Gonçalo M. Tavares

Escolha um autor e fomente uma discussão sobre a sua obra e a sua vida
User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Gonçalo M. Tavares

Postby Samwise » 21 Nov 2005 17:30

Este autor ganhou um prémio (José Saramago, se não me engano) por causa do "Jerusalém".

SamW
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Riobaldo
Edição Limitada
Posts: 1099
Joined: 06 Feb 2005 15:14
Location: Lisboa
Contact:

Re: Gonçalo M. Tavares

Postby Riobaldo » 21 Nov 2005 18:22

Com o Jerusalém ganhou o Prémio Saramago e o Prémio LER/Millenium BCP... curiosamente ambos os prémios são do Círculo de Leitores B)
www.revistaantologia.com

EJICCA
Brochura
Posts: 31
Joined: 06 Feb 2005 15:48
Contact:

Re: Gonçalo M. Tavares

Postby EJICCA » 21 Nov 2005 19:59

TRiiAd wrote:Com o Jerusalém ganhou o Prémio Saramago e o Prémio LER/Millenium BCP... curiosamente ambos os prémios são do Círculo de Leitores  B)

:whistle:


Gaia wrote:Vá lá não estou sózinha! biggrin.gif

Eu também não o aprecio nada, mas enfim... é muito seguro da sua actividade literária laugh.gif (e imbatível em "níveis de produtividade", o que o país precisa para sair da "crise" )

Sê bem-vindo EJICCA !

Havemos de vencer esta luta anti-Tavares!

Obrigado Gaia pelas boas vindas, apesar de eu não ser um novato!
:angel:
<a href='http://www.brutoefeio.blogspot.com' target='_blank'>www.brutoefeio.blogspot.com</a>

EJICCA
Brochura
Posts: 31
Joined: 06 Feb 2005 15:48
Contact:

Re: Gonçalo M. Tavares

Postby EJICCA » 22 Nov 2005 15:05

Digamos que sou um presente sempre ausente. Venho cá ver o que se passa mas participo pouco. Algo que devo corrigir no futuro.

Sê bem-vinda Gaia :twisted:
<a href='http://www.brutoefeio.blogspot.com' target='_blank'>www.brutoefeio.blogspot.com</a>

User avatar
acrisalves
Edição Única
Posts: 3490
Joined: 29 Dec 2004 13:53
Location: In a florest mist
Contact:

Re: Gonçalo M. Tavares

Postby acrisalves » 10 Jun 2006 00:42

Amanha, na feira do livro de lisboa

Sessão de Autógrafos com Gonçalo M. Tavares
18:30
Gonçalo M. Tavares vai estar no pavilhão 113 da Relógio D’Água para autografar o seu novo livro "Breves Notas Sobre Ciência" e ainda o livro de poesia "1" e "A Perna Esquerda de Paris".

Sessão de Autógrafos com Gonçalo M. Tavares
17:00
Gonçalo M. Tavares vai estar presente no pavilhão 84 da Editorial Caminho para uma sessão de autógrafos

User avatar
Cerridwen
Edição Única
Posts: 7357
Joined: 01 Jan 2005 13:17
Location: Torres Vedras
Contact:

Re: Gonçalo M. Tavares

Postby Cerridwen » 03 Jul 2006 21:21

GONÇALO M. TAVARES será entrevistado, amanhã às 23:30, no programa Por Outro Lado da dois.

Hesitou entre ser futebolista ou matemático, escolheu o curso de Educação Física, ensina Epistemologia no ensino superior e é o autor premiadíssimo de uma dezena de livros publicados nos últimos cinco anos.

Nasceu em Angola, cresceu em Aveiro e vive em Lisboa, onde gosta de fazer longas caminhadas a olhar para as pessoas. A Filosofia está sempre presente quer nos seus escritos quer nas conversas tranquilas que gosta de ir desembrulhando, sempre com um pouco de ironia. Ainda tem na gaveta muitos dos textos que disciplinadamente acumulou nos onze anos que antecederam a publicação do primeiro livro.

User avatar
Cerridwen
Edição Única
Posts: 7357
Joined: 01 Jan 2005 13:17
Location: Torres Vedras
Contact:

Re: Gonçalo M. Tavares

Postby Cerridwen » 01 Dec 2007 15:05

Entrevista a Gonçalo M. Tavares no Correio da Manhã: Os políticos percebem pouco dos homens

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Gonçalo M. Tavares

Postby Samwise » 22 Dec 2010 17:32

Foi uma das dez personalidades do ano escolhidas pelo jornal Público.

Recebeu em França o Prémio de Melhor Livro Estrangeiro. Cá, publicou Uma Viagem à Índia que confirma a sua singularidade na História da literatura portuguesa.

