2001 explicado por Kubrick (SPOILERS AHEAD)

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: 2001 explicado por Kubrick (SPOILERS AHEAD)

Postby Samwise » 06 Jan 2011 18:07

Rui Ramos wrote:Nunca vi Brazil, mas pelos trailers que já vi no youtube, cheira-me que irei gostar ao ponto de o incluir no meu top.


O Brazil é uma autêntica oddity - dos tais ao qual se aplica bem a expressão "prognósticos, só depois do desafio". Da primeira vez que o vi era tão novo que fiquei em estado de choque... depois, ao longo do tempo, foi começando a cair no goto. But it still is pretty weird shite...!
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Arsénio Mata
Livro Raro
Posts: 1773
Joined: 01 Oct 2009 20:41
Location: Portimão
Contact:

Re: 2001 explicado por Kubrick (SPOILERS AHEAD)

Postby Arsénio Mata » 06 Jan 2011 18:20

Não sou um grande conhecedor de FC, mas para mim o topo deste género em termos cinematorgráficos foi atingido com o Matrix (a trilogia). Agora é óbvio que se considerarmos o A Clockwork Orange ficção cientifica, então teria que ser este a ganhar o prémio. E já agora o prémio de melhor filme do Kubrick. ^_^

Outro que gostei muito também foi o Existenz. O Inception também é muito bom.

O Dark City e o Bladderunner foram umas banhadas autênticas...
Only in the bloodline is this terror exposed
A knife to the eye of modern day times
Exactly what you've worked for.

A price for the pride
I can feel the distance coming
The holes in my lungs
Won't let me take this anymore.

http://umhomemsimpatico.tumblr.com/

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: 2001 explicado por Kubrick (SPOILERS AHEAD)

Postby Samwise » 06 Jan 2011 18:43

Arsénio Mata wrote:Não sou um grande conhecedor de FC, mas para mim o topo deste género em termos cinematorgráficos foi atingido com o Matrix (a trilogia). Agora é óbvio que se considerarmos o A Clockwork Orange ficção cientifica, então teria que ser este a ganhar o prémio. E já agora o prémio de melhor filme do Kubrick. ^_^


:D Cada um tem as suas preferências quanto ao Kubrick.

Arsénio, acho que daqui a uns anos a tua ideia vai mudar em relação ao Matrix. Acho... :whistle:
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Arsénio Mata
Livro Raro
Posts: 1773
Joined: 01 Oct 2009 20:41
Location: Portimão
Contact:

Re: 2001 explicado por Kubrick (SPOILERS AHEAD)

Postby Arsénio Mata » 06 Jan 2011 18:48

Samwise wrote:Arsénio, acho que daqui a uns anos a tua ideia vai mudar em relação ao Matrix. Acho... :whistle:


Não me digas que não gostaste... :blink:
Only in the bloodline is this terror exposed
A knife to the eye of modern day times
Exactly what you've worked for.

A price for the pride
I can feel the distance coming
The holes in my lungs
Won't let me take this anymore.

http://umhomemsimpatico.tumblr.com/

urukai
Edição Única
Posts: 3232
Joined: 07 Aug 2008 23:35
Location: Lisboa
Contact:

Re: 2001 explicado por Kubrick (SPOILERS AHEAD)

Postby urukai » 06 Jan 2011 18:51

Arsénio Mata wrote:
Samwise wrote:Arsénio, acho que daqui a uns anos a tua ideia vai mudar em relação ao Matrix. Acho... :whistle:


Não me digas que não gostaste... :blink:


O 1 foi jaw dropping, mas pelos efeitos porque em termos de estória... nhé!

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: 2001 explicado por Kubrick (SPOILERS AHEAD)

Postby Samwise » 06 Jan 2011 18:57

Arsénio Mata wrote:
Samwise wrote:Arsénio, acho que daqui a uns anos a tua ideia vai mudar em relação ao Matrix. Acho... :whistle:


Não me digas que não gostaste... :blink:


O primeiro é um muito bom filme de FC (que acaba de forma frouxa - porque termina uma história cerebral com uns quantos murros, pontapés e "dodged bullets" :P ), o segundo é um muito bom filme de acção (aqui já nem penso na parte "cerebral", porque não existe nenhuma), e o terceiro não é uma coisa nem outra, é uma enorme decepção. (notas: 8, 8 e 3, respectivamente :mrgreen: )
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Arsénio Mata
Livro Raro
Posts: 1773
Joined: 01 Oct 2009 20:41
Location: Portimão
Contact:

Re: 2001 explicado por Kubrick (SPOILERS AHEAD)

Postby Arsénio Mata » 06 Jan 2011 23:43

Bahhh, não concordo. Acho até o 3 bastante cerebral, a explicação do arquitecto tive que rebobinar e voltar a ver para perceber...
Only in the bloodline is this terror exposed
A knife to the eye of modern day times
Exactly what you've worked for.

A price for the pride
I can feel the distance coming
The holes in my lungs
Won't let me take this anymore.

http://umhomemsimpatico.tumblr.com/

User avatar
annawen
Livro Raro
Posts: 1953
Joined: 18 Jan 2006 11:34
Location: Gaia
Contact:

Re: 2001 explicado por Kubrick (SPOILERS AHEAD)

Postby annawen » 07 Jan 2011 01:01

Em FC gosto de "Gattaca".

