Cormac McCarthy

Escolha um autor e fomente uma discussão sobre a sua obra e a sua vida
User avatar
grayfox
Edição Única
Posts: 4203
Joined: 01 Jul 2008 16:20
Location: Braga
Contact:

Cormac McCarthy

Postby grayfox » 28 Sep 2009 19:20

Apesar de ser um autor muito apreciado por cá e se discutir bastante os seus livros, a verdade é que ainda não havia um tópico dedicado a este escritor.

Eu já li A estrada e ao contrário da lenda, gostei bastante! Considero-o muito bom, mas não uma obra-prima.
Ontem comecei a ler o Meridiano de Sangue e logo de rompante parece-me que em termos de escrita está uns bons furos acima do A estrada, se bem que neste último os diálogos são muito, muito bons.

Fica aqui dado o mote para se discutir a obra deste autor norte-americano!
A melhor assinatura chinesa da actualidade.

Pedro Farinha
Edição Única
Posts: 3298
Joined: 03 Apr 2005 00:07
Contact:

Re: Cormac McCarthy

Postby Pedro Farinha » 28 Sep 2009 19:29

Eu li dele A estrada e Suttree, os dois excepcionais. Trata-se de um autor que tem um cuidado especial na escolha das palavras, na forma como cria as frases e no forte impacte visual que consegue transmitir.

De certa forma Suttree é mais uma história mas é na Estrada que estão as melhores palavras do mundo.

User avatar
Anibunny
Edição Única
Posts: 2814
Joined: 10 Jun 2009 23:11
Location: Porto
Contact:

Re: Cormac McCarthy

Postby Anibunny » 28 Sep 2009 19:35

O "The road" já está na minha wishlist e não são muitas páginas por isso o homem convenceu-me com a sinpose e o número de páginas (e o preço) mas quero ver se o homem é assim tão bom! ^^

User avatar
pageHunter
Edição Limitada
Posts: 1220
Joined: 28 May 2009 13:05
Location: Coimbra - Portugal
Contact:

Re: Cormac McCarthy

Postby pageHunter » 28 Sep 2009 20:05

O The Road já está à umas semanas na prateleira... Quando o ler então virei aqui dar o meu contributo sobre este senhor de quem tenho tanto ouvido falas nos últimos tempos... :rolleyes:
Read
Mataram o Sidónio!, Francisco Moita Flores
Different Seasons, Stephen king
The Great Gatsby, F. Scott Fitzgerald

Reading
Sunset Park, Paul Auster



Whatchlist2012@IMDB Watchlist2013@IMDB

User avatar
Gaminha
Edição Limitada
Posts: 1363
Joined: 10 Jun 2009 16:53
Location: Porto
Contact:

Re: Cormac McCarthy

Postby Gaminha » 29 Sep 2009 00:12

Li A Estrada.

Apaixonante! Fantástico. Entrou para o meu top 5, ao nível de 1984 e Admirável mundo novo.

User avatar
Sharky
Edição Única
Posts: 4587
Joined: 19 Jun 2008 00:04
Location: Margem Sul
Contact:

Re: Cormac McCarthy

Postby Sharky » 29 Sep 2009 00:37

Também gostei bastante de " A Estrada " e todo o ambiente que envolve a história, de certo modo cativou-me, já tenho o " Suttree " para ler, talvez lá para Novembro pegue nele :thumbsup:

User avatar
nimzabo
Enciclopédia
Posts: 976
Joined: 26 Sep 2009 22:07
Contact:

Re: Cormac McCarthy

Postby nimzabo » 29 Sep 2009 09:16

Penso ler A estrada em breve.
Li o Meridiano de Sangue e penso duas ou três coisas do livro.
Uma das coisas que distingue os livros dos filmes é a capacidade que os livros têm de mergulhar os leitores no intimo das personagens. Deste ponto de vista acho o livro pobre, quase cinematográfico, pois é uma narração quase factual. Quase nunca são referidos os pensamentos ou sentimentos das personagens.
Outra coisa que notei é a barbárie que é descrita. Lembro-me de uma altura em que fiz uma pausa na leitura e pensei 'Para que é isto?' Parece que o autor faz questão de relatar atrocidades até ao exagero.
Finalmente o escritor é sem duvida fora de série e o livro tem pormenores deliciosos daí ter ficado com vontade de ler outras obras.

