O Mundo de 1947

j.t.parreira
Comic Book
Posts: 169
Joined: 27 Jun 2005 13:00
Location: Aveiro-Portugal
Contact:

O Mundo de 1947

Postby j.t.parreira » 14 May 2009 12:17

Aquellos ojos míos de mil novecientos diez
no vieron enterrar a los muertos

Federico Garcia Lorca



Meus olhos de mil novecentos e quarenta e sete
não viram, e tudo estava em aberto

Ainda as feridas modeladas no corpo
dos homens que viveram dentro de uniformes
feridas invisíveis
das mulheres que coziam vestidos negros
às sombras na rua com o rosto ausente

Aqueles pequenos olhos de mil novecentos e quarenta e sete
não viram a cinza que caía dos cabelos
da Europa
nem viram crianças modeladas no pó
que procuravam em vão
um rosto em pó das fotografias

Aqueles olhos de mil novecentos e quarenta e sete
eram já uma promessa
onde caberia a fábula
do mundo.

6/5/2009

J.T.Parreira

User avatar
Ripley
Edição Limitada
Posts: 1219
Joined: 30 Jan 2009 02:10
Location: Under some mossy rock
Contact:

Re: O Mundo de 1947

Postby Ripley » 14 May 2009 12:38

Gostei, j.t.
Esses olhos de mil novecentos e quarenta e sete viram concerteza muita coisa que os de mil novecentos e setenta e picos perderam ...
"És a metade que me é tudo." [Pedro Chagas Freitas]
---§§§---
"O amor não se percebe. Não é para perceber. O amor é um estado de quem se sente. O amor é a nossa alma. É a nossa alma a desatar. A desatar a correr atrás do que não sabe, não apanha, não larga, não compreende." [Miguel Esteves Cardoso]

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: O Mundo de 1947

Postby Samwise » 14 May 2009 15:11

j.t.parreira wrote:Aqueles pequenos olhos de mil novecentos e quarenta e sete
não viram a cinza que caía dos cabelos
da Europa
nem viram crianças modeladas no pó
que procuravam em vão
um rosto em pó das fotografias


Fabulosa e terrível imagem de evocação aos campos de concentração, aos bombardeamentos, e à tristeza marcada no rosto dos sobreviventes da 2ª Grande Guerra.

Fez-me lembrar uma sequência do filme Schindler's List, menos metafórica mas igualmente poderosa, em que as cinzas dos fornos humanos se espalham, como flocos de neve largados do céu, pelos centros urbanos circundantes ao campo de extermínio.

Muito bom poema.

Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
azert
Edição Única
Posts: 2705
Joined: 14 Sep 2007 12:30
Location: Braga
Contact:

Re: O Mundo de 1947

Postby azert » 14 May 2009 16:47

Quando os ecos do acontecido chegam até nós, eis que se levantam as acções das páginas da história para revelarem o seu rosto de horror.
Gostei muito da sua evocação.
Image Image

Pedro Farinha
Edição Única
Posts: 3298
Joined: 03 Apr 2005 00:07
Contact:

Re: O Mundo de 1947

Postby Pedro Farinha » 14 May 2009 22:48

Também gostei bastante. Acho que tem a sobriedade necessária para aquilo que evoca. O único detalhe qu, naminhaopinião, me soou menos bem, foi a repetição da palavra pó aqui:

nem viram crianças modeladas no
que procuravam em vão
um rosto em das fotografias


Return to “j.t.parreira”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 2 guests