Quem é?

Gonçalo M. Tavares (M. de Manuel) é um escritor português, tem 40 anos, é considerado o melhor da sua geração. Nasceu em Luanda, em 1970, porque os seus pais (a mãe matemática, o pai engenheiro) estavam em Angola, nessa época. Veio para Portugal aos 3 anos. De Luanda não tem recordações: só o que viu em fotografias. Passou a infância em Aveiro e, aos 18 anos, foi estudar para Lisboa. Formou-se em Educação Física e Desporto (na adolescência, jogou futebol nos juniores do Beira-Mar). É professor de Epistemologia na Faculdade de Motricidade Humana, em Lisboa.

Escreveu todos os dias durante doze anos (gosta de escrever em cafés) mas só começou a publicar livros em 2001. Foi bolseiro do Ministério da Cultura - IPLB com uma bolsa de Criação Literária para o ano 2000, na área de poesia. E em Dezembro de 2001 publicou a sua primeira obra: Livro da dança, na Assírio & Alvim. Nos últimos nove anos, já publicou 29 livros.

Jerusalém (Caminho) foi o romance mais escolhido pelos críticos do jornal PÚBLICO para Livro da Década. "Um Kafka português", chamou-lhe nas páginas da “Le Figaro magazine”, a escritora francesa Elisabeth Barillé. "Vai Gonçalo M. Tavares tornar-se um produto de exportação tal como o vinho do Porto e a saudade?", perguntava ela. A resposta só pode ser: sim.

O que fez?

"No panorama actual da literatura portuguesa não há ninguém tão aplicado na construção daquilo a que, com muitas suspeitas, chamamos "obra" - mobilizando a ideia de autor, de projecto e de sistema - como Gonçalo M. Tavares", escrevia o crítico literário António Guerreiro no “Expresso”, em 2004. Os anos passam, a análise torna-se mais pertinente. Quando começou a publicar (às vezes, vários livros por ano em diferentes editoras), M. Tavares foi considerado "a maior revelação literária dos últimos tempos". Veio depois a consagração com os prémios literários. Entre outros, em Portugal: Prémio LER/Millennium BCP 2004 e o Prémio José Saramago 2005. No estrangeiro: Prémio Portugal Telecom 2007, Prémio Internazionale Trieste 2008 e Prémio do Melhor Livro Estrangeiro 2010 em França.

Quem nunca leu a obra de Gonçalo M. Tavares pode começar pela série O Bairro, cadernos dedicados aos Senhores, que iniciou em 2002 com O Senhor Valéry e a lógica. É "uma espécie da história da literatura em ficção", uma utopia que vai no décimo volume. Permite uma leitura mais lúdica. Do lado oposto está a tetralogia O Reino, que reflecte sobre o mal, a violência e o medo: Um Homem: Klaus Klump (2003), A Máquina de Joseph Walser (2004), Jerusalém (2004) e Aprender a Rezar na Era da Técnica. Cerca de 160 traduções dos seus livros estão a ser feitas em 35 países.

Porque o escolhemos?

O romance Aprender a Rezar na Era da Técnica, numa tradução de Dominique Nédelle, recebeu em França o Prémio do Melhor Livro Estrangeiro 2010. Até agora, António Lobo Antunes era o único português a quem tinha sido atribuído. Musil, García Márquez, Elias Canetti, Kawabata, Bioy Casares, Vargas Llosa, Durrell, Günter Grass, Rushdie, Pamuk, também receberam este prémio.

O escritor e jornalista francês Pierre Assouline escreveu dia 1 de Dezembro no blogue La République des Livres, no “Le Monde”, que a atribuição deste prémio é só o começo. "O seu projecto literário, que consiste em repovoar, à sua maneira, um bairro que inventou - com silhuetas consagradas da história literária -, é tão fascinante pela lógica interna que o anima que quase reagimos como José Saramago quando lhe disse que escrever tão bem, quando se é tão jovem, "só dá vontade de lhe bater"!"

Este ano, em Portugal, Gonçalo M. Tavares lançou três livros: O Senhor Eliot e as conferências (Caminho), Matteo perdeu o emprego (Porto Editora) e Uma Viagem à Índia (Caminho), uma epopeia do século XXI que narra a viagem de Bloom até à Índia, partindo de Lisboa, escrita com os mesmos cantos e estrofes d’Os Lusíadas. O livro tem um prefácio de Eduardo Lourenço. Vasco Graça Moura considerou-o "um livro extraordinário", que vai marcar "não apenas a História da Literatura Portuguesa, mas provavelmente a cultura europeia". Dentro de cem anos, haverá teses de doutoramento sobre passagens e fragmentos de Uma Viagem à Índia, afirmou o editor Zeferino Coelho.O que podemos esperar dele?

