jun 2008 00:04
Location: Margem Sul
Contact:

Re: José Luís Peixoto

Postby Sharky » 23 Dec 2009 19:20

Hamartia wrote:De José Luís Peixoto só tive oportunidade de ler o Morreste-me e gostei. Livro pequeno mas cheio de sentimentos, com muita dor expressa, com recordações que nos soam familiares.



Eu também li esse livro e tenho a mesma opinião :thumbsup:


Return to “Autores”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 4 guests

cron