User avatar
Gaminha
Edição Limitada
Posts: 1363
Joined: 10 Jun 2009 16:53
Location: Porto
Contact:

Re: Cormac McCarthy

Postby Gaminha » 29 Sep 2009 09:25

nimzabo wrote:Penso ler A estrada em breve.
Li o Meridiano de Sangue e penso duas ou três coisas do livro.
Uma das coisas que distingue os livros dos filmes é a capacidade que os livros têm de mergulhar os leitores no intimo das personagens. Deste ponto de vista acho o livro pobre, quase cinematográfico, pois é uma narração quase factual. Quase nunca são referidos os pensamentos ou sentimentos das personagens.
Outra coisa que notei é a barbárie que é descrita. Lembro-me de uma altura em que fiz uma pausa na leitura e pensei 'Para que é isto?' Parece que o autor faz questão de relatar atrocidades até ao exagero.
Finalmente o escritor é sem duvida fora de série e o livro tem pormenores deliciosos daí ter ficado com vontade de ler outras obras.


No "A estrada" tens vários pontos semelhantes, mas contudo fazem do livro quase único.

"mergulhar os leitores no intimo", é o ponto forte do livro. Durante todo o livro só me sinto na pele deles. Lembro-me claramente de estar a ler o livro e de ter medo de eles serem apanhados. Quando um livro consegue isto... está tudo dito.

Bárbaro? Sim é, e porquê? Respondo com outro pergunto: "Ate onde vai o ser humano desesperado a lutar pela sobrevivência?"

Pensamentos e sentimentos, bem no "A estrada" só tratamos de duas personagens, nem sempre é necessário ter lá algo explicito como "ele teve medo", uma descrição de perigo eminente com a consciência por parte das personagens do que poderá acontecer, é suficiente.


Bem, por tudo isto só te digo: LÊ o "A Estrada"!!! :yahoo:

E espero que não te desiluda! :friends:

Tzimbi
Livro Raro
Posts: 1604
Joined: 11 May 2007 23:24
Location: Lisboa
Contact:

Re: Cormac McCarthy

Postby Tzimbi » 29 Sep 2009 10:28

grayfoxpt wrote:Eu já li A estrada e ao contrário da lenda, gostei bastante! Considero-o muito bom, mas não uma obra-prima.


Hummm, cá para mim houve aí uma ligeira mudança de opinião. :whistling:

Quanto à Estrada, partilho da opinião da Gaminha e de muitos outros. E para mim é uma Obra-Prima (com maiúsculas e tudo) e, já o disse várias vezes por aí, é o melhor livro que li nos últimos tempos (tipo últimos 10 anos :whistling: )

Também li o Este País Não É Para Velhos e gostei, mas não tem a força d'A Estrada. Também não ajudou o facto de ter visto primeiro o filme dos Coen (que é bastante fiel ao livro). A escrita é idêntica nos dois livros, contida e despojada.
Em princípio, o Filho de Deus deve ser o próximo que vou ler dele e, a seu tempo, o Meridiano de Sangue.

S.

User avatar
annawen
Livro Raro
Posts: 1953
Joined: 18 Jan 2006 11:34
Location: Gaia
Contact:

Re: Cormac McCarthy

Postby annawen » 29 Sep 2009 12:08

Dele já li: "Meridiano de Sangue", "Este País Não é Para Velhos", "Filho de Deus", "A Estrada" e "Belos Cavalos".

Gostei de ler todos. Mas os meus preferidos são "Meridiano de Sangue" (a obra-prima do autor, para mim) e "Filho de Deus". O "Este País..." é o mais fraco.

A escrita de McCarthy é muito sincopada, com ritmo, atenta aos pormenores. Gosto da relação das personagens com a natureza. Da posição do homem no mundo. As influências de Faulkner são bem visíveis. Tanto, que por vezes, parece que estou a ler este autor.


Sem querer entrar em discussões mas esta é uma frase com a qual não concordo nada:

Uma das coisas que distingue os livros dos filmes é a capacidade que os livros têm de mergulhar os leitores no intimo das personagens.


Os filmes também têm esta capacidade.

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Cormac McCarthy

Postby Samwise » 29 Sep 2009 12:13

annawen wrote:Sem querer entrar em discussões mas esta é uma frase com a qual não concordo nada:

Uma das coisas que distingue os livros dos filmes é a capacidade que os livros têm de mergulhar os leitores no intimo das personagens.


Os filmes também têm esta capacidade.


Bom, já que afinal de contas entramos mesmo em discussões (:mrgreen4nw:), também discordo da frase.

Depende do livro e depende das intenções do autor. Leiam o The Maltese Falcon - O Falcão de Malta do Hammett e contem quantas vezes entramos na mente do personagem principal. Zero. Não há um único pensamento ou sensação revelados ao leitor. Toda a narração é feita através de acções descritas - é estilo completamente visual (talvez até cinematográfico).