Quando se comemoravam os 12 anos da atribuição do Prémio Nobel da Literatura a José Saramago, o seu editor, Zeferino Coelho - também editor de M. Tavares -, lembrava que o prémio elevou a nossa literatura. Dizia acreditar que nos próximos anos haverá outro editor português a acompanhar até Estocolmo outro autor português. E brincava: "Até estou convencido que serei eu outra vez!" Saramago já o tinha dito e a mesma opinião tem Graça Moura: "Prevejo que ele virá a ganhar o Prémio Nobel..."

Quanto a livros, para o próximo ano, ainda não tem nada terminado. "Há várias coisas em matéria bruta, logo se verá", diz ao PÚBLICO. O que quero agora é regressar de novo para o meu canto, trabalhar e fazer muitas coisas que ainda não fiz."
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
npipas
Dicionário
Posts: 668
Joined: 24 Aug 2008 18:29
Location: Cacem
Contact:

Re: Gonçalo M. Tavares

Postby npipas » 22 Dec 2010 18:41

Eu sou um grande admirador e "fã" do Gonçalo M. Tavares, já li a tetralogia de "O Reino", os "Senhores" todos e acabei de ler agora o "Uma Viagem à Índia" e digo-vos que na minha opinião o Gonçalo M. Tavares ainda vai dar muito mais que falar na literatura tanto nacional como internacional.
A todos aqueles que ainda não leram nada dele, recomendo-o vivamente de certeza que irão ter uma óptima surpresa.
Pipas :cheers:

User avatar
Arsénio Mata
Livro Raro
Posts: 1773
Joined: 01 Oct 2009 20:41
Location: Portimão
Contact:

Re: Gonçalo M. Tavares

Postby Arsénio Mata » 22 Dec 2010 21:30

Eu tenho guardado lá na Bertrand um pack dele com quatro livros (que penso ser a tetralogia do Reino). Há alguma ordem para se ler os livros ou é indiferente?

Este é um dos autores que me tem chamado muito atenção nos últimos tempos, e para o ano quero ler mais e principalmente mais autores portugueses.
Only in the bloodline is this terror exposed
A knife to the eye of modern day times
Exactly what you've worked for.

A price for the pride
I can feel the distance coming
The holes in my lungs
Won't let me take this anymore.

http://umhomemsimpatico.tumblr.com/

User avatar
npipas
Dicionário
Posts: 668
Joined: 24 Aug 2008 18:29
Location: Cacem
Contact:

Re: Gonçalo M. Tavares

Postby npipas » 22 Dec 2010 23:38

Arsénio Mata wrote:Eu tenho guardado lá na Bertrand um pack dele com quatro livros (que penso ser a tetralogia do Reino). Há alguma ordem para se ler os livros ou é indiferente?

Este é um dos autores que me tem chamado muito atenção nos últimos tempos, e para o ano quero ler mais e principalmente mais autores portugueses.


Sim de facto ele é dos novos autores portugueses com um trabalho formidável e que deve ser lido.
A tetralogia tem uma ordem, apesar de os livros serem estórias separadas e sem continuidade, devem de ser lidas na seguinte ordem:
Um Homem: Klaus Klump, A Máquina de Joseph Walser, Jerusalém e Aprender a Rezar na Era da Técnica.
Pipas :cheers:

Rui Ramos
Dicionário
Posts: 676
Joined: 26 Nov 2010 18:43
Contact:

Re: Gonçalo M. Tavares

Postby Rui Ramos » 23 Dec 2010 15:44

Sempre fiquei curioso quanto a este autor quando via os seus livros à venda numa livraria qualquer, mas agora depois de ter lido este tópico fiquei convencido.

É sem dúvida um autor a ler em 2011.

Tzimbi
Livro Raro
Posts: 1604
Joined: 11 May 2007 23:24
Location: Lisboa
Contact:

Re: Gonçalo M. Tavares

Postby Tzimbi » 23 Dec 2010 19:33

Dos vivos, este é para mim o melhor escritor português.
Tem livros absolutamente brilhantes como Jerusalém ou alguns Senhores. Durante muito tempo achei que o que diziam sobre ele era exagerado e nem mesmo no Saramago acreditei quando disse:

"Gonçalo M. Tavares não tem o direito de escrever tão bem apenas aos 35 anos: dá vontade de lhe bater!" :)

Já agora aqui ficam mais umas palavras do Saramago sobre o Gonçalo M. Tavares (escusado será dizer que as subscrevo):

http://caderno.josesaramago.org/2009/03 ... m-tavares/

S.


Return to “Autores”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 2 guests

cron