User avatar
Ignatius Wao
Encadernado a Couro
Posts: 413
Joined: 06 Jan 2010 01:05
Location: Sintra
Contact:

Re: 2001 explicado por Kubrick (SPOILERS AHEAD)

Postby Ignatius Wao » 07 Jan 2011 23:30

Eu gosto muito do A. I.
Se você agir sempre com dignidade, pode não melhorar o mundo, mas uma coisa é certa: haverá na Terra um canalha a menos. Millor Fernandes

croquete
Edição Limitada
Posts: 1038
Joined: 11 Feb 2009 16:29
Contact:

Re: 2001 explicado por Kubrick (SPOILERS AHEAD)

Postby croquete » 02 Mar 2011 19:05

Há dias confrontei-me com uma crítica um pouco específica de mais para ser interessante à maioria dos BBDE’s. Tinha que ver com um engano na variante de mate que o computador HAL 9000 explica ao pobre astronauta que vem a perder o famoso jogo de xadrez no filme Odisseia no Espaço.

A conclusão é a de que o realizador, um conhecido entusiasta de xadrez não terá reparado numa pequeníssima imprecisão xadrezística.

Quanto ao realizador, pareceu-me simples, os seres humanos cometem erros, o realizador é humano e cometeu um pequeníssimo erro que em nada belisca o que quer que seja e que qualquer xadrezista não acharia importante a qualquer nível.

Acontece que a resposta dos mais incondicionais do filme deixou-me perplexo e corre mais ou menos neste sentido:
“ Foi um primeiro sinal, propositado e muito subtil, que o realizador utilizou para indicar que havia qualquer coisa errada com o computador”…

É mais ou menos como quando uma finta corre mal ao Cristiano Ronaldo baralhando no processo e por sorte o adversário e de seguida vem o cliente da taberna logo dizer:
“Ele fez de propósito” …

User avatar
grayfox
Edição Única
Posts: 4203
Joined: 01 Jul 2008 16:20
Location: Braga
Contact:

Re: 2001 explicado por Kubrick (SPOILERS AHEAD)

Postby grayfox » 02 Mar 2011 19:27

croquete, vindo de Kubrick que era tão perfeccionista e tão dotado no xadrez, não me custa a acreditar nessa teoria.

mas também não me custa a acreditar que tenha sido engano.
A melhor assinatura chinesa da actualidade.

croquete
Edição Limitada
Posts: 1038
Joined: 11 Feb 2009 16:29
Contact:

Re: 2001 explicado por Kubrick (SPOILERS AHEAD)

Postby croquete » 02 Mar 2011 19:42

A minha questão é simples Gray, até que ponto a intelectualização exagerada da crítica, esta espécie de endeusamento em que são colocadas algumas figuras, e não importa se são realizadores de cinema, escritores ou cozinheiros, até que ponto não distorce a própria realidade das coisas?

A de que podem existir erros? A de que podem não existir segundas intenções?

Até que ponto não estamos a esquecer que as imperfeições fazem parte da beleza, não só de tudo o resto mas também da própria arte?

User avatar
grayfox
Edição Única
Posts: 4203
Joined: 01 Jul 2008 16:20
Location: Braga
Contact:

Re: 2001 explicado por Kubrick (SPOILERS AHEAD)

Postby grayfox » 02 Mar 2011 19:46

essa é uma questão que eu me fazia quando nas aulas de português a professora tirava da cartola interpretações da intenção do autor em ter escrito assim ou assado.
A melhor assinatura chinesa da actualidade.

User avatar
annawen
Livro Raro
Posts: 1953
Joined: 18 Jan 2006 11:34
Location: Gaia
Contact:

Re: 2001 explicado por Kubrick (SPOILERS AHEAD)

Postby annawen » 02 Mar 2011 21:25

croquete wrote:A minha questão é simples Gray, até que ponto a intelectualização exagerada da crítica, esta espécie de endeusamento em que são colocadas algumas figuras, e não importa se são realizadores de cinema, escritores ou cozinheiros, até que ponto não distorce a própria realidade das coisas?

A de que podem existir erros? A de que podem não existir segundas intenções?

Até que ponto não estamos a esquecer que as imperfeições fazem parte da beleza, não só de tudo o resto mas também da própria arte?


Na interpretação de uma obra as intenções do autor são só um aspecto. A percepção do espectador é outro. A obra reside ali no espaço entre os dois. Cingir só a interpretação de uma obra às presumíveis intenções do artista é, do meu ponto de vista, altamente redutor.

Rui Ramos
Dicionário
Posts: 676
Joined: 26 Nov 2010 18:43
Contact:

Re: 2001 explicado por Kubrick (SPOILERS AHEAD)

Postby Rui Ramos » 03 Mar 2011 01:34

annawen wrote:
croquete wrote:A minha questão é simples Gray, até que ponto a intelectualização exagerada da crítica, esta espécie de endeusamento em que são colocadas algumas figuras, e não importa se são realizadores de cinema, escritores ou cozinheiros, até que ponto não distorce a própria realidade das coisas?

A de que podem existir erros? A de que podem não existir segundas intenções?

Até que ponto não estamos a esquecer que as imperfeições fazem parte da beleza, não só de tudo o resto mas também da própria arte?


Na interpretação de uma obra as intenções do autor são só um aspecto. A percepção do espectador é outro. A obra reside ali no espaço entre os dois. Cingir só a interpretação de uma obra às presumíveis intenções do artista é, do meu ponto de vista, altamente redutor.


Mui bien! Apoiado. :bow:


Return to “Cinema”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 5 guests