O que distingue os livros dos filmes é... tanta coisa... :rolleyes:
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

Tzimbi
Livro Raro
Posts: 1604
Joined: 11 May 2007 23:24
Location: Lisboa
Contact:

Re: Cormac McCarthy

Postby Tzimbi » 29 Sep 2009 13:00

annawen wrote:A escrita de McCarthy é muito sincopada, com ritmo, atenta aos pormenores. Gosto da relação das personagens com a natureza. Da posição do homem no mundo. As influências de Faulkner são bem visíveis. Tanto, que por vezes, parece que estou a ler este autor.


Agora sou eu que não concordo com a tua última frase... Concordo quando dizes que a escrita do McCarthy é sincopada, tem ritmo, etc, eu chamo-lhe contida, como se cada palavra for pensada e o autor utilizasse o mínimo de palavras possíveis para exprimir o máximo de significados.
Já a escrita de Faulkner me parece bem diferente (só li o Som e a Fúria), uma escrita com frases muito looongas e que tens de ler duas ou três vezes para conseguires perceber o que ele quer dizer com aquilo (e mesmo assim às vezes não é fácil). Além disso, o Faulkner é mestre no chamado "fluxo de consciência", algo que eu não encontro de forma tão marcada em McCarthy, bem pelo contrário.

Quanto aos livros e filmes, bem, não preciso de dizer que também não concordo, pois não? :pcorn:

S.

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Cormac McCarthy

Postby Samwise » 29 Sep 2009 13:17

Tzimbi wrote:Quanto aos livros e filmes, bem, não preciso de dizer que também não concordo, pois não? :pcorn:


Contigo nunca se sabe... :mrgreen4nw:

Bom, então eu avanço com aquilo que para mim é a principal diferença entre um livro e um filme, e que, grosso modo, tem a ver com o tempo de assimilação concedido ao espectador e com a obrigatoriedade imposta (ou não): num livro o leitor tem de percorrer todas as palavras do texto para consumir o produto. Mesmo que não apanhe os significados implícitos todos, o leitor lê as palavras todas que lá estão (menos o Thanatos, que salta duas em cada três) - não lhe passa nada ao lado por não estar a olhar para o sítio errado. Como é ele que decide o tempo que pretende despender a absorver a obra, lê ao seu ritmo - não é o livro que lho impõe.
O livro impõe palavras concretas para ler mas deixa o ritmo em aberto.

O cinema é quase o contrário. O tempo de passagem está definido e é o espectador que tem de o acompanhar (ok, não estou a considerar os comandos da consola do DVD - imaginem que estão no cinema). Como é uma experiência relativamente rápida (2 horas será o normal), o cineasta tem de conseguir compactar uma quantidade enorme de informação nas imagens que passa ao espectador. Pelo caminho já se perdeu metade do argumento, que não cabe, e já se perderam as palavras exactas para descrever ambientes, locais, personagens e situações. Cabe ao espectador tentar assimilar tudo isso durante o pouco tempo de visualização do filme - a um ritmo que é imposto. Como é normal, muita coisa lhe passa ao lado. Também como é normal, e essa é uma das características mais marcantes do cinema, há pormenores que visualmente roubam a atenção aos restantes. A atenção dispersa-se (ou concentra-se, conforme a perspectiva) facilmente em função desses pormenores.
O filme não impõe palavras concretas para ler (nada de piadas às legendas :tongue:), mostra tudo um universo em imagens, mas obriga a seguir um determinado ritmo.

São abordagens totalmente distintas no que respeita à forma de assimilação. Mas não consigo dizer que uma plataforma é melhor do que a outra no que toca a mergulhar no íntimo dos personagens. Depende do livro, do filme...
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

Tzimbi
Livro Raro
Posts: 1604
Joined: 11 May 2007 23:24
Location: Lisboa
Contact:

Re: Cormac McCarthy

Postby Tzimbi » 29 Sep 2009 15:01

Estava eu tão sossegadinha, a tentar conversar com a Annawen sobre livros, escrita e "stream of consciousness" e tu já conseguiste desviar a conversa para o cinema?

És mesmo um caso perdido! :deadhorse:
Já leste A Estrada??? Estás à espera do quê??? Da estreia do filme? :Fish_slap_emoticon:

S.

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Cormac McCarthy

Postby Samwise » 29 Sep 2009 15:16

Tzimbi wrote:És mesmo um caso perdido! :deadhorse:



Au... Ui... Au... Au...


Já leste A Estrada??? Estás à espera do quê??? Da estreia do filme? :Fish_slap_emoticon:


Não. Acho que esse vou mesmo ler antes de ver o filme.
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -


Return to “Autores”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest